746 – Inaugurada no Morro da Serrinha, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), a nova sede do Centro Cultural Casa do Jongo

casa-do-samba_em-Madureira_RJ_29112015_003
A nova sede do Centro Cultural Casa do Jongo possui dois pavimentos construídos no Morro da Serrinha, em Madureira, e oferece atividades diversas relacionadas à manifestação que entrou no país com negros bantos e também ocorre em São Paulo, Sul da Bahia e várias cidades fluminenses (Foto acima e no destaque, ao lado do título: Beth Santos/Prefeitura do RJ/Fotos Públicas)

Os mantenedores, frequentadores e beneficiários da Organização não-Governamental (OnG) Grupo Cultural Jongo da Serrinha, estabelecida no Morro do Serrinha, em Madureira, bairro carioca, está festejando a conquista da nova sede do Centro Cultural Casa do Jongo, aberta desde o domingo, 29. A Casa do Jongo, que é um ritmo precursor do samba, agora dispõe de dois andares que passaram por desapropriação antes de serem totalmente reformado pela Prefeitura do Rio de Janeiro. O novo espaço ocupa cerca de 2.000 metros quadrados. Oferecerá além de ambiente para rezas e terreiro para Jongo e Capoeira auditório, com projetor, para 30 pessoas; estúdios; salas e oficinas para danças, cursos profissionalizantes, de artes e de exposições permanentes; lojas; refeitório e escritórios administrativos. O projeto do térreo seguiu proposta paisagística com pedras portuguesas compondo mosaicos em referência a desenhos africanos.

Continue Lendo “746 – Inaugurada no Morro da Serrinha, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), a nova sede do Centro Cultural Casa do Jongo”

745 – “Minha Sampa” prepara Virada Ocupação e solicita colaboração de artistas em apoio a estudantes de São Paulo

esco_sp_ocupa17112015_037
Estudantes já ocupam mais de 100 escolas estaduais contra a ideia que o governo paulista divulga como sendo para reorganizar os ciclos e que resultará em 93 colégios fechados (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil/Fotos Públicas)

“Em momentos históricos, os artistas surgem como aliados importantes de causas coletivas. Nossa causa é a educação. E o momento é agora. Venha apoiar as ocupações com arte!”

Com este chamamento a entidade Minha Sampa está solicitando colaboração e adesões para apoiá-la na organização da VIRADA OCUPAÇÃO, evento que pretende promover para fortalecimento do movimento de ocupação pacífica de escolas estaduais por estudantes de diversos pontos de São Paulo contra um plano de reorganização da rede pública de ensino pretendido pelo governo do Estado de São Paulo. A intenção da Secretaria de Educação da gestão Geraldo Alckmin, do PSDB, é deslocar mais de 311 mil alunos das suas atuais e fechar 93 escolas — até o início e mesmo diante das ocupações — sem consultar a comunidade, com a alegação de remontar, por ciclos, a grade estadual de ensino. Os estudantes acusam o governo estadual de perseguições e ameaças aos envolvidos com as ocupações em protesto às medidas anunciadas e a Virada seria uma maneira não apenas de impedir as represálias, mas ainda de fortalecer o debate em torno do tema já que fontes palacianas têm vindo à público afirmar que haveria adeptos ao replanejamento. 

Continue Lendo “745 – “Minha Sampa” prepara Virada Ocupação e solicita colaboração de artistas em apoio a estudantes de São Paulo”