1028 – América 4 lança em Vila Velha (ES) álbum comemorativo aos 30 anos de estrada

O Grupo América 4 está com novo álbum concluído e convida admiradores e amigos para o lançamento que marcará 30 anos de trajetória independente em defesa de culturas de povos latino-americanos como os guaranis, os aymaras e os mapuches. O concerto de estreia, com entrada franca, está marcado para a sexta-feira, 9 de março, a partir das 20 horas, no Teatro de Vila Velha, uma das mais importantes cidades do Espírito Santo, distante cerca de 180 km da Capital, Vitória, para quem escolhe viajar pela BR 101.  O América 4 tem embriões tanto no Estado capixaba, quanto no vizinho Minas Gerais, onde viviam na década de 1980 os músicos já de larga experiência e trajetórias artísticas oriundos do Brasil , da Bolívia, da Argentina, do Peru, do Uruguai, de Honduras e da Venezuela, entre eles Jorge Tobi Gil, com o qual o Barulho d’água Música mantém estreito contato. É em Vila Velha que está estabelecido o trabalho de resistência musical que encanta o público combinando as sonoridades de instrumentos típicos — alguns artesanais — como  zampoña, toyo, quenacho, charango, casaca, bombo legüero, tambores de Congo e tambores de Maracatu, entre outros, que dão ao América 4 uma identidade própria no cenário da cultura latino-americana.

Desde seus primórdios, o América 4 divulga a música andina, gênero combativo que fundiu na década seguinte a outros ritmos latinos para gravação do álbum Tambores de Congo. A mistura de instrumentos permite à banda explorar desde a Cumbia até o Congo, o que reflete em sua produção autoral os quatro cantos da América Latina, incluindo a rica influência tanto da cultura mineira e das tradições do Vale do Jequitinhonha, quanto dos tambores de Congo presentes no Espírito Santo.

Hoje um dos maiores representantes da música capixaba, identificado pelo estilo próprio que cultiva e é  lastreado em composições autorais e pesquisas, já se apresentou em importantes centros onde prepondera o som dos tambores, como Recife (PE), em cujo caldeirão o Maracatu é um dos destaques. Com longa experiência adquirida em vários palcos brasileiros e latino-americanos, ao divulgar este trabalho faz emanar a energia que se renova a cada novo espetáculo e conquista de pronto a crítica e novos seguidores.

Além das passagens pelo Recife,  em Minas Gerais, por exemplo, o América 4 já dividiu palco com artistas do calibre de Dércio Marques, Rubinho do Vale, Marku Rivas, Sérgio Moreira, Celso Adolfo, Saldanha Rolim, Mauricio Tizumba e Marcos Ruas;  também já tocou ao lado de Fagner, Zé Ramalho, Sá e Guarabira, Sérgio Reis e Zé Geraldo. Participou do Fórum das Américas, em Belo Horizonte (MG), do Encontro Latino Americano de Teatro em Nova Venécia (ES), do Jazz Festival e de eventos e projetos que incluem o Congresso Internacional Cidade (2006), a festa de dez anos da Rádio Universitária, a Festa de São Benedito, e os festejos em comemoração aos 60 anos da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Em emissoras de televisão e de rádio, o América 4 gravou programas e entrevistas dentro e fora do Espírito Santo. A lista aponta o Show Capixaba, na TV Vitória (ES); o Show 12 Anos de Estrada, na TVE; o Programa de Música na Assembleia Legislativa do Espírito Santo, entrevista à Rádio Francesa, ao vivo, para o programa Cordilheira de los Andes; Arrumação, com Saulo Laranjeira, na TV Minas; e se orgulha de ter representado a Música de Integração Latino-Americana em vários canais de TV.

Serviço:

Lançamento de A NOVA SONORIDADE, do Grupo América 4
9 de março, sexta-feira
20 horas
Teatro Municipal Elio de Almeida Vianna
Praça Duque de Caxias, s/nº, Vila Velha, Espírito Santo
O ingresso poderá ser retirado na bilheteria do teatro a partir de 7 de março, entre 14 e 18h

 

 Leia também no Barulho d’água Música:

910 – Músicos da Argentina, do Brasil e do Chile protagonizam show de encerramento do III Encontro Nacional do Circuito Dandô
861- Conheça Soledad Bravo, espanhola radicada na Venezuela cuja voz ecoa contra governos tiranos, exalta a democracia e a liberdade
747 – Grupo Moxuara, do Espírito Santo, vem a São Paulo receber estatueta do 2º Prêmio Grão de Música
 648 – Tenha em seu acervo álbum do Sexteto Mundano e de Sarah Abreu em homenagem a Violeta Parra!
637-Entidades capixabas e Grupo América 4 promovem em Vitória (ES) tributo a Victor Jara, cantor e herói da resistência chilena
Grupo América 4, de Vila Velha (ES), reforça acervo do blog com nova coletânea que comemora 25 anos de trabalho e resistência

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s