Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

785 – Espetáculo do Nhambuzim coloca jacaré, arara e até sucuri no palco do Sesc Vila Mariana (SP)

2 Comentários

nhambuzim arte

O musical Bichos de Cá será apresentado sempre aos domingos de janeiro, com uma sessão extra no feriado do dia 25, com entrada franca para crianças até 12 anos (Foto: Marcelino Lima/Arquivo Barulho d’água Música)

Crianças também têm vez no Barulho d’água Música e em nome delas o blog convoca pais e responsáveis a levarem filhos, sobrinhos, netos, afilhados, enteados e coleguinhas destes a uma das cantorias que o grupo Nhambuzim fará durante divulgando as músicas do álbum Bichos de Cá durante o mês de janeiro, na unidade Vila Mariana do Sesc de São Paulo, sempre aos domingos, e a partir das 15h30; uma apresentação extra, no mesmo horário, está programada para o feriado do 462º aniversário da cidade, no dia 25, que cairá na segunda-feira. Já neste dia 10, por exemplo, nosso pessoal vai esquecer que já tem barba e cabelos brancos e estará presente na primeira fila do palco situado na rua Pelotas, 141, 245, a uma caminhada leve das estações Ana Rosa e Vila Mariana da linha azul do Metrô. Para mais informações tecle 11 5080-3000.

Premiado com nosso selo “altamente recomendável, inclusive e principalmente para marmanjos”, o repertório do disco Bichos de Cá (2012) foi elaborado para apresentar espécies diversas que ocorrem na fauna brasileira, destacando os locais nos quais é mais comum serem encontradas, todas muito bem caracterizadas por um figurino e adereços impecáveis  de Cibele Jardim. Além do habitat de tatus, jabutis, tamanduás, jacarés, araras e, ui!, até sucuris, as letras trazem informações e mensagens de conscientização ecológica. Cada canção segue um ritmo diferente, do coco à guarânia, passando por congada, chamamé e jongo, além de carimbó, escolhido de acordo com a região no qual o animal vive. O Nhambuzim, desta forma, une mensagens que reforçam a luta contra a extinção e  de quebra ainda revela ao público a riqueza da nossa cultura popular expressa tanto por meio da música, como por meio da dança e esquetes teatrais, entre outros elementos presentes em cada manifestação. 

Como se não bastasse tanta qualidade e diversidade, o Nhambuzim conta com outro atrativo que por si só valerá o ingresso: a marcante voz de Sarah Abreu, que forma a banda ao lado de André Oliveira (percussão), Edson Penha (voz), Itamar Pereira (baixo), Joel Teixeira (voz, viola e violão), Rafael Mota (percussão) e Xavier Bartaburu (piano e arranjos vocais). E Bichos de cá não é o primeiro trabalho deste animado e engajado pessoal, não. Pula uma linha e abra o paragrafo:

“Em 2008, o Nhambuzim lançou um disco antológico pelo selo Paulus: Rosário: Canções Inspiradas no Sertão de Guimarães Rosa, dedicado à obra do escritor mineiro João Guimarães Rosa. O álbum foi lançado em 27 de junho daquele ano, data do centenário do nascimento do filho ilustre de Cordisburgo, um dos nomes mais respeitados e admirados da literatura universal. Em Rosário: Canções Inspiradas no Sertão de Guimarães Rosa, ouve-se toques de jazz e de música erudita, apoiados em arranjos vocais e nas conexões da música popular com narrativas regionais e contação de histórias. Aboios, cantos de rezadeiras, congadas, catiras, moçambiques e folia de reis também evocam  o universo roseano.”

11800199_10153415689722088_4094266585024229638_n

 

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

2 pensamentos sobre “785 – Espetáculo do Nhambuzim coloca jacaré, arara e até sucuri no palco do Sesc Vila Mariana (SP)

  1. Adereços e figurinos são da Cibele Gardin! E eu amo vocês! Beijos e gratidão! Sarah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s