Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Dia da Música terá mais de 100 shows no Brasil em junho. Bandas já podem pedir votos e público indicar favoritas.

2 Comentários

1422998710.highlight

As cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro abrigarão mais de um centena de shows e dezenas de outros ocorrerão pelo Brasil durante 20 e 21 de junho, datas reservadas ao Dia da Música, evento organizado e patrocinado  por empresas ou grupos como o GVT e a Rede Globo, além da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro e da Secretaria de Cultura do Governo do Rio de Janeiro, em parceria com os promotores mundiais da Fête de la Musique.

 

Planejada para celebrar a entrada do verão no hemisfério Norte e, concomitantemente, do inverno no Sul, a Fête de la Musique agitará mais de 100 países e reunirá bandas de estilos diversos como reggae, blues, jazz e rock. Cá por nossos trópicos, a lista inclui ainda os gêneros música popular brasileira e samba.

Um dos objetivos do Dia da Música é levantar dados sobre a produção autoral brasileira, mostrando tendências e revelando talentos. No Brasil, 10% da população toca algum instrumento e 4% compõe música, de acordo com a pesquisa  Públicos de Cultura, do Sesc.

As bandas interessadas serão escolhidas por um dos três caminhos indicados em http://www.diadamusica.com.br/festival, apresentados pelos tópicos abaixo. Pessoas que queiram escolher atrações e ir às apresentações  já podem clicar no botão “quero ir!” disponibilizado ao lado do nome da banda, no sítio do evento. Nos dias dos shows, o público  poderá atribuir entre 1 a 5 estrelas e as bandas e locais do circuito off com melhores avaliações por meio deste critério ganharão prêmios:

  • Seleção por curadores: alguns dos considerados melhores curadores de música do Brasil selecionarão bandas cadastradas no portal do Dia da Música  para tocar nas duas capitais, em 21 de junho;
  • Seleção pelo circuito off: casas noturnas, bares, centros de cultura e outros espaços poderão convidar bandas cadastradas para shows no dia 20 de junho;
  • Seleção pelo público: por meio do portal e dos aplicativos móveis do Dia da Música, o público poderá indicar bandas de sua preferências. As doze que mais conseguirem cliques em “quero ir!” serão as convidadas para São Paulo e Rio de Janeiro, sendo seis para cada. Além disso, as bandas com mais “quero ir!” aparecerão no topo da lista para quem acessar o sítio (inclusive curadores e responsáveis pelos locais que convidarão bandas a fazer shows).

Já para quem tem um local disponível para shows e quiser chamar bandas para tocar no Dia da Música, será oferecido:

  • Listagem de centenas bandas com diversos filtros para a escolha (gênero musical, localidade, show elétrico ou acústico etc.);
  • Divulgação dos shows realizados no dia 20 de junho de 2015 na programação oficial do evento;
  • Prêmios em dinheiro para os locais que fizerem a melhor programação musical de acordo com votação do público;
  • Ferramenta para gerenciar propostas de shows para bandas;
  • Apoio para a liberação do pagamento de direitos autorais da banda (até data limite definida no sítio).

Para escolher e convidar bandas, basta clicar em “quero hospedar um show”, escolher a(s) banda(s) e fazer uma proposta seguindo as instruções, disponíveis na página eletrônica do evento. Proprietários de bares, de casas noturnas, escolas, centros de cultura e bibliotecas podem participar, desde que tenham autorização formal para realizar shows e o local possa receber público externo.

Entre as bandas que estão no páreo para se apresentar no Dia da Música aqui no Brasil estão a paulista Subtotal e a paraense André Siqueira Trio. 

O grupo Subtotal reúne os irmãos osasquenses Drausio Silva (guitarra, violão e acordeon)Douglas Silva (guitarra e vocal), Marco Soledade, o Pepito (bateria e percussão), Juracy Ângelo (percussão) e Gilberto Campos (contrabaixo). Formada no início dos anos 1980, a Subtotal é referência no circuito underground paulistano e levou a alguns templos sagrados como o Lira Paulistana, a casa da vanguarda de Sampa situada em Pinheiros entre 1979 e 1986, o trabalho de composições próprias que mescla punk, tropicalismo, baião, funk, reggae e até bossa nova e samba, além claro, de rock.

Subtotal 3 pb

A banda Subtotal, durante a apresentação recente no Sesc Osasco, com a participação de Bocato (Foto: Marcelino Lima)

A Subtotal tocou recentemente no Sesc de Osasco, com Zeca Souza substituindo Campos naquela ocasião e com a refinada participação de Bocato. A banda também já gravou com o cantor e compositor Edvaldo Santana  para o repertório do álbum M.úsica P.ropositadamente B.izarra, com versão também em DVD, ao vivo, em agosto de 2012, no Sesc Belenzinho (SP). O público sempre curte muito as canções próprias do grupo entremeadas  ainda  sucessos do Karnak (Alma não tem cor), de Itamar Assumpção (Muito Louco), de Edvaldo Santana (Samba do Trem),  de Paulo Netho (Londrina, Essa menina e Nova ironia), e Sub-anormal (Luiz Melodia).

O André Siqueira Trio é formado por André Siqueira (violão, guitarra e viola caipira), Gabriel Forlani Zara (contrabaixo), e Bruno Cotrim (bateria). Apresenta um repertório diferenciado de temas instrumentais que passa por sucessos de  compositores brasileiros como Pixinguinha, Egberto Gismonti, Guinga, Hermeto Pascoal, Dori Caymmi, João Pernambuco e Lenine, entre outros – além de temas do próprio André Siqueira. “A proposta de tocar música brasileira instrumental, diferente do que se toca em bar, já é legal. São coisas que você não ouve mais no rádio”, costuma comentar  André Siqueira, que também é produtor musical e parceiro de músicos como os mineiros Wilson Dias e Déa Trancoso e professor do curso de Música da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

André Siqueira Trio

O André Siqueira Trio

 

mosca

 

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

2 pensamentos sobre “Dia da Música terá mais de 100 shows no Brasil em junho. Bandas já podem pedir votos e público indicar favoritas.

  1. Votar na banda cubo como preferida

    • Ola Cris, tudo bem? Boa tarde! Agradecemos pelo contato com o blog e pela mensagem. Não conhecemos, ainda, a banda Cubo, mas por favor nos esclareça: para qual evento você deseja que votemos ou você votaria nela como preferida? Virada Cultural? Dia da Música? Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s