Interpretada por Floriano, música de Jorge Andrade que aclama a vida leva título do II Festival da Universidade do Pará

559807_580584221988104_897453556_n
Jorge Andrade, em pé, de camisa xadrez, compôs a letra vencedora do Festival do Pará, Trampolim. Há 17 anos, durante a primeira edição, ele ficara com o segundo lugar (Foto: Sérgio Malcher)

Trampolim,  do compositor Jorge Andrade (PA) interpretada por Floriano, é a vencedora do II Festival de Música Popular da Universidade do Estado do Pará (Uepa).  A final ocorreu na noite de quinta-feira, 27, no Centro Social de Ciências e Educação (CSCE), e, além da música campeã, o público aplaudiu as escolhas dos jurados para Samba Santo (Dudu Neves e Zé Maria Siqueira) e Noites de Sertão (Márcio Farias), respectivamente segunda e terceiras colocadas.

Continue Lendo “Interpretada por Floriano, música de Jorge Andrade que aclama a vida leva título do II Festival da Universidade do Pará”

Anúncios

Paulo Monarco deixa de raspar a ou bater na trave e fatura edição deste ano do Festival da Alta Mogiana

fam6
Paulo Monarco ocupa o pódio do FAM desde 2012, subindo um degrau por ano até faturar a edição de 2014, com Contenteza (Divulgação/FAM)

 Um veterano do Festival da Alta Mogiana (FAM) faturou o primeiro lugar da sexta edição, encerrada na noite de sábado, 29, nos Estúdios Kaiser de Cinema, em Ribeirão Preto. Paulo Monarco conseguiu o troféu de campeão com Contenteza, música que além do primeiro lugar, com gravação garantida pelos produtores do FAM, rendeu ao intérprete e autor R$ 10 mil do prêmio total de R$ 32,5 mil que os inscritos disputavam. A vencedora da categoria instrumental,  A trilha do duende,  é de Robson Luiz Ribeiro, da cidade anfitriã.

Continue Lendo “Paulo Monarco deixa de raspar a ou bater na trave e fatura edição deste ano do Festival da Alta Mogiana”

Finalistas do 6º Festival da Alta Mogiana (FAM) são de sete estados e campeãs saem hoje

10805813_273116532812286_7500139979039308124_n
A final da sexta edição do FAM será na noite deste sábado, 29, no Estúdio Kaiser; treze músicas, das quais três instrumentais, concorrem ao prêmio de R$ 32.500,00 (Crédito: Divulgação)
Saiu a lista dos finalistas da sexta edição do 6º Festival da Alta Mogiana (FAM), depois de duas noites de eliminatórias.  As músicas que podem dar um prêmio de R$ 32.500,00 aos vencedores que serão conhecidos na noite de hoje, 29, no Estúdio Kaiser, com show de encerramento da banda Farufyno, são de sete estados. O Barulho d’água Música vai acompanhar a decisão e deseja a todos os concorrentes boa sorte!
Categoria Canção

Ah Muleque – Plínio Ruas / RIBEIRÃO PRETO SP
Avisa Morena – Gustavo Marques / SOROCABA SP
Cadê o ç de você – Márcio Pazin / CHAPECÓ SC
Contenteza – Paulo Monarco / CUIABÁ MT
Estamos ai – Família Imperial / RIBEIRÃO PRETO SP
Motor – Thiago Augustho / SÃO PAULO SP
No mesmo barco – Darwison / GOIÂNIA GO
Quanto mais meus oio chora, mais o mar quebra na praia – Luiz Salgado /ARAGUARI MG
Urubu mestre do vôo – Eudes Fraga / BELÉM PA
Vai em casa – Marcia Cherubin / SANTO ANDRÉ SP

Categoria Instrumental

A Trilha do Duende – Robson Luiz Ribeiro / RIBEIRÃO PRETO-SP
Estação Gonzaga – Skafandros Orkestra / CAMPINAS SP
Tinhosidade – Andrea Perrone / PORTO ALEGRE RS

João Bosco apresenta em show gratuito sucessos tocados ao violão em quarenta anos de estrada

34668_
O cantor e compositor mineiro há mais de quatro décadas encanta os fãs com músicas que toca acompanhado por seu violão, entre as quais O Bêbado e a Equilibrista, gravada também por Elis Regina (Foto: Divulgação)
João Bosco estará em São Paulo neste sábado, dia 29, para uma apresentação única no SESC Campo Limpo, a partir das 20h30. O público não pagará entrada para curtir o show 40 anos depois, durante o qual o mineiro de Ponte Nova cantará sucessos do seu consagrado repertório marcado por um toque refinado de violão que jazzístico e percussivo, composto por músicas próprias, de Milton Nascimento, Paulinho da Viola, Tom Jobim e Vinícius de Moraes, além de parcerias com Aldir Blanc, entre outros compositores. A lista inclui O Bêbado e a Equilibrista, gravada por Elis Regina, Papel Maché; Corsário; Jade; e Quando o amor acontece, todas aclamadas pelo gosto popular.
O SESC do Campo Limpo fica na rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, a menos de 1.000 metros da estação Campo Limpo do Metrô.

TV Cultura leva ao ar Zeca Baleiro e Zélia Duncan no Sr.Brasil, com Rolando Boldrin

ZecaZeliaw
Zeca Baleiro e Zelia Ducan fizeram de um limão uma limonada:  para não perder viagem a Salvador (BA), apresentação virou show descontraído e intimista, gravado em outubro por Rolando Boldrin (Foto: Elisa Espíndola)

Zeca Baleiro e Zélia Duncan, dois dos mais versáteis e irrequietos cantores e compositores brasileiros, juntaram os talentos e a inspiração e prepararam um projeto musical que ganhou espaço para divulgação no palco do Sr. Brasil, em outubro, e que irá ao ar neste domingo, 30, a partir das 10 horas, na tela da TV Cultura.  Rolando Boldrin gravou com Zélia e Zeca por mais de uma hora, no  SESC Pompeia. De forma descontraída, brincando entre si e com o público, interagindo com os causos narrados por Boldrin, os convidados contaram que a ideia da parceria surgiu em janeiro, quando ambos deveriam participar de um festival de encontros, em Salvador (BA), mas que acabou antes da hora.

Continue Lendo “TV Cultura leva ao ar Zeca Baleiro e Zélia Duncan no Sr.Brasil, com Rolando Boldrin”

Rolando Boldrin, Jaime Além com Nair Cândia, Fábio Zanon, Wilson Teixeira, Viola Quebrada e Celina da Piedade: escolha em qual show ir neste dia 28

rolando rádiow
Rolando Boldrin: show em Ribeirão Preto para comemorar dez anos do projeto Viola Urbana, do produtor cultural  João Araújo (Foto de Marcelino Lima)

Rolando Boldrin, um dos mais consagrados ícones da cultura popular brasileira, é uma das atrações destacadas pelo Barulho d’ Água Música que os amigos, seguidores e os admiradores de boa musica poderão desfrutar nesta sexta-feira, 28 de novembro.

O apresentador do programa Sr.Brasil, há 34 anos no ar, dos quais nove na TV Cultura, fará show a partir das 21 horas, no Theatro Pedro II, localizado na rua Álvares Cabral, 370, Centro de Ribeirão Preto (SP). A abertura e apresentação caberá ao produtor cultural do Viola Urbana, João Araújo, cujo trabalho está completando uma década. 

Continue Lendo “Rolando Boldrin, Jaime Além com Nair Cândia, Fábio Zanon, Wilson Teixeira, Viola Quebrada e Celina da Piedade: escolha em qual show ir neste dia 28”

Fotógrafa da equipe do Barulho d’água Música comemora aniversário com show de Wilson Teixeira, em São Paulo

Elisa e Magrão
Com Sérgio Magrão, do 14 Bis, no camarim do SESC Itaquera, em abril, Elisa Espíndola flagrada pela lente de Nalu Fernandes

Hoje, 26, o Barulho d’água Música comemora o aniversário de Elisa Espíndola, uma das fotógrafas que emprestam o seu talento para o blog.

Elisa é muito querida no meio musical e entre seus principais tietes de carteirinha destacam-se Zeca Baleiro, Renato Braz, Fagner, Tavito, Paulinho Moska, Juca Novais, Tuia Lencioni, Rodrigo Zanc, Salatiel Silva, Cláudio Lacerda, Katya Teixeira e Wilson Teixeira —  apesar do sobrenome, estes dois últimos são manos só de coração.

Wilson Teixeira, por sinal, vai se apresentar na sexta-feira, 28, no Julinho Bar Clube. Durante o show ele tocará suas principais canções e puxará ao som da viola o tradicional coro de “parabéns a você”.  

A equipe Barulho d’água Música ainda não descobriu, infelizmente, a fórmula para estar em dois lugares ao mesmo tempo e, justo no dia da festa vai a trabalho para Ribeirão Preto, obrigando-nos a dar cano e ficar devendo um caloroso abraço na amiga aniversariante. De nossa parte, entretanto, aduvidamos que isso não tem importância, antecipamos nossos cumprimentos e te desejamos, Elisa Espíndola, muita paz, saúde, alegria e tudo o que de melhor houver! De quebra enviamos beijinhos para o Bartô e para o Boris!

O Julinho Bar Clube fica na rua Mourato Coelho, 798, em Pinheiros. É preciso fazer reserva com antecedência, e o couvert está estipulado em 15 paus!

10421094_727353197329053_413768823355333954_n
Elisa Espíndola (de verde), deixando com Wilson Teixeira, Nalu Fernandes e Marcelino Lima a Casa de Cultura Hermann Hesse, em Americana. onde o violeiro fez show, em maio, pela Virada Cultural (Foto: Andreia Beillo)
10365844_4096351982797_2433425337092784515_n
Momento captado por Elisa Espíndola: a equipe de trabalho do Barulho d’água Música posicionando-se e ajustando câmeras para registrar a apresentação de Wilson Teixeira, em maio, durante a Virada Cultural de Americana (SP)
10487292_4292793293707_7092365980490818223_n
Camarim do SESC Campinas. Elisa Espíndola, de branco, está na foto que ela mesma preparou e fez momentos antes de um show de Rodrigo Zanc, em agosto. Na imagem vê-se depois dela Nalu Fernandes, Vivian Daves, e, de pé, Rodrigo Zanin (violão), Bia Zanin, Andreia Beillo, Marcelino Lima, Rodrigo Zanc, Elaine Zanin e Bruno Bernini. Rodrigo Zanin e Bia são filhos de Elaine e Rodrigo Zanc e Bruno Bernini é o percussionista da banda

10505394_893575487322183_7488872570017104538_n

 

Mineiro, Fabrício Conde extrapola adjetivos como violeiro, escritor e contador de causos repleto de predicados

fabricio e músicos
Márcio Hallack, Fabrício Conde e Zé Nogueira foram atrações de mais uma edição do Instrumental SESC Brasil (Fotos de Marcelino Lima)

Genial. Notável. Impecável. Sim, só que não, ou… não apenas. Seja qual for o adjetivo que se empregue para definir Fabrício Conde ainda será um vocábulo reducionista e que não exprimirá, em toda sua completude, o talento deste mineiro de Juiz de Fora (MG), terra situada lá na Zona da Mata que conheço tão bem e para a qual sempre me arrastam várias das minhas memórias afetivas. E ao buscarmos esta definição a qual Fabrício Conde estaríamos nos referindo? Seria possível haver um Fabrício Conde, violeiro, e outro, poeta, escritor e contador de causos, ou vários, coexistindo? 

Continue Lendo “Mineiro, Fabrício Conde extrapola adjetivos como violeiro, escritor e contador de causos repleto de predicados”

Trovadores do Miocárdio apresentam em casa de encontros paulistana mais uma rodada de spoken word sobre amores e paixões neuróticos

Trovadores
Xico, Carolina e Fawcett formam um dos trios do Trovadores do Miocárdio (Crédito: Divulgação)

 Crônicas poéticas inspiradas em músicas com letras que abordam relacionamentos doentios, paixões platônicas, atrações fatais, colapsos e frustrações do coração, entre outras formas de amores fora do quadradinho são a base das apresentações de spoken word (declamações, em Português) do Trovadores do Miocárdio, grupo que reúne o cantor Fausto Fawcett e o jornalista Xico Sá e que nesta quarta-feira, 26,  fará mais uma rodada em São Paulo (SP), desta vez na casa de encontros A Balsa.  

Continue Lendo “Trovadores do Miocárdio apresentam em casa de encontros paulistana mais uma rodada de spoken word sobre amores e paixões neuróticos”

Galeria Olido (SP) recebe encontro da nata de violeiros de vários estados, com entrada franca

Encontro 1w
Fotos: Marcelino Lima

 O virtuosismo e a criatividade de boa parte dos violeiros mais expressivos do Brasil poderão ser conferidos pelo público entre 27 e 29 de novembro no palco da Galeria Olido, o antigo cinema homônimo que fica na avenida São João, 473 (11 3331-8399 ou 11 3397-0171) , Centro de São Paulo, defronte à Capela do Largo do Paysandu e vizinho à Galeria do Rock. A programação que permitirá conhecer diversas afinações e formas de tocar o instrumento será aberta na quinta-feira, dia 27, a partir das 19h30, por Katya Teixeira, que na mesma noite será seguida por Levi Ramiro. Pereira da Viola encerrará a primeira noite.

Matutow
Matuto Moderno (Foto: Ulisses Matandos)

 Mais quatro atrações vão se revezar para entreter a plateia na segunda noite, quando estarão em destaque entre outros o grupo Matuto Moderno, que recentemente completou 15 anos de estrada. Índio Cachoeira, considerado um dos mestres da viola caipira, estará entre elas, além de Os Favoritos da Catira e do Trio Tamoyo.

Continue Lendo “Galeria Olido (SP) recebe encontro da nata de violeiros de vários estados, com entrada franca”