Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

Amauri Falabella recebe Katya Teixeira para mais uma apresentação do Dandô Dércio Marques, em Guarulhos (SP)

Deixe um comentário

dandô

Katya Teixeira (Foto: Daniel Kersys) e Amauri Falabella (Foto: Marcelino Lima)

Olhaí povo de Guarulhos (SP) que não via a hora de o Dandô Circuito de Música Dércio Marques voltar à cidade: anote na agenda e espalhe que a espera terminará nesta quinta-feira, 25, quando a partir das 19 horas o anfitrião e morador da cidade, Amauri Falabella, receberá a paulistana Katya Teixeira, cantora e idealizadora do projeto. A dupla vai cantar, tocar e prosear no anfiteatro da Biblioteca Monteiro Lobato, situada na rua João Gonçalves, 439, Centro.  

O Dandô Circuito de Música Dércio Marques recebeu ao final do ano passado quando completava exatamente um ano de caravanas o Prêmio Brasil Criativo. Recentemente, mais seis cidades goianas entraram para o circuito (que agora abarca 33) composto por São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal. Katya Teixeira fomenta por meio das apresentações a circulação de música de qualidade inquestionável por todo o país, reunindo artistas de várias regiões, e, assim, cria intercâmbios, gera novas plateias. Quem já se apresentou possui trabalhos reconhecidos e merece melhor projeção no panorama nacional, o que proporcionaria às pessoas acesso a outras linguagens e propostas produzidas fora da “grande mídia”.

Um artista sai de cada cidade e passa por todos os pontos do circuito, girando a roda de forma contínua. Cada edição conta sempre com um artista do local recebendo e abrindo o espetáculo para o convidado, em shows de aproximadamente noventa minutos. Ao final, um bate-papo entre artistas e plateia fecha a apresentação.

A cada novo show, transmite-se, ainda, o legado de Dércio Marques (Uberaba/MG), não apenas para a música, mas para toda a cultura popular brasileira. Dércio Marques morreu em julho de 2012, em Salvador (BA), deixando  uma grande escola que transcende a composição musical e poética e propõe, ainda, uma postura mais íntegra e solidária de viver, voltada tanto para a preservação da natureza, quanto para o aprimoramento espiritual de cada indivíduo, sem deixar de lado o engajamento político e social que costura um mundo mais justo e fraterno.

O Prêmio Brasil Criativo destacou o Dandô na categoria Artes de Espetáculo/Música,  em 3 de dezembro de 2014. Promovido pelo Ministério da Cultura, pelo Projeto Hub e pela 3M, contemplou 22 projetos perante um público de mais de 800 pessoas que foram à cerimônia no Auditório Ibirapuera (SP).

O anfitrião desta nova edição do Dandô em Guarulhos,  Amauri Falabella, é um dos mais admirados artistas em meio aos baluartes do projeto. Vencedor do Prêmio Especial do Júri Popular do Festival da Música Brasileira da Rede Globo com a música Brincos, que recebeu 60% da votação, Falabella empunha a viola para cantar temas nos quais acredita e da maneira que gosta. Com forte influência de nomes como o do trio da Boa Terra (BA) Elomar, Xangai e Vidal França, além de Vital Farias (PB), e Dércio Marques (MG), já gravou Ciranda LunarVioleiro Urbano, e Amauri Falabella, nos quais sempre reafirma o trabalho anterior fiel às raízes da música brasileira.

As composições primam pela riqueza dos arranjos e um traço em comum une todas as músicas: o respeito à natureza e o amor à simplicidade. Em 22 de agosto, Amauri Falabella lançará mais uma destas obras-primas, no  Teatro Adamastor, situado, também, em Guarulhos. O novo disco terá 14 composições e parcerias com Katya Teixeira, Socorro Lira (Brejo do Cruz/PB), Consuelo de Paula (Pratápolis/MG) e Fernando Guimarães (Caldas/MG), entre outros companheiros de estrada.

espalhe rspeito

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s