Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

765 – Casa Aberta, segundo álbum de Wilson Teixeira: entre, puxe sua cadeira, aprecie sem moderação e fique o quanto quiser….

Deixe um comentário

wteixeira ao vivo

Junto ao portão, o violeiro Wilson Teixeira espera amigos e admiradores para os quais tem a Casa Aberta e uma vez lá dentro conduzirá a um pomar repleto de goiabeiras, laranjeiras e outras árvores carregadas de frutos, incluindo uma buriti, os que aceitarem o agradável convite para ouvir as 10 faixas do seu novo álbum, o segundo da carreira e que acabou de sair do forno – conforme ele mesmo, à lenha, já que não foi assado com pressa para assim ser melhor degustado, de forma que guardasse todos os sabores de uma autêntica iguaria de roça à qual se incluiu pitadas de baunilha urbana em doses certas para não macular o equilíbrio da receita elaborada para transitar entre o campo e a cidade.

Casa Aberta é uma mescla de música caipira, MPB e folk dedicada ao parceiro de estrada Salatiel Silva (São Paulo), mas todos os que já integram a lista que forma o público sempre crescente de Wilson Teixeira e os eventuais que se juntarem no caminho com certeza nela vão querer passar temporadas: o cantor e compositor de Avaré (SP), além da tradicional viola de dez cordas, sentou-se ao piano e, entre outros instrumentos, também toca na roda violão aço, ganzá e ukulelê.

Ele não recebe sozinho, portanto, os convidados: à espreita de um silencioso, porém atento sabiá, arreunidos à varanda estão entre alguns coautores de composições e de arranjos Chico Lobo, Bilo Mariano, Cláudio Lacerda, Júlio Bellodi, Neymar Dias, Toninho Ferraguti, Bruno Bernini, Ricieri Nascimento, os irmãos Vinícius e Walter Bini, Evandro Camperom, Tuco Marcondes, Daniel Lucena, Bezão, Guilherme Cruz e Fernando Sanfa. Bezão e os parceiros do Folk na Kombi, Jonavo e Felipe Câmara, participaram do show de lançamento de Casa Aberta, que Wilson Teixeira promoveu na noite de terça-feira, 16, no bar Ao Vivo, situado em Moema, bairro da zona Sul paulistana.

wt e banda wt e fk

O repertório da cantoria em Sampa apresentava além das novas canções sucessos de Almanaque Rural (lançado em 2007) mesclados a releituras de Vide Vida Marvada (Rolando Boldrin); Rio de Lágrimas (Lourival dos Santos/Piraci/Tião Carreiro); e Menino da Porteira (Luizinho e Teddy Vieira), acompanhadas pelos Bini e por Mateus Souza, à bateria. Entre as composições do álbum ainda exalando o perfume de eucaliptos há duas que consagraram o violeiro em festivais — O Rei da Alegria (dele e de Camperom) e No último pé do pomar (com Kadu Mauad) –, a releitura de Canta Que é Bonito (Lacerda e Bellodi), a regravação da poética Nas manhãs do Sul do Mundo (Daniel Lucena), as parcerias com Guilherme Cruz Asas e Raízes e Casa Aberta. Abrindo os trabalhos ouve-se Galega, uma das oito faixas que têm assinatura de Wilson Teixeira; ainda em Asas e Raízes vale a pena apurar ouvidos e prestar atenção ao arranjo e à regência de Neymar Dias (baixo acústico) para o quarteto de cordas que traz Marcos Scheffel  (violino I), Daniel Moreira (violino II), Daniel Pires (viola erudita) e Rafael Cesário (violoncello). Rita Araújo fez as fotos do encarte que tem arte gráfica e diagramação de Priscila Paiva.

 

wteixeira ao vivo 2WILSON TEIXEIRA

A “Terra do Verde”, Avaré, é o berço deste violeiro que também estudou violão e piano erudito. Wilson Teixeira participou de diversos festivais relacionados com a viola ou a música regional, como os de Tatuí (SP), Ilha Solteira (SP), Avaré (SP) e Ponta Grossa (PR). Em 2001, integrou a gravação do CD Ciranda de Cantigas, organizado por Salatiel Silva e Paulo Netho. Em 2004, passou a fazer parte da equipe de músicos dos Trovadores Urbanos. Em 2007, gravou Almanaque Rural. Wilson Teixeira, além da carreira solo, é conhecido por sua participação no Projeto Cultural 4 Cantos ao lado de Cláudio Lacerda (São Paulo/SP), Rodrigo Zanc (São Carlos/SP) e Luiz Salgado (Araguari/MG), pelos shows em tributo a Tonico e Tinoco e, em parceria com Sarah Abreu, em homenagem à dupla Cascatinha e Inhana.

anuncio papai noel

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s