Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

“O Tempo e o Branco”, de Consuelo de Paula, está chegando…

2 Comentários

 

1ale-e-con_mg_5361

Consuelo de Paula, amigos e seguidores, não pára de nos surpreender. Ainda bem! Em contato com o Barulho d’Água Música, ela informou que o novo álbum que está produzindo, “O Tempo e o Branco”, já estará disponível para vendas em sua loja virtual na primeira semana de agosto (e você que achava que agosto é mês de mau agouro, e de cachorro louco!); em breve, também será disponibilizado em lojas, com distribuição pela Tratore.

O blog está tendo o privilégio de ser atualizado pela própria Consuelo à medida que uma nova etapa do trabalho fica pronta. Há poucos horas, recebemos dela o clipe para a faixa “O meu lugar”, que canta acompanhada por nada mais, nada menos, que Toninho Ferraguti (sanfona) e Neymar Dias (viola caipira). “O disco é todo assim, com acordeon e viola”, disse.  A letra é minha, inspirada no universo ceciliano, e a melodia é do saudoso Rubens Nogueira”, acrescentou sobre “O meu lugar”, referindo-se à poetisa Cecília Meireles. “Estou ansiosa pra ver o cd com capa e tudo!!!!!!!!!!!!!!!!!”, contou-nos, usando todas as exclamações aqui reproduzidas.

Para quem conhece a discografia desta mineira de Pratápolis, mas que reside em São Paulo, arriscamos afirmar que a curiosidade e a ansiedade são tão intensas quanto a da própria autora, que, recentemente, completou mais uma primavera. Consuelo é notável compositora, produtora musical, instrumentista e também poetisa. Com uma carreira que se destaca ainda por participações em álbuns de amigos vários como Guilherme Rondon e Luiz Salgado, ela tem o respeito de admiradores que também são estrelas como ela, entre os quais Rolando Boldrin, Déa Trancoso, Katya Teixeira e João Arruda. Se ainda não conquistou seu espaço como uma das mais belas vozes e expoentes nacionais de todos  as eras (em que pese diferenças de estilos) à altura de figurar e fulgurar no mesmo patamar, por exemplo, de uma Emilinha Borba, Linda Batista, Marlene ou Maria Bethânia (com o acréscimo de ser também compositora), definitivamente, há algo errado nos rumos da música brasileira.

Mas o tempo sempre se encarrega de corrigir, ou ao menos amenizar pecados e desinteresses da humanidade, para não escrever descasos. De um jeito ou de outro, um dia tudo acaba sendo ajustado, fica preto no branco. Consuelo de Paula, que não nos lembramos de ter visto uma vezinha sequer aparecer na televisão, quando canta acompanhada por suas cordas abençoadas põe em lágrimas a cachoeira; faz chover fulô tanto no fundo da horta, quanto na sala onde pede tua licença para entrar;  palhaços caem na dança e espantam os inimigos; desanda a bater palmas a rainha lá da rua de baixo (aquela que a polícia prende, e a soberana solta); lava nossa alma de dores que pode estar tão amargurada por despedidas e outras mazelas da vida; dedica-nos uma flor da cor da rosa em oferenda. É simples assim: em nosso modesto entender, ela já cintila tanto na terra, quanto no céu. Quem não a ouviu e não a acolheu, ainda, é quem está perdendo!

Linque para curtir o clip de “O meu lugar”, com imagens que Consuelo mesma filmei em Minas entre as árvores que o pai dela plantou. A edição, caprichadíssima, é da Alessandra Fratus.

 

 

 

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

2 pensamentos sobre ““O Tempo e o Branco”, de Consuelo de Paula, está chegando…

  1. Meu CD segue bem anunciado, tapete bonito preparando sua chegada!!!!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s