Troféu Pinóquio será prêmio de Sérgio Turcão e de Giba da Viola para quem contar a maior mentira em festival de Barão Geraldo (SP)

1525379_10201839947300288_1519089837_n
Giba da Viola, o vencedor do Festival de Causos de 2014, e Sérgio Turcão: só não vale dizer em Barão Geraldo que nunca mentiu e tentar entrar se passando por guri para não pagar o ingresso: os organizadores são mentirosos natos, mas enquanto você vem com o milho…

A mentira é uma verdade que se esqueceu de acontecer (Mário Quintana)

Neste Sábado de Aleluia, dia 4 de abril, quem quiser um pouco de diversão para além de malhar algum político como se fosse Judas encontrará bons motivos para se descontrair, e rir, acompanhando, a partir das 12h30, o VIII Festival de Causos e Mentiras, que o músico Sérgio Turcão, da dupla Jica y Turcão, promoverá em restaurante localizado no bairro Barão Geraldo, de Campinas (SP). Ao melhor contador de causo, história ou mentira será ofertado o Troféu Pinóquio. Tradição que se repete em datas sempre  próximas a 1º de abril, por razões óbvias, a participação será aberta a toda pessoa que conseguir fazer inscrição até cinco minutos antes do início das apresentações. Além das lorotas, de quebra o público assistirá show caipira com Sérgio Turcão e Giba da Viola, eméritos e natos contadores de causos.

Continue Lendo “Troféu Pinóquio será prêmio de Sérgio Turcão e de Giba da Viola para quem contar a maior mentira em festival de Barão Geraldo (SP)”

Daniel Franciscão canta com Marina Ebbecke e Sérgio Turcão no programa Talentos, de Herodoto Barbeiro

danielfranciscao

Músico cantor e compositor, professor de viola e regente da Orquestra de Violas Terra da Uva (OVTU), de Jundiaí (SP), Daniel Franciscão foi a atração na noite de segunda-feira, 30, do quadro Talentos do Jornal da Record News, apresentado sempre pelo jornalista Heródoto Barbeiro, que já recebeu  mais de quinhentos artistas de diversas tendências da música e da cultura nacionais. Daniel Franciscão apresentou faixas do seu álbum autoral Violeiro de Profissão e clássicos como Comitiva Esperança (Almir Sater/Sergio Reis) e Papo pro ar (Joubert Carvalho), acompanhado por Marina Ebbecke  e Sérgio Turcão.

Continue Lendo “Daniel Franciscão canta com Marina Ebbecke e Sérgio Turcão no programa Talentos, de Herodoto Barbeiro”

Rodrigo Zanc (SP) toca em encontro de poetas e em entrevista em São Carlos canções de novo trabalho com Isaías Andrade

DSC05523
Violeiro de São Carlos concede entrevista sobre a obra e a carreira ao programa Caixa de Entrada, da UFScar (Foto: Marcelino Lima)

O cantor e compositor Rodrigo Zanc apresentou parte das canções dos álbuns Pendenga (2006) e Fruto da Lida (2013) no sábado, 28, durante a realização do 18º Encontro de Poetas de São Carlos e região, evento promovido como projeto de extensão da Biblioteca da Universidade Federal de São Carlos (Ufscar), cidade do Interior paulista.

Continue Lendo “Rodrigo Zanc (SP) toca em encontro de poetas e em entrevista em São Carlos canções de novo trabalho com Isaías Andrade”

Rodrigo Zanc: o cara que nos faz acreditar que e a vida é bela faz aniversário hoje

Amigo e seguidor:

Pense em uma pessoa do bem, carinhosa, companheira, correta, grata, sincera, simpática, que faz tudo com esmero, caprichado de verdade, sua a camisa com prazer, alma e gosto! O Rodrigo Zanc é quem pintou ai em sua cuca, né? Pois então, não perca tempo, mano! Passe a mão no telefone, no zap zap, por e-mail ou por uma das mídias sociais envie mensagens e votos de parabéns e de sucesso contínuo para nosso querido violeiro lá de São Carlos (SP) por que hoje é aniversário dele!  

 

Continue Lendo “Rodrigo Zanc: o cara que nos faz acreditar que e a vida é bela faz aniversário hoje”

Barão Geraldo recebe Nelson da Rabeca e Dona Benedita para apresentação com os Flautins Matuá

10982572_918267371527159_4148304966201486552_o
Nelson da Rabeca e a esposa, Dona Benedita: ele aprendeu a tocar sozinho o instrumento, ela o acompanha cantando durante as apresentações do casal

Nelson dos Santos, alagoano de Joaquim Gomes popularizado como Nelson da Rabeca, mais a esposa, Dona Benedita, são convidados do grupo Flautins Matuá para uma apresentação arretada que promete sacudir as estruturas do Espaço Cultural Casarão do Barão, situado no distrito Barão Geraldo, em Campinas (SP). O fuá está marcado para 31 de março, a partir das 20 horas.

O rabequista e compositor brasileiro é oriundo de família que sempre se dedicou a trabalhos na agricultura, principalmente à lavoura da cana-de-açúcar, da qual largou apenas ao descobrir seus dotes artísticos. Sem jamais ter frequentado bancos escolares, sem saber ler, e ainda sem precedentes musicais na família, senhor Nelson aprendeu a tocar rabeca sozinho, aos 54 anos, após ver um violino pela televisão. Apaixonado pelo instrumento, decidiu, então, fazer o seu próprio. Benedita da Silva o acompanha como vocalista e com o marido tem dez filhos, todos músicos.

site-Grupo-de-Pífanos-Flautins-Matuá-foto-de-Rafael-Jorge-1-640x360
Um grupo de alunos da Unicamp juntou-se e formou o Flautins Matuá, em 2002 (Foto: Rafael Jorge)

O grupo Flautins Matuá surgiu em 2002, em Campinas, pela vontade de seus integrantes em aprender a tocar pífano e de pesquisar as brincadeiras tradicionais brasileiras. Eram alunos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) que desde então já percorreram cidades do país e excursionaram mundo a fora, passando por países como Itália e França. É formado por Fernando Tocha (pífano e flauta transversal); João Arruda (viola); Marina Reiter (percussão); Franco Galvão (zabumba) e Bruno Dutra (pífanos).

O Espaço Cultural Casarão fica na Rua Maria Ribeiro Sampaio Reginato, sem número, no bairro Terras do Barão, em Barão Geraldo.

SC 2

klango violeiro

Suricato colombiano faz show único em São Paulo; quarteto homônimo do Brasil se apresenta no Rio de Janeiro e em BH

maxresdefault
O grupo colombiano Suricato está em turnê pelo Brasil e vai se apresentar no Alto de Pinheiros, bairro paulistano, fundindo rock e jazz a ritmos do país sul-americano

 

A Casa do Núcleo vai receber nesta quinta-feira, 26, a partir das 21 horas, mais uma atração internacional. Desta vez o palco estará reservado à banda colombiana Suricato, que está fazendo turnê pelo país trazendo para os shows repertório que a partir de raízes eminentemente do seu país passa por diversos estilos musicais como rock, jazz , musica latina e pop. “A Colômbia é o país que talvez tenha a cena musical mais surpreendente na América Latina hoje”, entende o crítico e músico Benjamim Taubkin. “Vários projetos vem estabelecendo um diálogo muito original e inovador  entre as músicas tradicionais e as linguagens mais contemporâneas”, prosseguiu.

Continue Lendo “Suricato colombiano faz show único em São Paulo; quarteto homônimo do Brasil se apresenta no Rio de Janeiro e em BH”

Sesc Consolação (SP) reúne mais uma vez Vânia Bastos, Selma Reis e Marcos Paiva em homenagem a Pixinguinha

Selma Reis por Vinícius Campos3
Selma Reis participou de grandes musicais e novelas na TV Globo. O atual CD, Poeta da voz, tem apenas canções de Paulo César Pinheiro. (Foto: Vinícius Campos)

Chorinho Bom, projeto que teve início para marcar 40 anos de falecimento de Pixinguinha, em 2013, vem conseguindo lotação máxima em todas as apresentações. As estrelas deste tributo ao “Mestre do Choro” são as grandes cantoras Vânia Bastos e Selma Reis, que interpretam clássicos da obra única de Pixinguinha. Muita emoção na plateia e no palco. É espetáculo para todas as idades e que terá mais uma sessão no sábado, 28 de março, às 21 horas, no teatro Anchieta, do Sesc Consolação (SP). Ambas serão acompanhadas por  Marcos Paiva (baixo acústico), um dos melhores artistas da nova safra da música instrumental brasileira, que reencontra o Choro neste show e com arranjos lúdicos e criativos mostra a beleza da obra de Pixinguinha de forma bem particular. 

Continue Lendo “Sesc Consolação (SP) reúne mais uma vez Vânia Bastos, Selma Reis e Marcos Paiva em homenagem a Pixinguinha”

Reggae une Adoniran a Bob Marley em Campinas (SP)

rasta_odyssey_reggae_jah_zion_abstract_hd-wallpaper-1614726
O tempo em Barão Geraldo poderá estar carrancudo e a noite fria em 26/03, mas no interior da Casa São Jorge até São Pedro deverá estar se entregando a magia e a paz destas luzes
 

A previsão do tempo, que nem sempre se confirma, antecipa tempestade para a noite de quinta-feira, 26, em Barão Geraldo, distrito de Campinas (SP). A temperatura, por volta das 19 horas, deverá estar na casa dos 20 graus C. Mas estas intempéries, com certeza, não segurarão em casa a galera da cidade e municípios próximos que curte a sonoridade jamaicana e suas ramificações e está na febre por mais uma Positive Vibrations. Pois é chegada a hora, amigos e seguidores: a quarta edição da festa começará a rolar, exatamente no dia e no momento em que os céus ameaçam desabar — ou até já estejam desabando –, entretanto com tamanha energia e paz que provavelmente até São Pedro colará na Casa São Jorge trajando túnica colorida e com as longas cabeleiras trançadas em rastafári.    

A positividade é a pegada dessa verdadeira celebração à alegria. Como nas ocasiões anteriores será possível dançar ouvindo muito reggae, dub, ragga, nayambing, ska, e dancehall, entre outros ritmos da Jamaica apresentados pela Adube, que fará homenagem ao mestre Bob Marley, e do Malacabeza, mais a a discotecagem em vinil dos residentes Xegado e Rodrigo Dzion.

 A Adube sempre vai fundo na pesquisa do raggae jamaicano. Neste ano tocará com arranjos próprios inspirados nas versões originais um repertório que abrange músicas de todas as fases da carreira do Rei do Reggae Bob Marley. Reúne Fernando Tocha (vocal e flauta), Graciela Soares (backing vocal), Nina Neder (backing vocal), Giorgio Francisco (guitarra), Viviane Pinheiro (piano), Iago Tojal (baixo), Fernando Junqueira (bateria).

maxresdefault
O repertório da banda Adube, com arranjos próprios, visita todas as fases da carreira do Rei do Reggae Bob Marley

A banda Malacabeza forma um time de craques bem distribuído nas cordas, teclas, bateria, metais, e vocais e não deixa ninguém parado quando manda seu ska, estilo contagiante da década dos anos 1960. O repertório em sua maioria é de músicas próprias, mas os integrantes também costumam embalar as plateias com versões criativas de clássicos, com destaque para o samba de Adoniran Barbosa Ói Nóis Aqui Traveis, consagrado pelos Demônios da Garoa.

A discotecagem de Xegado é exclusivamente feita em disco de vinil. Ele tem pesquisa musical em grooves e apresentará as influências que a música jamaicana incorporou nas terras brasileiras. Rodrigo Dzion representa o coletivo de discotecagem jamaicana Campinas Posse, fazendo seleção em vinil de sons raros que perpassam diversas fases da música do país banhado pelo Caribe. É organizador do Reggae na Quebrada, que agrega DJs e MCs que fluem na linguagem dessa cultura.

O trabalho fotográfico da quarta Positive Vibrations será uma contribuição do competente irmão Rafael Cruz. O ingresso comprado antecipadamente custará R$ 10,00; na portaria, será vendido por 15 contos. A Casa São Jorge fica na avenida Santa Isabel, 655, Barão Geraldo.

SC 2trocaodisco-musicos-de-rua-800x390

Continue Lendo “Reggae une Adoniran a Bob Marley em Campinas (SP)”