Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Anderson Baptista e Rodrigo Nali estão entre convidados dos 35 anos do Globo Rural

Deixe um comentário

andreson e naliw

Anderson Baptista e Rodrigo Nali foram pupilos de Ivan Vilela e hoje se destacam formando uma dupla dedicada à moda de viola e o Duo Catrumano, além do Trio Carreiro e do Viola Arranjada, que contam ainda com os parceiros Ighor Áquila e Thiago Rossi  (Fotos: Marcelino Lima)

Os cantores e compositores Anderson Baptista e Rodrigo Nali estão entre as atrações a serem apresentadas neste domingo, 11 de janeiro, durante mais um especial da Rede Globo pelo aniversário de 35 anos do Globo Rural, programa de agronegócios da emissora. Entre outros expoentes das músicas caipira e regional, nesta edição o público também poderá curtir, a partir das 8 horas, a banda paulistana Matuto Moderno, com a direção do jornalista José Hamilton Ribeiro.

Anderson Baptista e Rodrigo Nali formam uma dupla cuja especialidade é a moda de viola, com destacada influência de Tião Carreiro. Mas visitam, ainda, dentre outros, o repertório de Tião do Carro, Goiano, Caetano Erba, Zé Garoto e Timboré, Mário Zan e Belmonte e Amarai. Na lista de sucessos que costumam tocar e cantar constam Empreitada perigosa, Francisco de Assis, Lamento de um peão, Trono da saudade, Chalana Saudades da minha terra.

Os dois também formam o Duo Catrumano e, ao lado de Ighor Áquila, o Trio Carreiro. Com Áquila, Vinícius Muniz e Thiago Rossi, Baptista tem participação também no quarteto Viola Arranjada. Ambos já tocaram também na Orquestra Filarmônica de Violas, que Ivan Vilela fundou em 2002 em Campinas.

1958419_563504403786799_2030319303528129452_n

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s