886 – Sueldo Fernandes (SP) canta histórias para público da Estação Cultural de Santa Bárbara d’Oeste (SP)

O cantor e compositor Sueldo Fernandes será uma das atrações da Estação Cultural de Santa Bárbara d’Oeste neste sábado, 4 de junho, quando protagonizará a partir das 16 horas o espetáculo Cantando História, projeto viabilizado pelo ProAc de São Paulo. Natural da cidade paulista de Santos, Sueldo Fernandes toca instrumentos de cordas e de percussão, é luthier, pesquisador de cultura e de temas do folclore nacional. Desde a infância demonstra os dotes artísticos que permitem além de atuar como músico compor as próprias poesias e melodias. Em sua carreira integrou bandas como vocalista e instrumentista entre 2000 e 2007, optando após esta experiência por empregar a voz marcante e apoiada em vários timbres passeando por ritmos  populares brasileiros, country e folk, sempre buscando compor canções autorais que também destacam elementos de culturas étnicas tradicionais marcadas pela visão criativa, inovadora e original.

O currículo de Sueldo Fernandes no circuito paulista aponta entre outras atividades a turnê Cantante Romântico das Américas (entre 2012 e 2014) e participações em programas como o Dia Dia Rural, apresentado por Tavinho Ceschi no Terra Viva, canal de agronegócios da TV Bandeirantes (SP); Revelando São Paulo; e Festival da Cultura Paulista Tradicional, com a atriz Nani Braun, da TV Cultura (São Paulo). Cantando História reúne músicas étnicas, próprias e inéditas, em um álbum single distribuído digitalmente por plataformas virtuais. O disco também pode ser encomendado junto à Cantando História Produções, cujos números de telefone são 11 2456-3338/ 11 98486-5793

estação sbo

Trilhos da arte e da emoção

Antes da apresentação de Sueldo Fernandes o público que frequenta a Estação Cultural de Santa Bárbara d’Oeste poderá acompanhar durante uma feira de artesanato um coral local (a partir das 10 horas) e uma sessão de contação de histórias intitulada Rolando Causos com a Companhia Xekmat (por volta das 13 horas). Administrada pela Fundação Romi, a casa de espetáculos promove encontros plurais e multiculturais em um espaço revitalizado da antiga estação ferroviária da cidade, no qual a comunidade pode aprimorar a sua percepção acerca da cultura regional, divulgar valores, trocar vivências, adquirir conhecimentos, experimentar emoções, elaborar pensamentos, tomar iniciativas e ajudar a constituir a identidade cultural da região por meio exposições, oficinas e cursos de literatura, música, teatro e dança, dentre outras que promovam o desenvolvimento social por meio da cultura.

O endereço é rua Tiradentes, 2, Centro, e para mais informações sobre a programação oferecida de terça à sexta-feira (das 9 às 18 horas), aos sábados (das 8 às 17 horas) e aos domingos (das 8 às 12 horas) há o telefone  (19) 3455-4830

estação sbo 2

 

885 – Recém formada, dupla de violeiros paulista vence encontro nacional promovido em Mato Grosso

Anderson Batista e Luciano, irmãos residentes em Sumaré (SP), conquistaram o primeiro prêmio do 14º Encontro Nacional de Violeiros de Poxoréu, cidade situada a 249 quilômetros de Cuiabá, capital do Mato Grosso. O festival é considerado de acordo com os organizadores o maior encontro de violas do país e busca preservar as manifestações inerentes à cultura caipira. As atrações do evento que começou com quatro duplas já atraiu a Poxoréu mais de 50 mil pessoas  para acompanhar a cada nova edição shows e concursos das categorias mirim e adulto. Neste ano, entre 26 e 28 de maio, por exemplo, o público prestigiou além da dupla paulista: Cacique & Pajé, Zé Mulato & Cassiano, Arnaldo Freitas, Mariângela Zan, Juliana Andrade e Lucimara, Divino e Donizete, a Orquestra Municipal de Viola e grupos de catira os Guarás e Diamantes.

AndersonBatista_Luciano
Anderson Batista e Luciano acreditam que primeiro lugar em Poxoréu ajudará a abrir portas para a dupla e impulsionar vendas do disco que lançarão ainda em 2016

O duo de Sumaré começou a carreira há menos de um ano e comemorou bastante o resultado que Anderson Batista classificou como “muito gratificante”. De acordo com Luciano, o título deverá não apenas impulsionar a trajetória da dupla, bem como ajudar a promover o lançamento do primeiro álbum previsto para o segundo semestre. “Estar entre grandes violeiros do país e vencer o Encontro Nacional nos dá ainda mais vontade de gravar e sair pelo Brasil afora divulgando a música caipira”, disse Luciano.