1192 – Chico Buarque (RJ) fatura Prêmio Camões pelo conjunto da obra e colaboração com o vernáculo

Autor de 17 álbuns, peças de teatro e romances que arrebataram o Jabuti é o 13º brasileiro a ganhar a honraria instituída em 1989 e em cuja lista constam João Cabral e Jorge Amado

O compositor, cantor e escritor Chico Buarque é o vencedor do 31º Prêmio Camões, considerado o mais importante troféu literário da Língua Portuguesa. O carioca é primeiro autor ligado á música e o 13º brasileiro a figurar na ilustre lista que entre os compatriotas inclui João Cabral de Melo Neto (1990), Rachel de Queiroz (1993), Jorge Amado (1994), Antonio Candido (1998), Autran Dourado (2000), Rubem Fonseca (2003), Lygia Fagundes Telles (2005), João Ubaldo Ribeiro (2008), Ferreira Gullar (2010), Dalton Trevisan (2012), Alberto da Costa e Silva (2014) e Raduan Nassar (2016). No mesmo panteão Chico Buarque fará companhia a ganhadores como o português José Saramago (1995), o moçambicano Mia Couto (2013), e  Germano Almeida, escritor de Cabo Verde, consagrado em 2018¹.

A decisão a favor do autor do romance Leite Derramado e de sucessos como Construção saiu na terça-feira, 21 de maio, durante reunião realizada na Biblioteca Nacional, no Centro da cidade do Rio de Janeiro (RJ) da qual participaram representantes do Ministério da Cultura de Portugal e da comunidade artística africana².

Continue Lendo “1192 – Chico Buarque (RJ) fatura Prêmio Camões pelo conjunto da obra e colaboração com o vernáculo”

Anúncios