Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

667 – Colabore com a Associação Cultural promotora para a realização em dezembro do 15º Caipirapuru (SP)

Deixe um comentário

12033152_891878740897868_6964872515841277625_n
O violeiro Júlio Santin e outros membros da Associação Cultural Caipirapuru e comissão organizadora formada por membros da comunidade já deram largada à organização do festival Caipirapuru, que promovem anualmente em Irapuru (SP) e que neste ano completará uma quinzena, o que dá a esta edição um caráter ainda mais especial.  A meta de Santin, que é natural da cidade situada na região da Alta Paulista, e dos demais gestores é realizá-la entre 26 e 28 de dezembro, período que já virou tradição. Mais do que um palco para apresentação de expoentes de todo o país da música que enriquece este universo, o Caipirapuru preserva a cultura caipira em todas as suas vertentes, da culinária ao artesanato, embalado pela viola de dez cordas.  O Caipirapuru também serve de vitrine para artistas anônimos ligados ao instrumento, entre os quais duplas, trios e artesões.

caipirapuru 4

Para Júlio Santin fazer cultura popular e promover a formação humana “sem fins lucrativos, cultivar os valores da cultura caipira (o simples, a prosa, o mutirão, a preservação da natureza e suas matrizes), não é fácil em um mundo onde impera a compressão e massificação dos sentimentos e das idéias, a busca insana pelo poder e fama”

“O sentimento de mutirão presente no caipira sempre foi o combustível deste festival”, diz Júlio Santin, ressaltando que o evento é aberto à população e não conta com bilheteria. A cada novo ano, entretanto, oferecer o festival tanto aos moradores, quanto aos visitantes, torna-se mais desafiador e exige custos crescentes — em 2014, totalizaram R$ 15.600,00 investidos nas tenda principal  e menores, gerador de energia elétrica, mesas e cadeiras, além de ajudas de custo aos músicos e transmissão via internet, recurso que aumenta a visibilidade do  evento e as chances de atrair apoiadores.

É por tais motivos e sem até o momento ter recebido ajuda oficialmente declarada que a Associação Cultural Caipirapuru está promovendo campanha virtual para arrecadação de recursos apoiada pela plataforma Catarse e com acesso pelo endereço https://www.catarse.me/pt/caipirapuru2015. A meta é levantar até 27 de novembro pelo menos R$ 20.500, com depósitos a partir de R$ 30,00. As contribuições darão direito a recompensas como álbuns, camisetas, bolsas artesanais, partituras, nome no mural dos colaboradores na entrada do evento, entre outros, com frete incluso para todo o país ou retirada durante o Caipirapuru.

 “Fazer cultura popular e promover a formação humana sem fins lucrativos, cultivar os valores da cultura caipira (o simples, a prosa, o mutirão, a preservação da natureza e suas matrizes), não é fácil em um mundo onde impera a compressão e massificação dos sentimentos e das idéias, a busca insana pelo poder e fama, a falta de preparo e sensibilidade de alguns líderes”, observam os organizadores. “Torna nosso trabalho árduo e necessitado de apoio de pessoas que entendam nossos valores”, complementam. “Faça a diferença como nós estamos fazendo e aceitem o convite  para assistir a esse grande festival. Estaremos de braços abertos para recebê-los em nossa querida Irapuru”.

https://www.catarse.me/pt/caipirapuru2015

CARRO-DE-BOi Filme 2_Fotor_Fotor

 

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s