Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Aniversariante do dia, Jucilene Buosi carrega no coração e leva aos palcos a versatilidade da música do Sul de Minas Gerais

Deixe um comentário

Hoje, 28, é dia do Barulho d’água Música parabenizar por mais um aniversário uma entusiasta representante da música sul mineira.

Jucilene Buosi é formada em Canto Lírico pela Faculdade de Música Carlos Gomes (SP) e Conservatório Estadual de Música de Pouso Alegre (MG). Cantora-bolsista da Fundação Vitae (SP, 2001/2002), desenvolveu repertório e técnica vocal com os melhores profissionais do cenário lírico brasileiro. Atuou em grupos de teatro experimental, em corais cênicos, em óperas e em espetáculos musicais.

Estreou em disco com 1984 (2007),  leitura da obra prima de George Orwell, dirigida pelo coreógrafo e bailarino Tuca Pinheiro. A trilha é assinada por Wolf Borges, que também tem a direção artística do novo trabalho, Um Retrato. 

No segundo álbum, Jucilene interpreta sucessos de compositores como Milton Nascimento, Alceu Valença, Joyce e Fátima Guedes, em faixas nas quais são mesclados novos talentos do Sul de Minas Gerais, permitindo a ela apresentar a qualidade vocal  em vários estilos, incluindo rock progressivo, xotes e um forró pão de queijo intitulado Balango, de Raimundo Andrade. Há ainda baladas e uma levada de blues do parceiro Wolf Borges, sem contar incursões pela bossa nova em Verão, de Dinho Caninana.

 

Jucilene 2

Jucilene Buosi é de Poços de Caldas (MG) e em sua carreira  tem dois álbuns gravados com a direção do parceiro ao fundo Wolf Borges (Foto: Marcelino Lima)

 

Jucilene Buosi esteve com Wolf Borges neste ano, no 49º Festival de Música e Poesia e Paranavaí (PR). Ambos defenderam Boca de Forno, apresentada com direito a coreografia do casal

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s