Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Acompanhe Cláudio Lacerda degustando uma boa sopa no SESC de Osasco nesta quinta-feira, 11

Deixe um comentário

cródio

Cláudio Lacerda (Foto: Nalu Fernandes)

O cantor e compositor Cláudio Lacerda será a atração da quinta-feira, 11 de setembro, do projeto “Caldos com Sons Brasileiros”. O SESC Osasco, entidade promotora do evento, marcou a apresentação que terá participação de Daniel Franciscão para começar às 19 horas, no espaço conhecido como “Deck da Cafeteria”. Não haverá cobrança de entrada e durante o show o público poderá degustar a sopa disponível no cardápio da ocasião, vendida ao preço único de R$ 6,50. O endereço é avenida Sport Club Corinthians Paulista, 1300, jardim das Flores, em Osasco. O estacionamento é gratuito para quem for de carro. É possível, também, chegar ao local a partir da estação Comandante Sampaio da CPTM, situada a pouco mais de 1.000 metros do SESC.

Paulistano, Cláudio Lacerda já gravou “Alma Lavada” (2003), “Alma Caipira” (2007) e “Cantador” (2010), além de várias parcerias ao longo da carreira, participando de cantorias ou de gravações com Lula Barbosa, Renato Teixeira, Dominguinhos, Alzira Espíndola, Pena Branca e Paulo Simões. Ele também integra o projeto “4 Cantos” com os amigos Luiz Salgado (Patos de Minas/MG), Rodrigo Zanc (São Carlos/SP) e Wilson Teixeira (Avaré/SP), grupo que se apresentou no programa Sr.Brasil, de Rolando Boldrin, em outubro de 2013. Com Zanc promove ainda tributos à Pena Branca & Xavantinho desde 2011.

Próximas atrações do projeto “Caldos com Sons Brasileiros”

18/09 – Fernando Caselato | 25/09 – Índio Cachoeira

 

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s