Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Hoje, 17 de maio, cumprimentamos com um caloroso abraço o cantador Cláudio Lacerda (SP)

Deixe um comentário

olhos dagua ruth crdoso

Cláudio Lacerda, aniversariante de hoje, idealizou Olhos d’água bem antes de a crise hídrica tomar as pautas do dia a dia e o seu espetáculo propõe que voltemos a cuidar com atenção de um dos nossos maiores bens (Foto: Marcelino Lima)

 

O Barulho d’água Música registra hoje, 17, o aniversário do cantador Cláudio Lacerda, compositor paulistano que na noite de ontem, 16, voltou à estrada com o espetáculo Olhos d’água, apresentado no Centro Comunitário da Juventude Ruth Cardoso, situado na Vila Nova Cachoeirinha, bairro de São Paulo (SP). Cláudio Lacerda cantou e tocou acompanhado por Sérgio Turcão (baixo e charango)  Thadeu Romano (acordeon) e André Rass (percussão). Os quatro estarão juntos novamente nos dias 23 e 30, levando o Olhos d’água para o público do Teatro Décio de Almeida Prado e Galeria Olido, respectivamente. Antes destas datas, quando o blog voltará à prestigiá-lo, deixamos aqui nosso mais forte e caloroso abraço, com votos de sucesso permanente, Cláudio Lacerda! Parabéns, queridão!

Paulistano filho de mineiros, Cláudio Lacerda estreou em 2003, ao lançar Alma Lavada. Dois anos depois, venceu o I Prêmio Rozini Nacional de Excelência da Viola Caipira, promovido pelo IBVC (Instituto Brasileiro de Viola Caipira)  como melhor intérprete, feito repetido nas outras duas edições, realizadas em 2010 e em 2013. Já dividiu palco e faixas de seus discos com nomes como Dominguinhos e Renato Teixeira. Em 2007, gravou seu segundo álbum, Alma Caipiraem 2010 saiu o autoral CantadorAtualmente Cláudio Lacerda está em estúdio gravando um novo trabalho, Estradas do Sertão, com participações de Neymar Dias (viola caipira, baixo, violão) e Toninho Ferraguti (acordeon), que reunirá músicas de autores consagrados como Tom Jobim e Chico Buarque com  temática sertão.

claudio niver

O show Olhos D’água nasceu em 2014 como uma homenagem, uma reverência ao bem natural mais precioso do planeta. A semente desse trabalho foi plantada em 2008, quando Cláudio Lacerda, junto com o compositor Paulo Simões (MS), realizou viagem de barco por toda a extensão da hidrovia Tietê-Paraná. Além de se inspirar nos rios para compor Mar Caipira em dupla com o parceiro de empreitada, Cláudio trouxe consigo o desejo de produzir um trabalho falando sobre água, e muito antes do alarde da crise do abastecimento que atualmente assola o país.

“Acho importante sensibilizar os ouvintes, não só para a poesia e para a música que a água pode nos inspirar, mas também para a importância de respeitar os nossos mananciais”, afirmou Cláudio Lacerda. “Sabemos que somente pelo consumo responsável poderemos nutrir a vida dos rios e impactar menos seus cursos e nascentes”. Para passar tal mensagem, a ferramenta utilizada é a música regional, voz legítima de artistas que defendem a preservação da natureza por meio da arte.

O repertório de Olhos D’água reúne sucessos de autores reconhecidos também atentos aos nossos recursos naturais como Luiz Gonzaga, Renato Teixeira, Guilherme Arantes e Sá & Guarabyra, além de Paulo Simões, Fernando Guimarães, Luiz Salgado, Rodrigo Delage e do próprio Cláudio Lacerda. Entre as canções, que ganharam arranjos personalizados para o espetáculo, estão, por exemplo, Mar Caipira, Guardiões da Floresta (Renato Teixeira), Águas (Luiz Salgado) e Sobradinho, da dupla Sá & Guarabyra.

Cláudio Lacerda é, ainda, um dos integrantes do projeto cultural 4 Cantos, ao lado de Luiz Salgado (Araguari/MG), Rodrigo Zanc (São Carlos/SP) e Wilson Teixeira (Avaré/SP), que tem apresentações marcadas para os dias de junho 25 em São Carlos e 27 em Ribeirão Preto, além de 4 de julho em São Paulo (Campo Limpo) todas em unidades do Sesc; com Rodrigo Zanc ele estará na terça-feira, 19, para mais uma rodada do tributo a Pena Branca & Xavantinho, a partir das 19 horas, no Sesc Bertioga.

Veja abaixo a a programação dos dois shows do espetáculo Olhos d’água que ainda serão promovidos em maio. A entrada começará a ser distribuída uma hora antes do horário previsto para o início das apresentações.

 

23 de maio, 21 horas
Teatro Décio de Almeida Prado
Rua Cojuba, 45, Itaim Bibi/SP, (11) 3079-3438, 75 min

30 de maio, 18 horas
Sala Olido (Galeria Olido)
Av. São João, 473, Centro, (11) 3331-8399, 75 min

10891808_376819919178289_1326467974373455637_n

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s