Ricardo Vignini será atração do Festival São Chico das Violas e Matuto Moderno da edição de 35 anos do Globo Rural

RV

Paulistano, Ricardo Vignini  é um dos mais carismáticos violeiros da atualidade, além de professor de viola caipira, produtor e pesquisador de cultura popular do Sudeste. A carreira solo conta com o álbum Na Zoada do Arame, que, praticamente esgotado, o levou a ter de produzir mais uma fornada diante de tantos pedidos. Ele também é dono do selo Folguedo. Criado em 2002 com o objetivo de lançar títulos de música caipira, mas aberto ainda a grupos de cultura popular, bandas e DJ’s que tenham influências da música de raiz, a Folguedo conta com a distribuição da Tratore e um público fidelizado.

Com tantas atividades, Ricardo Vignini ainda reúne fôlego e tempo para tocar ao lado da banda Matuto Moderno, que em 2014 completou 15 anos de estrada e já conta com cinco discos. Com o amigo Zé Helder também faz shows e promove o projeto Moda de Rock – Viola Extrema, que se tornou sucesso de vendas desde o lançamento, em 2011, estourando inclusive nos Estados Unidos. O Moda de Rock é uma compilação de vários e consagrados rocks e heavy metals internacionais adaptados para a viola caipira, reunindo em suas faixas de Led Zeppelin a Pink Floyd, passando por Ozzy Osbourne, Sepultura e Jethro Tull. A obra já tem uma versão em DVD, com a participação ao vivo de Pepeu Gomes, e em breve será lançada a segunda, com novidades como Why Worry, do Dire Straits.

Há poucos dias Vignini foi anunciado como endorse da Rozini, uma das melhores fábricas nacionais de instrumentos de cordas. O convite, não bastasse o reconhecido talento que já o levou além fronteiras para países como França e Estados Unidos, reforça sua profunda identidade com o instrumento que o faz parceiro, também, de um dos mestres caipiras do país, Índio Cachoeira. Ambos gravaram e lançaram em 2014 Viola Caipira-Duas Gerações, com concorrido show no Sesc Belenzinho. Vignini e Índio Cachoeira assinam a maioria das faixas e brindam os ouvintes com sonoridades diversas, entre as quais a latina e a oriental. A canção 4, Galope Beira Corgo, é de autoria de Levi Ramiro, outro ícone entre os violeiros

Vignini também costuma acompanhar cantoras como Katya Teixeira e Maria Dapaz, além de já ter tocado com o grupo paulista Vozes Bugras. Recentemente, produziu o álbum Puisia, o primeiro do Trio José, promissor grupo de São José dos Campos (SP).

Para a afamada revista Guitar Player, em matéria de dezembro de 2003, “o violeiro Ricardo Vignini (…) trouxe uma abordagem original ao mundo dos instrumentos de cordas. Ele conseguiu unir a pureza do som da viola de dez cordas ao universo eletrificado da guitarra elétrica”.

Grobo Rurar

O programa Globo Rural, apresentado todos os domingos às 8 horas na Rede Globo, está completando 35 anos no ar. Para marcar a data, neste domingo, 11, o jornalista José Hamilton Ribeiro convidou o Matuto Moderno, banda na qual Vignini toca ao lado de Zé Helder, Ricardo Berti, Edson Froes, Marcelo Berzoti e André Rass.

matutow
Matuto Moderno: fusão de rock com ritmos regionais como o caipira e a catira (Foto: Marcelino Lima)

Serviço: São Chico das Violas, informações e reservas: http://www.photozofia.com.br; R$ 15,00

 

curso 2015 (1)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s