1229 – Instituto Cultural Abrapalavra promove Mostra Internacional de Violão em Beagá (MG)

De acordo com o cronograma do evento, plateia apreciará concertos de violão e poderá trocar ideias e experiências com Elodie Bouny, André Siqueira, Diego Salvetti, Lucas Telles, Conrado Paulino, Celso Faria, Alessandro Soares, Letícia Leal e José Lucena Vaz.

O Conservatório da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) sediará entre amanhã, 4, e a sexta-feira, 6 de setembro, o evento musical que proporá o encontro entre a tradição e a pluralidade Sons da cidade: Mostra Internacional de Violão de Belo Horizonte, que deverá levar à Capital mineira importantes violonistas da música brasileira e internacional como protagonistas de recitais, além de rodadas de bate-papos para potencializar relações de convivência. Os participantes receberão certificados e poderão acompanhar as sessões de conversas com a ajuda de tradutores especializados em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais).

Com entrada franca, a Mostra é um projeto do Instituto Cultural Abrapalavra, idealizado e coordenado por Fernando Chagas, Aline Cantia e Chicó Do Céu que contará com patrocínio da Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Belotur. A curadoria caberá a Carlos Walter e a Fernando Chagas, com coprodução de Tatiane Soares, Isabel Miranda, Paula Libéria e Sheila Oliva. De acordo com o cronograma abaixo, a plateia apreciará concertos de violão e poderá trocar ideias e experiências com Elodie Bouny, André Siqueira, Diego Salvetti, Lucas Telles, Conrado Paulino, Celso Faria, Alessandro Soares, Letícia Leal e José Lucena Vaz.

Disco novo

O paulista de Palmital radicado em Londrina (PR) André Siqueira (PR), compositor, arranjador, produtor e multi-instrumentista, um dos convidados entre as atrações dos Sons da cidade: Mostra Internacional de Violão de Belo Horizonte, está lançando seu terceiro álbum, Solo, desta vez pelo selo da gravadora Kuarup, disponível em várias  plataformas digitais . Siqueira comentou que “o disco novo (modéstia às favas) está lindo” e deverá encantar os amigos e fãs tanto quanto Catamarã, de 2016, e lithos.

Siqueira é Doutor em Ciências Sociais pela Universidade do Estado de São Paulo (Unesp) — com a tese A sonata de Deus e o diabolus: nacionalismo, música e o pensamento social no cinema de Glauber Rocha – e Mestre em Música pela UFMG, escola na qual desenvolveu também pesquisa sobre os procedimentos composicionais do italiano Giacinto Scelsi. Formado em Música pela Universidade Estadual de Londrina (UEL/PR), leciona na instituição disciplinas como Harmonia e Contraponto, Arranjo e Percepção. Ele também foi coordenador da Pós-graduação em Música (2008- 2010) e professor na habilitação de Arranjo Musical e é autor do livro Giacinto Scelsi: improvisação, orientalismo e escritura, lançado pela EDUEL em 2011, no qual discute os procedimentos composicionais e a biografia do compositor italiano.

Flautas, guitarra elétrica, violões, viola caipira, contrabaixo e guitarra portuguesa são alguns dos vários instrumentos que André Siqueira utiliza como meio para a construção de sua escritura musical. Em sua trajetória pontificam experiências diversas em cultura popular e pesquisas em Música Contemporânea renderam convites para gravar com vários músicos, participar de diversas mostras e festivais e à seleção pelo programa Rumos Itaú Cultural/Música (categoria Coletivo) no biênio 2010-2012 dentro do qual, em março de 2012, participou de um show em comemoração aos 25 anos do Instituto Itaú Cultural tocando com Gilberto Gil. Em 2009, integrou o Circuito Syngenta de Viola, ocasião na qual dividiu o palco com Paulo Freire e Levi Ramiro e que resultou em um álbum com violeiros de todo o país e no qual Siqueira, junto com Zeca Collares, assina a faixa Brincando com as crianças e utiliza viola de 14 cordas.

André Siqueira é finalista do 5° Prêmio Profissionais da Música da modalidade Criação, categoria Artistas-Intérpretes Violas e Violeiros, que será entregue aos vencedores na noite de 3 de novembro, em Brasília (DF).

Quarta-feira, 4 de setembro  

19h: Recital com Lucas Telles
20h: Recital com Conrado Paulino

Quinta-feira, 5 de setembro

9 h: Workshop com Alessandro Soares (acervo digital do violão brasileiro)
17h: Roda de conversa com Diego Salvetti e Conrado Paulino, mediação de Letícia Bertelli
19h: Recital de Celso Faria
19h30: Recital com José Lucena Vaz
20h: Recital com Diego Salvetti

Sexta-feira, 6 de setembro

17h: Roda de conversa com Elodie Bouny e André Siqueira, mediação de Letícia Leal
19h: Recital com André Siqueira
17h: Recital com Elodie Bouny

A UFMG fica na Presidente Antônio Carlos, 6627, no bairro Pampulha, em Belo Horizonte

Leia também no Barulho d’água Música

1098 – Conheça Rodrigo Procknov (SP), violonista elogiado por Baden Powell e arranjador de Renato Teixeira e Sérgio Reis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s