Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Eliminatórias do Festival de Música da Alta Mogiana músicas de 16 estados e do DF

Deixe um comentário

 

RZ Jabiticabal

Rodrigo Zanc, de São Carlos/SP (Foto: Marcelino Lima)

nova-imagem6

Luiz Salgado, de Araguari/MG (Foto: Marcelino Lima)

A comissão organizadora do FAM (Festival de Música da Alta Mogiana) divulgou nesta semana as músicas classificadas à 6ª edição do festival, entre a quais, pela primeira vez, foram aceitas inscrições de peças instrumentais. Ao todo, 527 músicas chegaram de todo o Brasil, das quais  471 canções (música e letra), e 56 instrumentais.  Todas serão apresentadas em Ribeirão Preto (SP), cidade sede do evento, nas eliminatórias dos dias 27 e 28 de novembro, nos Estúdios Kaiser de Cinema. A final será dia 29, no mesmo local, situado na Rua Mariana Junqueira, 33, (16) 3620-7032 / 3043-6504.

Os prêmios para os finalistas totalizam R$ 32,5 mil. Nesta edição, há inscrições de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia, Rio Grande do Sul, Rondônia, Paraíba, Espírito Santo, Ceará, Goiânia, Distrito Federal, Pará, Paraná, Tocantins, Acre e Maranhão. São Paulo apresentou 14, quatro delas da cidade de Ribeirão Preto. De Minas Gerais foram três classificadas e do Pará, duas. 

As eliminatórias ficaram definidas da seguinte forma: dez canções e três instrumentais serão executadas  no dia 27/11 e as demais em 28/11. Dez canções e três instrumentais serão selecionadas para a final.

O FAM já teve em seus shows de encerramento Elza Soares, Funk Como Le Gusta, Mundo Livre S/A, Aláfia, BNegão e Tribo de Jah, entre outros. As atrações musicais desta edição serão divulgadas em breve. Confira a lista de músicas classificadas, que também serão divulgadas  em http://www.gravadoravirtual.net/fam e do facebook.com/famribeirao, a partir de 25/10. o Festival é uma realização da Eclética Produtora de Ideias! e Zumquê Produções & Arte com o incentivo do ProAC (Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura) e patrocínio da Coca-Cola Andina Brasil. Conta também com o apoio do Coletivo Fuligem, Guitar Music Shop, São Paulo Film Commission e da Secretaria Municipal de Cultura de Ribeirão Preto.

Categoria Canção

  • Ah moleque – Plínio Ruas / RIBEIRÃO PRETO SP
  • Amorável – Zé Alexandre / POÇOS DE CALDAS MG
  • Avisa morena – Gustavo Marques / SOROCABA SP
  • Baião em uma nota só – Genésio Tocantins / PALMAS TO
  • Banzeiro – Pedrinho Cavalléro / ANANINDEUA PA
  • Braço de mar – Álvaro Cueva / SÃO PAULO SP
  • Cadê o ç de você – Márcio Pazin / CHAPECÓ SC
  • Cinema sideral – David Duarte / FORTALEZA CE
  • Devaneio – Bianca Godoi / RIO DE JANEIRO RJ
  • Dinda – Deonice Franco / BROTAS SP
  • Estamos aí – Família Imperial / RIBEIRÃO PRETO SP
  • Eu sou da roça – Rodrigo Zanc / SÃO CARLOS SP
  • Fé na bola – José Cândido / SÃO SIMÃO SP
  • Junho de todos os santos – Zebeto Corrêa / BELO HORIZONTE MG 
  • Motor – Thiago Augustho / SÃO PAULO SP
  • No mesmo barco – Darwinson / GOIÂNIA GO
  • Para mim, você – Val Donato / JOÃO PESSOA PB
  • Quanto mais meus oio chora, mais o mar quebra na praia – Luiz Salgado /ARAGUARI MG
  • Urubu mestre do vôo – Eudes Fraga / BELÉM PA
  • Vai em casa – Márcia Cherubin / SANTO ANDRÉ SP

 Categoria Instrumental

  • A Trilha do duende – Robson Luiz Ribeiro / RIBEIRÃO PRETO
  • Ciranda do amanhã – Zé Guerreiro / RIBEIRÃO PRETO
  • Estação Gonzaga – Skafandros Orkestra / CAMPINAS
  • O Frevo mais rápido do oeste – Ali na esquina / SÃO PAULO 
  • Rumo a Curitiba – Carrapicho Rangel / ARARAQUARA
  • Tinhosidade – Andrea Perrone / PORTO ALEGRE

 

 

 

 

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s