Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Zeca Baleiro e Zélia Duncan cantam no Sr.Brasil e, no final de outubro, em Maceió (AL)

2 Comentários

ZecaZeliaw

Zeca Baleiro e Zelia Ducan fizeram de um limão uma limonada e apresentação para não perder viagem a Salvador (BA) em janeiro virou show descontraído e intimista, gravado no dia 15 de outubro por Rolando Boldrin (Foto: Elisa Espíndola)

Zeca Baleiro e Zélia Duncan, dois dos mais versáteis e irrequietos cantores e compositores brasileiros, juntaram os talentos e a inspiração e prepararam um projeto musical apresentado em primeira mão na noite de quarta-feira, 15, no palco do Sr. Brasil, programa de Rolando Boldrin que está no ar desde 1981 e há nove anos é sucesso na TV Cultura. Zeca e Zélia ocuparam o palco do SESC Pompeia por mais de uma hora. De forma descontraída, brincando entre si e com o público, interagindo com os causos narrados por Boldrin, contaram que a ideia da parceria surgiu em janeiro, quando ambos deveriam participar de um festival de encontros, em Salvador (BA), mas que acabou antes da hora.

A viagem à Boa Terra, entretanto, não foi perdida e ambos resolveram cantar juntos no Teatro Castro Alves, dando origem ao show intimista que entre outros lugares já foi mostrado no Teatro Guaíra, em Curitiba (PR) e também em Porto Alegre (RS), além de Salvador. “O show com Zeca é fruto de um projeto para o qual nos chamaram e que não vingou, porém, plantou algo que decidimos regar e ver crescer bem devagar”, contou Zélia Duncan. “Tudo era apenas uma brincadeira que foi crescendo, crescendo…”, emendou Zélia, querendo dizer ao parafrasear Peninha que a ideia deu liga por que o repertório para o show foi montado a partir das “parecenças” dos dois, que, segundo ela, são muitas.

Já o cantor durante entrevista ao portal G1 definiu o projeto dos shows conjuntos como “leve, divertido, e que aqui e ali tem uns momentos mais densos”. De acordo com o maranhense, as canções são algumas parcerias, uma faixa gravada por ela no penúltimo CD, interpretações de artistas tais quais Sá & Guarabyra, Roberto e Erasmo Carlos, Rita Lee e Antonio Carlos & Jocafi, inéditas e, ainda, “alguns poucos hits e canções de nosso repertório afetivo”, observou Baleiro.

Após as três primeiras apresentações, os dois têm alternado viagens a São Paulo e ao Rio de Janeiro, onde moram, ensaiando dedicadamente para ficarem ainda mais afinados, em ponto para abraçarem uma possível turnê nacional ou mesmo lançar um disco, embora tenham outras prioridades. “Estamos amamentando: um dia ele vai pra escola, mas sem correria, quando tiver que ser”, afirmou Zélia Duncan. “Deve amadurecer bastante com a estrada”, complementou Zeca.

No Sr. Brasil, eles apresentaram Convite (… as roupas moram no armário, mas preferem a viagem/o silêncio ama a fala, quem cala contou para mim), Queria descobrir e A natureza das coisas, composta pelo goiano Aciolly Neto. Paulinho Boca de Cantor (BA) também contribui com “Eugênio”, um samba que ganhou levada à moda paulistana de Adoniran Barbosa. Antes de se despedirem, já com a contribuição de Edmilson Capelupi, Zeca Baleiro e Zélia Duncan cantaram, improvisadamente, Genuflexório, um dos sucessos de Boldrin.

Capeluppi

Edmilson Capelupi participou da gravação tocando violão de sete cordas (Foto: Marcelino Lima)

A gravação do programa não tem data prevista para ir ao ar, mas os fãs que moram nos arredores de Maceió (AL) poderão ver Zeca Baleiro e Zélia Duncan já neste dia 30, a partir das 21 horas, no Teatro Gustavo Leite. O ingresso poderá ser comprado pela internet por meio do endereço eletrônico http://www.ingressorapido.com.br/Evento.aspx?ID=36315

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

2 pensamentos sobre “Zeca Baleiro e Zélia Duncan cantam no Sr.Brasil e, no final de outubro, em Maceió (AL)

  1. Accioly Neto não era goiano!! E sim de Goiana-PE!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s