1048 – Em segunda temporada, Roda de Mestres visita Itu (SP) e também vai a Caldas (MG)

Os músicos do projeto Roda de Mestres convidam amigos e admiradores para mais duas rodadas de apresentações, uma na sexta-feira, 13, em Itu (SP), a outra no sábado, 14 de abril, em Caldas (MG), ambas a partir das 20 horas.  As cantorias têm como objetivo valorizar os mestres da música popular brasileira, representados por Sinhá Rosária, João Bá e Tião Mineiro,  divulgar nossas raízes musicais, resgatar o respeito aos nossos anciões e fomentar a genuína cultura do nosso país. O descontraído encontro reúne três mestres cantadores e  jovens artistas e pesquisadores — todos de origens e tradições musicais distintas que, juntos,  e no dia a dia e nos palcos, celebram a união entre a sabedoria do mais velho e a inquietude do mais novo.

Tudo aponta para uma experiência artística inesquecível, pela riqueza de trajetórias e visões de mundo envolvidas. O espetáculo é um maravilhoso encontro de gerações com música e prosa. A ideia dessa singular conversa musical foi do violeiro, cantor, percussionista e produtor fonográfico João Arruda, incansável pesquisador da cultura popular. Este encontro de gerações é resultado dos trabalhos de direção musical feitos por Arruda nos álbuns autorais dos três artistas: Acordar com os Passarinhos, de Tião Mineiro (2012); Cavaleiro Macunaíma, de João Bá (2013); e Eu sou Sinhá, de Sinhá Rosaria (2015).

“Por meio de suas músicas e de suas histórias cada artista desta roda nos leva a uma paisagem diferente, a um universo cultural e existencial próprio”, segundo Arruda. “Com Sinhá Rosária nos embalamos na alegria do samba ­de ­bumbo e samba ­de ­lenço paulista; com Tião Mineiro vamos aos giros de Folias de Reis e modas de viola caipira; e com João Bá somos levados à poética encantada dos sertões nordestinos e do norte de Minas”, apontou o violeiro, frisando que, com suas artes, os três mestres partilham sabedoria e conhecimentos e “espalham a mais leve alegria anciã”.

João Arruda entra em cena munido de violas, craviola, violão e instrumentos de percussão. Com sua peculiar descontração, o jovem músico deixa irrecusável o convite ao embarque para um passeio pelas águas que formam estes três grandes rios, ao passo que costura o repertório que concentra e revisita várias das mais ricas tradições da cultura popular do Brasil.

Sinhá Rosária (82 anos, Campinas/SP), João Bá (84 anos,­ Crisópolis,­ Bahia), Tião Mineiro (74 anos, ­ Boa Esperança, ­ Minas Gerais), um jovem violeiro, pesquisador da cultura popular ­ João Arruda (31 anos, ­ Campinas, SP) e as musicistas Esther Alves (flauta, sanfona e percussão)  e Yandara Pimentel formam esta roda por onde giram cantorias, prosas, poesia e muita alegria e que em 2017 passou pelo Centro Cultural Casarão
de Barão Geraldo, em Campinas, pelas unidades Jundiaí, Campinas e Pompeia (bairro de São Paulo) e ­Sítio Rosa dos Ventos, em­ Caldas (­MG).

Leia também no Barulho d’água Música:

917 – Dois Joãos conhecidos pela alegria são atrações em tarde de sábado na Casa de Mário de Andrade
839 – Três mestres e um pupilo inquieto promovem roda de cantoria em Barão Geraldo, distrito de Campinas (SP)
Tião Mineiro comemora 50 anos de estrada

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s