1227 – Grazi Nervegna recebe convidados para lançamento do disco de estreia, na Unibes Cultural (SP)

Anambé’, nome do álbum, é palavra de origem tupi-guarani que significa “aqueles que caminham em parceria e permanecem unidos” e será apresentado com as presenças de Consuelo de Paula, Katya Teixeira, João Arruda, Carlinhos Ferreira, Francisco Prandi e Grupo EntreLatinos

Em 31 de agosto, sábado, a cantora e compositora Grazi Nervegna realizará no palco da Unibes Cultural concerto de lançamento de seu primeiro disco, intitulado Anambé, em cantoria que deverá transcorrer entres 20 e 22 horas e que contará com as participações de Consuelo de Paula, Katya Teixeira, do grupo EntreLatinos e dos músicos João Arruda, Francisco Prandi e Carlinhos Ferreira. Um marco na carreira de Nervegna, Anambé é palavra de origem tupi-guarani que significa “aqueles que caminham em parceria e permanecem unidos” e foi gravado após campanha de financiamento coletivo. “É um voo que a voz de Grazi Nervegna faz ao som da viola e das flautas feitas com tubos rústicos. Um voo ora rasante e rascante, ora amplo e lírico”, afirmou Consuelo de Paula, que também é diretora artística do disco gravado no estúdio VentaMoinho, de João Arruda, em Campinas.

Grazi Nervegna começou a cantar e tocar violão de forma autodidata, aos 14 anos. Em 2012 entrou em contato com a obra da cantora, poeta e compositora Consuelo de Paula, tornando-se sua aluna e parceira de composição. Paulistana, a cantora Grazi Nervegna tem abrilhantado saraus e encontros promovidos pelo circuito cultural de música independente em São Paulo. Em 2017 foi convidada a fazer uma participação especial na Festa Lítero-Musical (Flim) do Parque Vicentina Aranha, em São José dos Campos (SP), onde apresentou canções autorais e em 2018 protagonizou Bibianas — projeto de Consuelo de Paula que levou ao Teatro da Rotina, na cidade de São Paulo, várias cantoras e compositoras parceiras de estrada de Consuelo, como a própria Grazi, Katya Teixeira, Dani Lasalvia, Andreia Preta, Thamires Tannous e o Duo Flor de Maracujá . No mesmo ano, participou do projeto O Feminino em Pessoa, com repertório inspirado na obra do autor lusitano, idealizado pela pianista e compositora Patrícia Lopes.

Grazi Nervegna teve a oportunidade de cantar ao lado de nomes como Andréa dos Guimarães e Léa Freire, entre outras musicistas e no primeiro semestre de 2019 fez inúmeras apresentações em São Paulo, incluindo a Maifest, além de participações especiais em shows do Grupo EntreLatinos. Recentemente, foi estrela da gravação de um dos programas Sr. Brasil, apresentado por Rolando Boldrin, na TV Cultura.

Grazi Nervegna é finalista do 5º Prêmio Profissionais da Música, categoria Interpretes/Cultura Popular da modalidade Criação, que será entregue ao vencedor em 3 de novembro, em Brasília (DF)

Sobre os convidados

João Arruda participa de mais de 15 CDs como artista convidado ou produtor e esteve em mostras, festivais e programas de rádio e TV por cidades das cinco regiões do país. Sua trajetória musical inclui turnês pelo exterior com o Flautins Matuá, que integrou o projeto Samarro’s Brazil, realizando shows na França e na Itália. Em trabalho solo, percorreu a Argentina com o projeto Entre Violas e Couros. Expoentes do meio regional como Levi Ramiro, João Bá, Consuelo de Paula, Katya Teixeira, Valdir Verona, Luiz Salgado, Dércio Marques e Doroty Marques já trabalharam com o artista.

Carlinhos Ferreira é, além de primoroso percussionista e artesão de instrumentos musicais,  pesquisador perspicaz das manifestações da cultura popular, da origem, história e diversidade dos ritmos brasileiros. Tem acompanhando vários artistas, tais como Chico Lobo, Pereira da Viola, Pena Branca, Déa Trancoso, Renato Teixeira, Fernando Sodré, Wilson Dias, Rubinho do Vale e Xangai, entre outros. Associa-se a parcerias muito importantes e promoveu várias gravações em discos de artistas nacionais, como o álbum Cantoria Brasileira, indicado ao Grammy Latino na categoria de Melhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras. Carlinhos Ferreira participou, também, do novo álbum da cantora e compositora Consuelo de Paula, M a r y á k o r é.

Grazi Nervegna esteve recentemente no palco do Sr.Brasil e encantou o apresentador Rolando Boldrin (foto: Daniel Kersys)

Francisco Prandi é cantor, compositor e músico. Toca violão desde os 12 anos idade e domina cuatro venezolano, guitarra, tres cubano e charango. Foi aluno de Fernando Reche, renomado charanguista boliviano, integrou os grupos Canto Libre (2011 2014) e Palimpsesto (2014 2015) e participa, atualmente, do projeto EntreLatinos, de resgate do canto popular latino-americano.

Tem no currículo participações em eventos de grande porte como os Encontros Nacionais do Movimento de Atingidos por Barragens (2016, Mariana MG) e (2017, Rio de Janeiro RJ), no qual atuou ao lado de músicos consagrados como Katya Teixeira, Sérgio Turcão e Afonsinho Menino.

Consuelo de Paula é cantora, compositora, poeta, diretora artística e produtora
musical. É autoras dos álbuns Samba, Seresta e Baião (1998), Tambor e Flor (2002), Dança das Rosas e Casa (ambos e 2012), O Tempo e o Branco (2014) e o recente Maryákoré (2019).

Sua obra recebeu destaque na capa do guia japonês Brasilian Music (Massato Asso), que selecionou os 500 melhores álbuns da música brasileira de todos os tempos. Em 2011, Consuelo lançou, com Lúcia Arrais Morales, seu primeiro livro, A Poesia dos Descuidos premiado pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Katya Teixeira é cantora, instrumentista, compositora e pesquisadora da cultura popular brasileira e traz em seu trabalho musical o resultado de suas andanças pelo Brasil, além de ser idealizadora do Dandô Circuito de Música Dércio Marques.

Com seis álbuns gravados, três singles e inúmeras participações em álbuns e shows de artistas consagrados da MPB, Katya Teixeira teve três dos seus álbuns indicados ao Prêmio da Música Brasileira, foi finalista em 2017 do Prêmio Profissionais da Música na categoria Artista Raiz e levou o Troféu Catavento de 2012 e de 2016 outorgado por Solano Ribeiro, da Rádio Cultura/SP. Além do Dandô  Circuito de Música Dércio Marques, promove a realização de vivências e de oficinas integrando e valorizando a cultura popular pelo país.
Com uma carreira intensa e incansável, Teixeira percorre o Brasil de norte a sul, a América Latina e a Europa.

O EntreLatinos  é um  grupo fundado em 2016 com o intuito não apenas resgatar o canto popular latino-americano, mas também de demonstrar sua permanência por meio de artistas da nova geração. Em seu primeiro ano, o grupo atuou em centros culturais na cidade de São Paulo, fez turnê pelo Rio de Janeiro e participou na cidade de Mariana (MG) do Encontro Nacional do Movimento de Atingidos por Barragens. Em 2017, 2018 e 2019, integrou o considerado maior evento de rua da cidade de São Paulo, no bairro do Brooklyn, o (MaiFest, BrooklynFest.

O grupo também atuou no Memorial da América Latina em diversas ocasiões, bem como na Unibes Cultural, em parceria com o Dandô Circuito de Música Dércio Marques.

Serviço:

Grazi Nervegna lança Anambé

Sábado, 31 de agosto, 20 horas

Unibes Cultural: Rua Oscar Freire, 2.500, São Paulo,ao lado da estação Sumaré do Metrô (Linha 2 – Verde), telefone: (11) 3065-4333

Ingressos: R$ 30,00

HTTPS://WWW.SYMPLA.COM.BR/SHOW-DE-LANCAMENTO-CD-ANAMBE—GRAZI-NERVEGNA__571645

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s