São Chico das Violas (SP) caminha para o final, mas ainda tem Zeca Collares, e, depois, Adriana Faria

zeca collares arte
Zeca Collares, mineiro radicado em Sorocaba, mistura nas cordas de sua viola música de raiz, barroca e jazz (Foto: Marcelino Lima)

Zeca Collares dará sequência neste sábado, 24, ao Festival São Chico das Violas, que está rolando desde 3 de janeiro no acolhedor distrito de São Francisco Xavier, em São José dos Campos (SP). A apresentação, como nas vezes anteriores, começará às 21h30, no Largo São Sebastião, 105, com o ingresso ao custo de R$ 15,00. Promotora do festival, a Photozofia Cozinha e Arte abriu o São Chico com o casal Oswaldinho e Marisa Viana, e, no dia 10, reservou o palco para Ricardo Vignini. Em 7 de janeiro, João Lucas e Léo passaram pelo palco. A programação será encerrada no dia 31, com Adriana Faria.

 

Mineiro nascido na cidade de Grão Mogol, embora, atualmente, resida em Sorocaba, no Interior Paulista, Zeca Collares é instrumentista, arranjador e cineasta. A carreira que já soma mais de quinze anos conta com sete álbuns e ele produziu, ainda, quatro curtas metragens, além de trilhas para diversos filmes. Possui técnica apurada de viola caipira e muita sensibilidade, qualidades que permitem das cordas do seu pinho brotarem  sonoridades diversas e elementos contemporâneos mesclados às músicas de raiz brasileira, barroca, chorinho e jazz. Durante o estradar, dividiu o palco entre outros com Hermeto Pascoal, Duofel, Pena Branca & Xavantinho, Fernando Deghi, MPB 4, Xangai, Adelmo Arcoverde e Rogério Gulin, entre outros. Em novembro, foi uma das atrações do Encontro Nacional de Violeiros, promovido na Galeria Olido, em São Paulo (SP). Na ocasião, além de Zeca Collares, o público ouviu Katya Teixeira, João Arruda, Índio Cachoeira, Matuto Moderno, Pereira da Viola, Levi Ramiro, Cacique e Pajé, Gustavo Guimarães, Wilson Dias, Bilora Violeiro, Joaci Ornellas, Roberto Corrêa, Júlio Santin, Noel Andrade, Osni Ribeiro, Jaime Além, Yassik Chediar e João Mulato e Cassiano.

O autor de Pés Descalços e Primavera Mineira, dois dos títulos da bela discografia, é também, ao lado de Julio Santin, um dos organizadores do Caipirapuru, festival de viola caipira que anualmente é promovido na cidade paulista de Irapuru. A edição mais recente ocorreu entre 26 e 28 de dezembro recentes. 

 

we follow

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s