Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Zé Helder lança Assopra o Borralho, seu terceiro disco solo, com show gratuito em Pouso Alegre (MG)

1 comentário

capa3

Imagem da capa do novo disco solo do mineiro de Pouso Alegre que faz parceria com Ricardo Vignini e integra o grupo Matuto Moderno (Foto: Túlio Noronha)

 

O violeiro mineiro  Zé Helder  lançará na sexta-feira, 27, no Theatro Municipal de Pouso Alegre o disco Assopra o Borralho, terceiro trabalho da carreira que já tem também A Montanha (2004) e No Oco do Bambu (2009). Com entrada franca, amigos e fãs conhecerão o álbum coproduzido pelo violeiro Ricardo Vignini que traz a participação de Alzira E e outros grandes encontros musicais tais como as parcerias com Zeca Collares (Água Limpa), Índio Cachoeira (Seresta na Roça) e Mingo Jacob (Pão de Queijo), além de fazer um homenagem ao professor Hermógenes, pioneiro do yoga no Brasil, falecido em 13 de março. A cantoria começará às 20h30.

De sonoridade bem acústica, Assopra o Borralho traz momentos diferentes em violas ora densamente acompanhadas (como em Composição sobre os trilhos), ora só com um insólito didgeridoo (O boi). A faixa em tributo ao professor Hermógenes é uma folia de reis com tempero indiano, com participação dos mestres da música caipira tradicional Seu Oliveira, Edson Fontes e Novaes.

O disco recria uma atmosfera mineira de cozinha com fogão de lenha, mas não está preso a um passado nostálgico e a formas musicais conhecidas. Percebe-se a influência de gêneros como landó (afro peruano), rock progressivo, serestas e cantores do rádio. O encarte procura valorizar as letras, que muitas vezes têm o formato de poemas, impressas em papel pólen, o mesmo usado em livros. Em algumas músicas Zé Helder evoca costumes da roça (Sabão de cinza, Assopra o borralho, Pão de queijo), homenageia a mulher Mariana e o filho Francisco (Com você tudo é outra história e Francisco, esta instrumental, respectivamente), ou ainda explora sonoridades orientais (As Bodas de Caná).

O novo trabalho de Zé Helder foi gravado entre dezembro de 2012 e julho de 2014 no Visual Studio por Diovani Bustamante  em Pedralva (MG) –, e no Estúdio Bojo Elétrico por Ricardo Vignini — em São Paulo. A masterização coube a André Ferraz, do Estúdio Música Bacana. Participaram das gravações Jotagê Alves; Luciano Viera; Fabrício Santos; Diovani Bustamante; Guilherme Cordeiro; Romão Precioso; Seu Oliveira, Novaes; Edson Fontes; André Rass, Edson Hiroshi, Samuel Cardoso, João César e Ricardo Vignini, com o qual Zé Helder gravou Moda de Rock-Viola Extrema e também integra a banda Matuto Moderno, que já tem quinze anos de estrada e cinco álbuns. 

O Theatro Municipal de Pouso Alegre fica na Avenida Doutor Lisboa, 205, Centro. Zé Helder terá como convidados especiais o músico Euler Ferreira, e o grupo pouso-alegrense Orelha de Pau. O disco estará à venda ao final do espetáculo.

Mais sobre Zé Helder e o Moda de Rock

O Moda de Rock (Folguedo/Tratore 2010) marcou a viola caipira com um trabalho ousado, largamente difundido em programas de televisão em rede nacional e na imprensa em geral, adaptando conhecidos temas de rock para ritmos caipiras. Esse trabalho, masterizado nos Abbey Road Studios (Inglaterra), radicaliza de vez os rumos que a viola vem tomando ao ser inserida em todas as vertentes musicais. Assim tem sido a trajetória de Zé Helder, que explora o mais brasileiro dos instrumentos em composições originais.

Miolo

Imagem interna do encarte de Assopra o Borralho (Foto: Túlio Noronha)

Com  Ricardo Vignini, Zé Helder tem excursionado pelo Brasil e Estados Unidos, tocando ao lado de grandes músicos como Pepeu Gomes, Kiko Loureiro (esses dois estão presentes no DVD Moda de Rock, ao vivo), Andreas Kisser e Edgard Scandurra. O Moda de Rock também foi divulgado em importantes programas de TV e rádio como Programa do Jô, Todo Seu (com Ronnie Von), Bem Amigos, Pontapé Inicial, Globo News, CBN e vários outros.

Zé Helder integrou ainda o grupo pouso-alegrense Orelha de Pau (2002), no qual gravou um CD homônimo, e participou de diversos álbuns como músico ou tendo suas composições gravadas por outros intérpretes, e de projetos como o Êta Nóis, tocando com Alzira E, Lucina e Ivan Vilela. Com Ivan, Zé Helder também dividiu o palco do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) no projeto Rock Rural, com shows no Rio de Janeiro e São Paulo junto com Sá, Rodrix e Guarabyra, O Terço, Zé Geraldo, Matuto Moderno e outros.

Como professor, foi responsável pela criação de dois cursos de viola caipira: no Conservatório Estadual Juscelino Kubitschek, em Pouso Alegre; e no Conservatório Municipal de Guarulhos (SP), onde ainda leciona. Também ministra cursos de curta duração, como no Festival de Música de Londrina (PR), o I Seminário de Viola Caipira de Guarulhos e o Curso Intensivo de Férias que realiza todo ano ao lado de Vignini e Índio Cachoeira. É formado em Licenciatura Plena em Música pelo Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro e em Comunicação Social pela Univas de Pouso Alegre, e também em Contrabaixo Acústico pelo Conservatório Juscelino Kubitschek.

Garoto ConrtrabaixoSC 2

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Um pensamento sobre “Zé Helder lança Assopra o Borralho, seu terceiro disco solo, com show gratuito em Pouso Alegre (MG)

  1. Pingback: 775 – Seleção dos melhores lançamentos deste ano, conforme jornal de Campinas (SP), indica álbuns de Gato com Fome, Zé Helder e Chico Lobo | Barulho d'Água Música

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s