1078 – Noneto de Casa, grupo paulista, é atração do Museu da Casa Brasileira (SP) neste domingo sem futebol

Repertório da banda  passeia por gêneros como samba, baião, afro-latin, maracatu e jazz e no show de domingo terá também sucessos de Hermeto Pascoal
Marcelino Lima, com assessoria de imprensa do MCB  (Foto do Noneto de Casa:  Lucas Mercadante)

A bola não vai rolar no domingo, 8, pela Copa do Mundo da Rússia, abrindo para quem curte além de futebol música de qualidade a possibilidade de conhecer o trabalho do grupo paulista Noneto de Casa, anunciado como atração do Museu da Casa Brasileira, situado em São Paulo. Com entrada franca, a apresentação está prevista para começar às 11 horas. Passeando por gêneros como samba, baião, afro-latin, maracatu e jazz, a banda apresentará músicas do terceiro e mais recente álbum da discografia, Resbucando, além de canções de Hermeto Pascoal cuja obra será revisitada no disco seguinte do Noneto de Casa.

Criado no final de 2010, o Noneto de Casa é constituído por ex-alunos do Conservatório Dramático e Musical Doutor Carlos de Campos,  de Tatuí (SP), conhecida como “Capital da Música”. Ao longo de 2011, o grupo de amigos dedicados à música instrumental cujas principais referências são Maria SchneiderMoacir SantosDave Holland Banda Mantiqueira pesquisou e inaugurou o repertório autoral que faria mais tarde parte do primeiro disco.

Em consequência da diversidade de formação de seus integrantes, o Noneto de Casa tem como principal característica a multiplicidade de experiências, que se reflete claramente em suas obras e na maneira como o grupo é gerido, sempre de maneira coletiva. Desta forma, vem participando de diversos festivais e eventos — entre os quais o Painel Instrumental 2012 de Tatuí, fazendo a abertura do show de Hermeto Pascoal e Grupo; o 1º Festival Grandes Bandas do Almanaque Café, em Campinas; da Mostra de Música Cidade Canção do Sesc de Maringá (PR); do Projeto Sorocaba em Cena, realizado pelo Sesi de Sorocaba (SP); do 2º Festival Itajubense de Cultura e Arte (FICA), em Itajubá (MG); do 13º Festival do Instituto de Arte da Unicamp; da 30ª Feira Avareense de Musica Popular (Fampop), em Avaré (SP); do Festival do Sesc de Jacarezinho (PR);  do 10º Brasil Instrumental do Centro Unificado de Ensino de Perus, bairro de São Paulo, do qual se sagrou vencedor; e do 3º Festival Paralelo de Tatuí, no Brasil; no exterior, esteve no 7º Encontro Internacional Jazz a la Calle (Uruguai), aproveitando a estada naquele país para ministrar um workshop.

Em 2014, lançou, enfim, o primeiro disco autoral, temporada na qual também entrou em estúdio para gravar o disco da cantora Martina Marana (Correnteza de Ar), com arranjos de André Marques, protagonizando diversos shows país à dentro e lá fora.

Em 2016 tocou com frequência em bares de jazz de São Paulo, além de ter ganhado o concurso “Novos Talentos do Jazz” do Savassi Festival, tocando em seu encerramento em Belo Horizonte (MG) em julho. Tocou em setembro no “O Menor Festival de Jazz do Mundo“, realizado na Fundição Progesso, no Rio de Janeiro, pelo Jazz na Kombi.

Disco totalmente virtual em formato de vídeos, Rebuscando é de 2017. Sua produção contou com participações especiais de Fabio Torres (Trio Corrente), Fabio Leal e Cássio Ferreira. O álbum teve direito a shows de lançamento no Festival de Musica de Ourinhos, no Festival de Musica de Itapeva, no Pré Ilhabela In Jazz, todos no estado de São Paulo, e no programa Quartas Instrumentais do Centro Cultural BNDES, situado na cidade do Rio de Janeiro, antes de dividir o palco em dezembro daquele ano com o bandolinista Hamilton de Holanda, no Conference Live Sound  Jundiaí.

Os três álbuns do Noneto de Casa podem ser comprados por quem visita o portal eletrônico da banda, no qual também estão disponíveis para serem baixados em formato Mp3 (veja www.nonetodecasa.com/discografia). O grupo reúne João Casimiro (bateria); Diego Garbin (trompete e flugelhorn); Dô de Carvalho (saxofone e flauta); Rafael Amarante (guitarra); Reynaldo Izeppi (saxofone e flauta), Jackson Silva (baixo); Fábio Oliva (trombone); e Isaías Alves (saxofone)

Capas dos discos do Noneto de Casa

Casa do design, ponto de encontro familiar

A apresentação do Noneto de Casa dá sequência ao projeto Música no MCB, que já está em sua 19ª temporada ininterrupta desde 1999. Os espetáculos gratuitos promovidos no terraço do prédio, ao lado do bosque do Museu, já atraíram mais de 240 mil pessoas que curtiram shows de cantores e grupos de diversos gêneros e estilos musicais como Pau Brasil, Zimbo Trio, Projeto Coisa Fina, Orquestra Bachiana Jovem, Grupo Aum, Mawaca, Traditional Jazz Band, Neymar Dias e Igor Pimenta, Wilson Teixeira, Pé no Blues, Céu de Lamparina e Orquestra Mundana Refugi, entre outros. A cada nova atração, entre março e dezembro, pelo menos 400 espectadores por domingo lotam as cadeiras disponibilizadas para a plateia — sem contar o público que se concentra ao redor e nos jardins, pessoas de todas as idades, incluindo famílias inteiras que comparecem levando suas crianças.

É importante frisar que o MCB mantém esta rica e diversificada atividade de lazer e de entretenimento sem patrocínio algum, arcando com todos os custos de manutenção e eventuais pagamentos de cachês. Tanto é assim que no começo de maio, quando por lá esteve a Orquestra Mundana Refugi, o compositor e líder do grupo, Carlinhos Antunes, sugeriu aos presentes a instituição de uma “contribuição solidária” para remunerar os artistas — refugiados e imigrantes de vários países – e permitir ao Museu amenizar parte dos custos para colocar em cena mais de vinte músicos e seus instrumentos.

O Museu da Casa Brasileira oferece, ainda, outras atrações à medida em que se dedica à preservação e à difusão da cultura material da casa brasileira: é o único do país especializado em arquitetura e design. A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda que possui também atividades do serviço educativo, debates, palestras e publicações contextualizando a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade. Dentre suas inúmeras iniciativas, destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país, realizado desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a rica diversidade do morar no país.

O MCB fica na avenida Faria Lima, 2.705, jardim Paulistano, São Paulo, e para mais informações disponibiliza o telefone (11) 3032.3727. A visitação vai de terça-feira a domingo, das 10 às 18 horas. O ingresso para as atrações ao longo da semana custa R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada); crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos, pessoas com deficiência e seu acompanhante pagam meia-entrada e o acesso é livre aos domingos e feriados. O MCB possui equipamentos de acessibilidade e estimula o uso de meios alternativos de transporte e de locomoção oferecendo gratuitamente bicicletário com 40 vagas. O estacionamento para automóveis é pago. Para as visitas orientadas, recomenda-se telefonar para (11) 3026-3913 ou enviar mensagem para agendamento@mcb.org.br. O portal eletrônico está em www.mcb.org.br

Repertório do Noneto  de Casa para o MCB:

Rebuscando (Diego Garbin)/ Samba Ilusório(Diego Garbin)/Sonho Paulista(Gustavo Bendeti)/Viva o Rio de Janeiro (Hermeto Pascoal)/Missa dos Escravos(Hermeto Pascoal)/Fat Cat(Dony McCaslin)/São Jorge(Hermeto Pascoal)/51 anos(Daniel Barden)/Zelig(Fabio Leal)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s