Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!

824 – Pereira da Viola (MG) recebe amigos e admiradores para lançamento de álbum no qual compila sucessos de 20 anos de trajetória

Deixe um comentário

Uma viagem musical em composições, parcerias e andanças pelo país, expressa por meio de repertório que inclui, aglomera e extrapola a diversidade da música de raiz, aumentando a visibilidade da criação artística de Minas Gerais e contribuindo para o enriquecimento e divulgação das artes, lendas e crenças dos povos mineiro e brasileiro. É com este chamamento que Pereira da Viola, um dos mais aclamados violeiros do país, está convidando amigos e admiradores para o “truvejo” que protagonizará ao lado da banda que o acompanha e vários companheiros de estrada neste sábado, 5 de março, no palco do Teatro Sesc Palladium, situado em Belo Horizonte (MG). Na ocasião, Pereira da Viola lançará o álbum em DVD Incelente Maravia – 20 anos, a partir das 21 horas. Quem tiver a oportunidade de prestigiar pode anotar que desfrutará de uma mescla de composições próprias e músicas da tradição oral e um show extremamente alegre e divertido, bem ao estilo do sempre sorridente e simpático Pereira da Viola e sua preciosa viola.

Para a gravação do DVD e show de lançamento, Pereira da Viola selecionou composições próprias ou em parceria com poetas, músicos e escritores, todos autores fortemente influenciados pela cultura popular mineira, produzidas nos mais recentes 20 anos. De acordo com a ficha técnica do espetáculo, dentre elas poderão ser relembradas Incelente Maravia (Pereira da Viola e Gildes Bezerra), O meu fraco é a viola (Pereira da Viola e João Evangelista Rodrigues), Menina Flor (Pereira da Viola e Josino Medina) e Mulheres de Argila (Pereira da Viola, Wilson Dias e João Evangelista Rodrigues). O novo álbum foi gravado, ao vivo, em 2014, no Minascentro, como atração do projeto Quando o Jequitinhonha canta e dança, sob patrocínio do Governo do Estado de Minas Gerais e Petrobras, e com as participações especiais de Titane, Wilson Dias, Célio Sene, Josino Medina e Bartira Sene, alguns dos quais reencontrará no Sesc Palladium. Dito Rodrigues (violão e voz), Carlinhos Ferreira (percussão), Gladson Braga (percuteria) e Pedro Gomes (baixo) formarão o time na noite de cantoria, cuja coordenação geral caberá a Guilardo Veloso e a direção musical a Titane.

Pereira 2

Pereira da Viola é uma das mais belas vozes e um dos mais aclamados violeiros do Brasil, canta com fé e reverência as tradições mineiras e em sua trajetória tem parcerias com conterrâneos como Wilson Dias e o jornalista e poeta João Evangelista Rodrigues (Fotos: Arquivo Barulho d’água Música/Marcelino Lima)

Pereira da Viola, batizado José Rodrigues Pereira, também compositor e rabequeiro, já lançou os álbuns Terra Boa,Tawaraná, Viola Cósmica, Viola Ética e Akpalô. Conhecido pela personalidade alegre e espontânea, marca registrada de suas cantorias, o mineiro oriundo de São Julião, distrito de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, cunhou em seu relacionamento com público e amigos bordões famosos como “excelente maravilha” e “brincar é uma das coisas mais sérias que existem” e assim tempera com bom humor um trabalho fincado em raízes caipiras e ricas em manifestações de religiosidade dos mais profundos, reconhecido pela qualidade não apenas no território nacional, mas ainda no exterior. Além da carreira solo, tem participações em discos de amigos da estrada e integra o sexteto que lançou os dois álbuns do VivaViola – Sessenta Cordas em Movimento, composto por Bilora Violeiro, Wilson Dias, Chico Lobo, Gustavo Guimarães e Joaci Ornelas; com Wilson Dias gravou também Pote, com canções do poeta e jornalista João Evangelista Rodrigues. Ainda com Dias, Déa Trancoso e Titane forma o Quarteto Crescente, com o qual promove releituras da obra do uberabense Dércio Marques como Segredos Vegetais.

Inezita Barroso era uma das maiores entusiastas do trabalho de Pereira da Viola. O músico retribuía ao carinho, a tratava como madrinha e em reconhecimento à reverência que prestava à rainha da música caipira foi um dos convidados pela produção da TV Cultura para o programa gravado em junho de 2015, na Sala São Paulo, em São Paulo, em homenagem à cantora, que morrera três meses antes, no Dia Internacional da Mulher, apenas quatro dias depois de completar 90 anos. 

dengue-2

 

 

Anúncios

Autor: barulhomarcel

Jornalista nascido em Bela Vista do Paraíso (PR). Corintiano por herança do pai, Geraldo Caetano de Lima. Do velho também puxou a paixão por modas de viola, música de raiz e caipira, que era chamada de "sertaneja" antes da mídia comercial se apropriar, indevidamente, do nome. Quando criança ouvia aos pés da cama dele, vindas de um rádio à pilha que chiava muito, clássicos destes gêneros que marcaram para sempre a sua vida. Eu e Andreia Beillo não temos nada em comum. Para começo de conversa, ela torce pelo Palmeiras. Mas resolvemos juntos botar o pé na estrada e acreditar nas bençãos de São Gonçalo do Amarante e tentar encontrar na atividade de blogueiros dedicados à música de qualidade algo que nos una e ajude muita gente boa espalhada por todo este país, e lá fora, também, a ter seus méritos reconhecidos, resgatando e preservando valores de nossa cultura popular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s