Acervo do blog recebe obras de Paula Velozo, João Lucas, Jonata e Horácio Neto e DVD “A Moda é Viola”

SCAN0009
Biografias da dupla cujo trabalho Osni Ribeiro ajudou a registrar juntamente com Sergio Santa Rosa

O Barulho d’Água está com o acervo mais rico com a chegada de quatro álbuns e um DVD enviados pelo amigo Osni Ribeiro, secretário de Cultura de Botucatu. os discos são de Paula Velozo (“Comendo vento com sal”), cantora de Bauru atualmente residente em São Paulo, com participações de Nailor Proveta (saxofone) e Levi Ramiro (viola caipira); de João Lucas (“Chiados e Batuques”), jovem percussionista de Botucatu; e de Jonata e Horácio Neto (“Cururu”), um belo registro de vários cururus da dupla; Jonata reside em Piracicaba e Horácio, antes de viajar fora do combinado, residia em Cerquilho. Os três mostram o trabalho de Osni Ribeiro como produtor musical e garimpeiro de novos talentos. O álbum da dupla também tem a participação na feitura de Sérgio Santa Rosa, jornalista que se encarregou da produção executiva.

A caixa entregue pelos Correios tem ainda os dois discos da carreira de Osni Ribeiro, “Gêneses” e  “Bebericando”, reunidos em uma única mídia, fusão experimental para compartilhar com amigos que ele vem pensando carinhosamente em produzir em série. O DVD é “A Moda é Viola”, do cineasta Reinaldo Volpato, que há tempos eu ansiava adquirir. Volpato já foi diretor do “Viola, Minha Viola” e gravou o documentário se baseando no livro homônimo de Romildo Santanna, livre docente da UNESP, que fez um tratado sobre o assunto.

SCAN0012a
João Lucas

Agradecemos demais à confiança e à honra de recebermos tão nobres presentes. Vamos ouvir e assistir tudo com carinho e comentar com mais profundidade posteriormente com os demais amigos e nossos seguidores. Queremos, ainda, reproduzir o comentário de Ribeiro sobre o blog e mais uma vez assumir de público que o canal está aberto a quem tiver interesse em nos contatar. o Barulho d’Água, segundo Ribeiro, “é um grande instrumento de registro contemporâneo de nossa cultura regional”. Assim também pensamos, por isso, lançamo-nos nesta tarefa. A consideramos uma responsabilidade das mais árduas e que exigem engajamento, mas sabemos que contamos com o apoio de várias outras pessoas que, como nós, querem apenas valorizar uma significativa parte da nossa cultura popular que fica de fora dos meios difusores e formadores de opinião, ignorando e deixando o público na escuridão em relação a inúmeras obras que há décadas embalaram e fizerem parte do dia a dia e do imaginário de várias gerações e que também precisa chegar sem filtros ou rótulos aos nossos filhos e netos.

SCAN0013a
Breve descrição sobre o cururu, a partir de imagem extraída do álbum de Jonata e Horário Neto

   

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s