1185 – Renato Teixeira faz apresentação única em teatro de Osasco (SP) de “Um poeta e um violão”

Consagrado cantor e compositor santista, inclusive de premiado jingle, rememora maiores sucessos da carreira em espetáculo minimalista que valoriza a poesia das letras do repertório, permeado por causos que ele conta entre as músicas, registradas em mais de 20 álbuns

O cantor e compositor Renato Teixeira será atração na sexta-feira, 24 de maio, do Teatro Municipal Glória Giglio, situado em Osasco, cidade da região Oeste Metropolitana de São Paulo a 18 quilômetros da Capital, com acessos pelas rodovias Castello Branco e Raposo Tavares e pelo Rodoanel Mário Covas. O consagrado autor de Romaria cantará a partir das 21h30 este e outros sucessos da carreira que já chega aos 50 anos de estrada e está registrada em mais de 20 álbuns solo ou em parceria (ver guia Serviços e o quadro Discografia ao final desta atualização).

A apresentação faz parte do projeto¹ Um poeta e um violão, título do álbum homônimo que Teixeira gravou em 1997, e com o qual vem rodando o país em concertos dos mais concorridos. De acordo com a produção do espetáculo, Um poeta e um violão oferecerá ao público viagem das mais emocionantes e divertidas pela música do Interior do Brasil, conduzida pela arte ímpar de Renato Teixeira. O repertório, o tom, a sonoridade e o conceito visual do projeto se concentram em recursos minimalistas e refinados, destacando o cenário marcado apenas pelas cores das luzes, visando à demanda que existe por apresentações desse tipo.

Desta forma, os produtores conseguiram por meio da simplificação dos elementos embelezar a cantoria, alcançando um produto ágil, emocionante, comunicativo, em que lindas canções misturadas com deliciosos causos contados por Renato criam um espetáculo prazeroso de se ver e ouvir. Além de Romaria, o programa do show destaca Tocando em Frente, Amora, Frete, Recado e Amanheceu, Peguei a Viola, composições que estão no imaginário afetivo do público há várias gerações e que se misturam a canções inéditas carregadas de revelações poéticas características do autor – “cada um de nós compõe a própria história” – e propagam a essência filosófica de sua obra – “tudo se dá no momento e depois, já não é”.

BROA E BALA DE LEITE

Renato Teixeira de Oliveira (Santos, 20 de maio de 1945) estreou em disco em 1969, em dupla com Chico Maranhão, e dois anos depois lançou o disco solo Álbum de Família. Sua popularidade, entretanto, começou a despontar e a se solidificar nas bases que alcança atualmente com a gravação em 1977 de Romaria por Elis Regina, que ele registraria um ano depois, no álbum de mesmo nome. Tocando em Frente — em parceria com Almir Sater, gravada também por Maria Bethânia –, Dadá Maria – em dueto com Gal Costa – Frete – tema de abertura do seriado Carga Pesada, da Rede Globo, protagonizado por Antônio Fagundes e Stênio Garcia–, além de Amanheceu…, também estão entre as canções mais admiradas da obra de Teixeira.

Fora deste universo o cantor e compositor santista criou, ainda, junto com Sérgio Mineiro e Sérgio Campanelli, o jingle famoso Balas de leite Kids (Roda, roda, roda o baleiro, atenção...) entre outros. Em 1990, Renato Teixeira apresentou o programa Tom Brasileiro, na Rede Record, no qual, além de cantar, apresentava artistas que valorizavam a música nacional.

Considerado um ícone da música caipira e regional, compôs Rapaz caipira, como crítica à atual música sertaneja de consumo, fazendo renascer a expressão “música caipira” e que o torna um defensor aberto deste gênero de raiz, que sobrevive apesar dos desvios da música alegadamente sertaneja e meramente mercadológica. Em 2010 gravou Amizade Sincera com o amigo de longa data e outro bastião do gênero, Sérgio Reis. Também compôs uma canção com Victor Chaves, da dupla Victor & Leo e, em dezembro de 2015, ao lado de Almir Sater, lançou AR nas plataformas digitais. Apesar de inúmeros parcerias musicais com Sater, ambos amigos de longa data, foi a primeira vez que  realizaram um projeto juntos, gravando as faixas entre o Brasil e Nashville (Estados Unidos), com produção do norte-americano Eric Silver.

AR traz 10 músicas inéditas compostas pela dupla, que navega pelas vertentes do country ao folk, sem perder sua essência, agregando ao purismo da música caipira e seus ritmos genuínos. Por este álbum, Renato e Almir ganharam em 2016 os prêmios de melhor dupla regional na 27.ª edição do Prêmio da Música Brasileira e de Melhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras no 17.º Grammy Latino. A música do álbum D de Destino, composta por Almir, Paulo Simões e Renato Teixeira, foi indicada ao prêmio de Melhor Canção em Língua Portuguesa do Grammy

.

Serviço

Renato Teixeira
Um Poeta e um Violão
24 de maio, a partir das 21h30
Teatro Municipal Gloria Giglio
Avenida dos Autonomistas, 1533, Vila Campesina, Osasco

Ingresso: R$60 (meia-entrada), R$80 (promocional) e R$ 120 (inteira) e pelo whatsApp (11) 9835-75195

O ingresso pode ser adquiro pelo endereço https://ticketbras.com/product/renato-teixeira-no-teatro-municipal-de-osasco/ida/barulhodagua  

Vendas na bilheteria apenas a partir do dia 20, das 13h às 18h.


¹ O cantor e compositor Renato Teixeira também vem apresentando Oswaldo Montenegro e Renato Teixeira-A emoção de um encontro. Oswaldo Montenegro e Renato Teixeira, dois grandes artistas da música brasileira que se encontram no palco. Amigos há muito tempo, sempre sonharam com esse encontro, no qual o público poderá assistir aos dois poetas cantando versos um do outro, se irmanando em clássicos como “Bandolins”, “Tocando em Frente”, “A Lista”, “Romaria” e tantos outros. Saiba mais visitando http://www.oswaldomontenegro.com.br/novosshows

Pai e filho, Renato e Chico Teixeira têm, ainda, o projeto Quando os ponteiros se encontram. Saiba mais e contrate a apresentação em https://www.rubrarosacultural.com.br/blog/01-e-02-09-2018-quando-os-ponteiros-se-encontram-renato-teixeira-e-chico-teixeira-sesc-pinheiros

Leia também no Barulho d’água Música mais conteúdos sobre Renato Teixeira ou a ele relacionados em:

https://barulhodeagua.com/tag/renatoteixeira/
1132-chico-maranhao-ma-simbolo-musical-da-decada-de-1960-lanca-cd-duplo
921-saturno-novo-album-de-chico-teixeira-chega-as-plataformas-digitais-com-homenagens-a-joao-lavraz-e-geraldo-roca/”>921 – Saturno, novo álbum de Chico Teixeira, chega às plataformas digitais com homenagens a João Lavraz e Geraldo Roca*

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s