Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Jaime Além e Paulo Freire, juntos, são atrações da Biblioteca Mário de Andrade (SP)

2 Comentários

pfja

Os músicos Jaime Além e Paulo Freire vão se encontrar nesta sexta-feira, 20, para deleite do público que acompanha o projeto BMA Instrumental, da Biblioteca Mário de Andrade, espaço público vinculado à Prefeitura do Município de São Paulo.  A apresentação sob curadoria de Swami Júnior está prevista para começar às 20 horas, com entrada franca.

Jaime Alem, cantor, compositor, maestro e arranjador encerrou recentemente uma relação profissional com Maria Bethânia que já durava três décadas. Natural de Franca (SP), entretanto, este descendente de libaneses cuja mãe tocava bandolim tem muito mais trabalho, e de qualidade, a serviço da música brasileira afora aquele que fez pela cantora baiana, iniciado com o disco  delaNossos Momentos (1983). A carreira pessoal de

Jaime Alem tem álbuns lançados em parceria com a esposa,  Nair Cândia,  a partir de 1974, e, em 2009, registra o lançamento de Dez Cordas do Brasil, obra-prima executada em viola de dez cordas que inclui a oração Ave Maria das Violas e peças como Costeira, Pracatugundum, Sonata Agreste, Moda do Maxixe e Romance da Moura. De lá para cá, após seis anos de lacuna, Alem retornou ao estúdio e lançou Meu Relicário em 2014, no disco Pássaros Urbanos gravado por Fagner para comemorar quatro décadas de carreira, já aparecia do paulista a música Doce Viola.  Meu Relicário, segundo o próprio ator, é “uma caixinha de música com tudo que mais amo, as referências familiares, os lugares, os cheiros, os amigos, os amores, inquietações e alegrias”

Paulo Freire, cantor, escritor e  pesquisador fortemente influenciado por suas vivências e pesquisas no Vale do Urucuia (MG), é um dos mais cultuados violeiros vinculados à cultura caipira e emérito cantador de causos nos quais relata histórias de caçadas fabulosas, pescarias cujo rótulo mais definidor seria” impossíveis”,  verdades sobre o casamento e pactos sinistros para que os dedos aprendam os mais intricados toques de viola. Mais do que homônimo do célebre educador, este notório patrimônio humano da cultura popular e da música de raiz é admirado por divertir e encantar plateias. Como típico brasileiro, Paulo Freire tem orgulho de relembrar façanhas e fatos pitorescos como os dias nos quais, armado apenas com um reles canivete, virou uma onça pelo avesso ou presenciou o cunhado se transformar em lobisomem.

Bendito entre as mulheres

O grupo Bendito Entre as Mulheres, formado por Ruy Weber (violão), Maicira Trevisan (flautas) e Mirian Cápua (percussão) é fortemente influenciado tanto pela música de artistas como Baden Powell, Dinho Gonçalves, Sabiá das Perdizes, Eumir Deodato, Oswaldinho da Cuíca e Lea Freire, quanto pela trajetória diversa de cada um de seus integrantes. Miriam Cápua integra desde cedo baterias de escolas de samba, grupos de forró, maracatu e choro. Ruy Weber atua há anos não só como formador dos principais músicos de choro da atualidade, mas também como performer e compositor no Panorama do Choro Brasileiro. Vinda de uma sólida formação erudita, Maicira Trevisan já realizou trabalhos como solista em gêneros musicais dos mais diversos.

Com estes invejáveis currículos, o trio será atração de outro projeto da BMA, o Chorinho no Terraço, marcado para este sábado, 20, a partir das 15 horas, como convidado do Quinteto Pauliceia, inspirado no pensamento de Mário de Andrade e cujo nome faz referência à obra do escritor, promove apresentações de poesia e música no terraço da Biblioteca cujo patrono é o modernista. O repertório tem suas raízes na música popular urbana e mistura a riqueza da sonoridade instrumental, casando o popular e do erudito, traço frequentemente encontrado nas obras do autor de Paulicéia Desvairada e Macunaíma. Integram o quinteto Emiliano Castro (violão 7 cordas), Fábio Leão (violoncelo), Ildo Silva (cavaquinho), Douglas Alonso (pandeiro) e  Gabriela Machado (flauta transversal).

chorinho_no_terraco_B

O Quinteto Paulicéia recebe convidados do projeto Chorinho no Terraço mensalmente e neste sábado tocará com o Bendito Entre as Mulheres (Foto: Divulgação)

BMA Instrumental – Jaime Além e Paulo Freire
Dia: 19 de junho, sexta-feira, às 20 horas
Local: Auditório, com entrada franca

Chorinho no Terraço – Bendito Entre as Mulheres
Dia: 20 de junho, sábado, às 15 horas
Local: Terraço, com entrada franca

A BMA fica na Rua da Consolação, 94, e para mais informações tem o número de telefone: (11) 3775-0002

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

2 pensamentos sobre “Jaime Além e Paulo Freire, juntos, são atrações da Biblioteca Mário de Andrade (SP)

  1. Olá como saber sobre as suas atividades musicais

  2. Olá, Sylvia! Basta seguir o blogue e as páginas do Facebook, tanto do Barulho d’água Música, quanto do Imagens do Brasil Profundo! Obrigado pelo contato!

    Segue, abaixo, a programação do Imagens do Brasil Profundo:

    14/09 – Show com o violeiro gaúcho radicado em São Paulo Sidnei de Oliveira, 20 horas
    28/09 – Artesanato do Vale do Jequitinhonha, debate mediado por Jair Marcatti, 20 horas
    05/10 – Show “Cartas para o Velho Rosa”, com Pedro Antônio (MG) e Antônio Galba (SP), 20 horas
    19/10 – Bate-papo com a percussionista Cássia Maria (SP) sobre a “História da percussão no Brasil”, 20 horas
    09/11 – Show com o conjunto de músicas folclóricas Vozes Bugras (SP), 20 horas
    23/11 – Bate papo com Swami Júnior (SP) sobre “O violão no Brasil”, 20 horas
    14/12 – Show de encerramento da temporada com Paulo Freire e Jaime Além (RJ), 20 horas
    A Biblioteca Mário de Andrade fica na rua da Consolação, 94, Centro, com acesso pelas estações de Metrô República e Anhangabaú

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s