678 – Evandro Camperom (PE) canta sucessos da carreira e Skowa garante as gargalhadas em terceira rodada do Poesia Futebol Clube

evandro camperom arte
Marcelo Manfra, com o saxofone, acompanha Evandro Camperom no Sr. Glutton, em Osasco (Foto: Andreia Beillo/Acervo Barulho d’água Música)

O recitador-cantor Paulo Netho está com tudo e não da apenas prosa: dá poesia, boa música e muita descontração cada vez que promove nova edição do projeto Poesia Futebol Clube, sempre às quartas-feiras, no Restaurante Sr. Glutton, em Osasco. A terceira noite, no dia 7 de outubro, contou com o talento do pernambucano Evandro Camperon apresentando as músicas dos álbuns Algazarra e Ferramenta Quente  agora também reforçando com dedicatórias especiais o acervo do Barulho d’água Música. Além dos sucessos já consagrados, Camperom tocou novas composições e recitou alguns poemas próprios. Marcelo Manfra fez dobradinha com o convidado de Paulo Netho tocando flauta transversal e saxofone. Skowa, da dupla com Máfia, e o jornalista e escritor João Barboza prestigiaram esta rodada, que teve ainda o apoio e a participação de Salatiel Silva e custou a terminar já que ninguém quis arredar pé enquanto rolava uma mesa redonda na qual Skowa narrou histórias hilárias.

skowa sala mozi

A dupla Skowa e Máfia  surgiu em 1987 e dois anos depois gravou o disco La Famiglia, que a projetou nacionalmente e consagrou Atropelamento e Fuga. Ainda em 1989, levantou o troféu de Revelação da Música Brasileira entregue pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Em 1990 saiu Contraste e Movimento, mas em 1991, com o fim da união, Skowa seguiu carreira solo. A Virada Cultural de 2006 reativou o projeto e, desde então, ambos realizam shows em Sampa.

677 – Parabéns ao amigo, poeta e cantador Mauri de Noronha (PE), aniversariante de hoje!

Menos de uma semana se passou do lançamento do álbum De repente, um cantador, evento que levou na noite de sábado, 3, amigos e familiares ao Espaço da Rosa Latino Americano, no bairro do Bixiga, em São Paulo e hoje, novamente, Mauri de Noronha (PE) está no centro das atenções, desta vez recebendo abraços e o carinho dos que o cercam e o admiram por mais um aniversário. O Barulho d’água Música junta-se ao coro e em nome dos amigos e seguidores renova seus votos de sucesso ao cantador e declamador e fica na torcida de que os palcos se abram sempre para que muitos mais possam conhecer Brasil a dentro e também lá fora seu talento e a beleza de suas obras!

Saiba mais sobre Mauri de Noronha e o álbum De repente, um cantador na matéria 671 deste blogue!

chico e mauri niver
Mauri de Noronha lançou o álbum De repente, um cantador, com a participação do amigo chileno Chico Pedro, flautista do Raíces de América (Foto: Marcelino Lima/Acervo Barulho d’água Música)

676 – Após receber Renata Mattar e Magda Pucci, projeto Imagens do Brasil Profundo anuncia Jean e Joana Garfunkel em bate-papo sobre Guimarães Rosa

jair e moças

Ontem, 7 de outubro, Jair Marcatti recebeu na Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo, Magda Pucci e Renata Mattar, em mais uma rodada do Projeto Imagens do Brasil Profundo. Magda Pucci falou do seu trabalho e pesquisas sobre cantos de diversos países, com maior foco nos afros-brasileiros e indígenas que já resultaram em vários livros e também formam o vasto repertório do Grupo Mawaca, enquanto Renata Mattar abordou em sua palestra aspectos relacionados aos cantos de trabalho (ou de ofício) com os quais lida e entre outras frentes atua defendendo a perpetuação e a valorização desta manifestação da nossa cultura popular por intermédio das atividades da Companhia Cabelos de Maria.

Magda Pucci é arranjadora, compositora e intérprete, além de pesquisadora da música de vários povos há mais de 20 anos. Dirige e produz o Mawaca desde sua formação, grupo que recria músicas de diferentes tradições do mundo, tendo já realizado turnês na Espanha, Alemanha, China, Portugal, Bolívia, Grécia e França.

Formada em canto lírico pela faculdade Santa Marcelina, Renata Mattar foi diretora musical das apresentações Romeu e Julieta e Auto do Rico Avarento, ambas do grupo Romançal de teatro, formado por Ariano Suassuna, e de Auto da Paixão, de Romero de Andrade Lima. Como cantora e acordeonista, já fez parte do grupo As Orquídeas do Brasi”, de Itamar Assumpção, e do Comadre Fulozinha, além das apresentações  de A Vida É Sonho, de Gabriel Villela e Palavra Cantada, de Antonio Nóbrega, com quem trabalhou por cinco anos.

Em 2014, a Biblioteca Mario de Andrade iniciou, sob a curadoria de Jair Marcatti, o projeto Imagens do Brasil Profundo com o objetivo de trazer à tona um país mais interior. Nessa primeira fase, foram convidados grandes violeiros para falar sobre as ligações de sua música com a cultura caipira. Em 2015, o programa se ampliou, abrangendo agora outros aspectos das diversas culturas regionais do Brasil, que serão desvendados em diferentes formatos: shows, bate-papos musicais, debates e palestras.

joana e jean

A próxima atração do projeto Imagens do Brasil Profundo será um bate-papo musical com Jean e Joana Garfunkel, desta vez no dia 28 de outubro, no Auditório da BMA, a partir das 20 horas, com entrada franca.

Jean Garfunkel é poeta, escritor e compositor, já gravado por Elis Regina, Zizi Possi, Margareth Menezes e Maria Rita; Joana, filha de Jean é contadora de história, cantora e grande conhecedora da obra de Guimarães Rosa – ao ponto de “declamar” trechos enormes de sua obra, de cabeça. Pai e filha se uniram e criaram, em 2006, o Canto Livro, grupo musical cujo objetivo é aproximar escritores famosos da literatura com clássicos da música brasileira. Em cada show, eles constroem um repertório de canções recortado por textos com a temática de um autor homenageado.

A Biblioteca Monteiro Lobato, que neste mês estará iluminada em cor-de-rosa em apoio à campanha Outubro Rosa, de prevenção ao câncer de mama e oferece várias outras atividades culturais ligadas à música, à fotografia, à pintura e às artes plásticas fica na rua Consolação, 94, bem pertinho das estações República e Anhangabaú das linhas 3 Vermelha e 4 Amarela do Metrô!

we-are-pb