Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Camerata Caipira volta à Brasília (DF) para apresentação no Clube do Choro

1 comentário

Floride

Apresentação da Camerata Caipira em Camberra, na Austrália (setembro/14), durante viagem no qual o disco do grupo foi lançado em primeira mão, antes mesmo de sair no Brasil

 

O grupo Camerata Caipira  tem apresentação marcada para Brasília (DF) no dia 17 de março. Isabella Rovo, Victor Batista, Nelson Latif e Bosco Oliveira, nascidos em diferentes cidades do país, costumam mostrar em cada show um leque de ritmos presentes na variada cultura popular brasileira. Em busca de uma sonoridade particular, o quarteto apresenta repertório composto por músicas próprias do álbum Camerata Caipira, além de versões contemporâneas de sucessos tradicionais, com arranjos versáteis para vozes e para instrumentos de cordas (cavaquinho, viola caipira, violões de seis e de sete cordas) e de percussão. Na Capital Federal, a cantoria está marcada para o Clube do Choro, a partir das 21 horas. O ingresso será vendido por R$ 20,00 (inteiro) ou por R$ 10,00 (meia).

A apresentação no Clube do Choro de Brasília será recheada de convidados especiais. Katya Teixeira, Aldo Justo, Beirão Neves e Sandro Alves sobem ao palco para participar de canções gravadas no CD Camerata Caipira.

A proposta da Camerata Caipira prova que é perfeitamente possível amar o melhor da música tradicional e simultaneamente abrir-se às invenções, possibilitando experimentações sonoras que revelam a diversidade musical brasileira no sotaque de cada um de seus integrantes. O prazer óbvio que Isabella, Victor, Latif e Bosco demonstram por fazer música juntos desenvolve rápida interação com o público, transforma-se em cumplicidade e proporciona a todos uma experiência original e única. Cocos, Xotes, Sambas de roda e Frevos costumam representar o Nordeste do país. O Norte é contemplado por Toadas de boi e pela sedução do Carimbó.  Dos campos do Sul, animam as plateias o Bailão popular; enquanto o Choro retrata o Sudeste, os Cantos de Mutirão, Pagodes de viola e Congadas trazem o que há de bom no Centro Oeste.

Natural de Brasília, Isabella Rovo assimila a pluralidade do sotaque cultural da nova capital nacional. Formada em Educação Artística, dedica-se à música, às artes plásticas, à educação e pesquisa da cultura popular brasileira. Já integrou os grupos Liga Tripa, Brazealand e Quinteto Popular Brasil. Junto ao Ponto de Cultura COEPI, situado em Pirenópolis (GO), enveredou pelo universo das tradições caipiras.

 

Victor Batista é mineiro de Belo Horizonte. Cantor e compositor, o violeiro também atua como pesquisador, produtor musical e contador de histórias, formado em Letras pela UNI-BH e em Canto Lírico pela Universidade Estadual de MG. Paralelamente à carreira de músico, trabalha com arte-educação, em especial na iniciação musical de crianças e jovens. A discografia autoral reúne Além da Serra do Curral e Manchete do Tico-Tico, discos que se somam a Concerto Caipira, gravado junto à Orquestra Mineira de Violas, e a Cantares da Educação do Campo, do Coletivo de Educação do MST.

Bosco Oliveira e Nelson Latif dedicaram toda a carreira à música instrumental brasileira. Violonistas, ambos têm formação acadêmica em violão erudito e seguiram trajetórias diferentes nas duas últimas décadas. Bosco, no Brasil, preferiu o Flamenco. Já Latif, na Europa, encontrou no Choro sua principal referência. 

10647137_701185666642297_534879097701854606_n

O álbum Camerata Caipira teve lançamento em primeira mão em setembro de 2014, antes mesmo de sair no Brasil, durante viagem do grupo pela Austrália, com apresentações no Brazilian Day (Sydney) e no Festival Floriade (Camberra);  em de 16 de novembro de 2014, foi a vez de o público presente ao Teatro Sílvio Barbato (DF), curtir o lançamento. Em maio e em junho, as apresentações foram na Virada Cultural Paulista, de Bauru e de São Carlos (SP). Já em fevereiro deste ano encerrou nas cidades de Silvânia e Formosa a turnê pelo projeto Sons do Patrimônio, que circulou ainda por municípios goianos como Luziânia, Jaraguá e Pirenópolis.

IMG_2588 copia

A cantoria da Camerata Caipira no DF será no Clube do Choro (Foto: Clausem Bonifácio)

 

 

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Um pensamento sobre “Camerata Caipira volta à Brasília (DF) para apresentação no Clube do Choro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s