Compositor brasileiro: hoje é dia de quem com talento, compromisso, sensibilidade e delicadeza torna a vida mais alegre

Villa Lobos 1f
Heitor Villa-Lobos, ao lado da musa Arminda Villa-Lobos, um dos mais consagrados compositores brasileiros de todos os tempos, em nossa terra e mundo afora (Foto: Acervo Museu Villa Lobos-RJ)

Hoje, 7 de outubro, comemora-se o Dia do Compositor Brasileiro.

Alguns amigos e seguidores podem até pensar que o Barulho d’água Música estaria se confundindo, pois também se comemora data semelhante em 15 de janeiro. No começo de cada ano, porém, a efeméride é dedicada aos compositores de todo mundo, então, naquela ocasião, celebra-se o Dia Mundial do Compositor.

Muito justa a homenagem a esta incrível e indispensável categoria de artistas tupiniquins já que em nosso meio cultural há uma lista das mais extensas de gente boa que nos legou para sempre canções e obras extremamente belas, carregadas de significados sobre a brasilidade e, claro, poesia, muita poesia da melhor qualidade. Há, é claro, quem meta os pés pelas mãos e, neste delicado terreno, “escreva” bizarrices inclassificáveis, faça sonetos piores que as emendas, principalmente nos dias de hoje; seriam os “pernas de pau”, para traçar uma analogia com o futebol, sem nos esquecer, entretanto, que boa parcela deles é estimulada, bem paga e venerada pelo mercado e pela indústria do espetáculo só para rimar amor com dor e cantar frustrações amorosas, dores de cotovelo e cortejar musas inalcançáveis e de coração mais duro que pedra.

A riqueza neste quesito que o Brasil guarda, entretanto, é tanta que nem vale a pena queimar vela para mal defunto, e, sim aclamar aqueles que elevam nossa alma, cura-nos de tristezas, espalham valores positivos que ajudam a manter tradições ou até renova-las, mas sempre com muita delicadeza, talento, compromisso, engajamento, pensando, escrevendo, pesquisando…

… atuando muito mais pela difusão da arte e da cultura do que pelo vil metal. Vamos de Chiquinha Gonzaga a Noel Rosa, passando por Heitor Villa-Lobos, Cartola, Ernesto Nazareth, Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Adoniran Barbosa, Herivelto Martins, Pixinguinha, Braguinha, João Pacífico, José Fortuna, Angelino de Oliveira, Raul Torres, Dércio Marques, Cazuza, Gonzaguinha, Zé Rodrix, Raul Seixas, Patativa do Assaré, Itamar Assumpção, entre os muitos que já viajaram fora do combinado como diz um dos contemporâneos, o querido Rolando Boldrin, chegando a Gilberto Gil, Chico Buarque, Caetano Veloso, Consuelo de Paula, Katya Teixeira, Belchior, Sá e Guarabyra, Fagner, Luiz Salgado, Isaias Andrade, Levi Ramiro, Cláudio Lacerda, Wilson Teixeira, Rita Lee, Almir Sater, Renato Teixeira, Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Chico Lobo, Edvaldo Santana, Luís Perequê, João Bá, João Arruda, Elomar Figueira de Melo, Alceu Valença, João Evangelista Rodrigues, Aldy Carvalho, Tavinho Moura, Fernando Brant, Milton Nascimento, Lô Borges, Márcio Borges, Wilson Dias, Paulo Freire, Pereira da Viola, Valdir Verona entre outros tantos que este blog acompanha, conhece, cultua e recomenda sem medo de atravessar o samba ou desafinar. 

Chiquinha Gonzagaw
Quem nunca ouviu a marcha na qual o povo canta “Ó abre-alas que eu quero passar” há mais de cem anos? É uma das muitas composições de Chiquinha Gonzaga, primeira regente de orquestra no Brasil e que já no final dos anos 1800 vivia muito além de sua época

 

Nossos parabéns, portanto, àqueles que com sua sensibilidade, não só no dia de hoje, mas ao longo de todos os demais, em uma frase, ajuda-nos a ter uma vida menos chata. 

Nós, Marcelino Lima, Andréia Regina Beillo, Nalu Fernandes, Elisa Espíndola, Rita Araújo e outros parceiros e colaboradores do Barulho d’água Música simplesmente não conseguimos imaginar um mundo sem música, um mundo sem vocês. E se nos esquecemos de mencionar seu nome nesta plêiade, não fique aborrecido: cedo ou tarde você será atração neste espaço e terá seu valor e grandeza devidamente reconhecidos!

 

Boldrin barulhow
Rolando Boldrin, o estimado Sr.Brasil, além de interprete, ator, exímio contador de causos e cantor é compositor dos mais respeitados e aclamados, autor de um dos hinos mais bonitos da música regional, “Vide vida Marvada”
Anúncios

4 respostas para “Compositor brasileiro: hoje é dia de quem com talento, compromisso, sensibilidade e delicadeza torna a vida mais alegre”

    1. Que assim sempre seja, querida Katya Teixeira! Vinte anos de contribuições para mapear e divulgar as riquezas culturais deste país, mais um ano de Dandô-Circuito Cultural Dércio Marques merecem todos os nossos elogios e esforços para que sejam devidamente valorizados e reconhecidos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s