Ouçam Paulo Netho, um brado pela independência ao riso, um mergulho de cabeça e alma no riacho da infância

Hoje, dia do “Grito do Ipiranga”, é também dia do aniversário de um dos melhores amigos, incentivadores e queridos do Barulho d’água Música , um sujeito alegre, extrovertido, inventivo, que abriga dentro de si várias crianças e que ao montar, desmontar, costurar e arquitetar novas palavras e rimas com suas poesias, parlendas, trava-línguas, crônicas e canções nos torna ao menos pelo breve espaço de um riso independentes da seriedade que costuma marcar os adultos;

Paulo Netho
Paulo Netho é descontraído, irreverente: compõem poesias, parlendas, trava-línguas, paródias e canções que levam adultos de volta à infância e enche de risos as faces das crianças

liberta-nos do exílio que como homens crescidos nos metemos e amargamos, deixando para trás a doce pátria da infância; e que ensina aos nossos filhos e netos que outro mundo é possível: o da fantasia, conjunto de valores e de sonhos os quais não precisamos deixar desterrado em terra distante por que um dia todos adultecem e a competição, aliada à necessidade de produzir, produzir, produzir, enriquecer (ou para a maioria ao menos sobreviver) deve imperar. Sendo assim: feliz aniversário Paulo Netho, Riso ou Morte!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s