1232 – Rodrigo Bragança lança In_Ventos Poéticos, com Antonio Nóbrega e convidados, em Sampa*

Em busca de “sempre dialogar, motivar e ser motivado pelo outro”, a apresentação pretende promover um encontro de linguagens artísticas a partir do som particular e efeitos com pedais da guitarra do cantor e poeta 

*Com Tambores Comunicações

O guitarrista, compositor e poeta mineiro Rodrigo Bragança, nascido em Belo Horizonte, mas radicado na cidade de São Paulo depois de viver alguns anos em Brasília (DF), lançará neste sábado, 14, o álbum In-Ventos Poéticos/Onde o vento faz a curva, que deriva do projeto homônimo exibido em um canal do Youtube. Bragança ocupará o palco do Teatro Brincante, em Sampa, a partir das 21 horas e receberá, entre outros convidados, Antonio Nóbrega.

A apresentação pretende promover um encontro de linguagens artísticas: Rodrigo Bragança entrará com o som particular e efeitos com pedais de sua guitarra em busca de sempre dialogar, motivar e ser motivado pelo outro”. O outro, dessa vez, será nada mais, nada menos que o artista multimídia Antonio Nóbrega, Marcelo Pretto (integrante dos grupos Barbatuques e A Barca), Joana Duah, Marcelo Segreto (da banda Filarmônica de Pasárgada) e Kenia Muraoka; os músicos João Taubkin (baixo) e Priscila Brigante (percussão), os poetas André Oviedo e Pedro Blanco, além dos bailarinos Fernanda Gusso e Priscila Torres, mais o videomaker Amir Admoni e outros. 

O repertório te a música como fio condutor, mas prima pela interação entre as artes. Tanto pode ser um solo de Bragança (Desgelo), como um duo dele com Kenia Muraoka — que é de origem oriental e cantará Akatombo, tradicional canção japonesa. A “pegada”do Clube da Esquina, uma das referências de Bragança, será identificada em Pele Verde, dele com o baixista João Taubkin. A interação proposta também poderá dar liga com o poeta André Oviedo em Poema pra Escapar. Ou, ainda, com a bailarina Priscila Torres, que vai improvisar a partir da música Poema solo para um homem só, do mineiro.

Rodrigo Bragança ainda vivia no Planalto Central quando decidiu ser guitarrista, fez as malas e “caiu” na capital paulista em 1996, cidade onde formou o grupo de jazz Mandu Sarará e com o qual lançou álbum com participação de Hermeto Pascoal. Também fez parte da banda O Grito, que foi destaque na revista Guitar Player (2006) e lançou o disco solo Lágrimas de Chorar Estrelas (2008), no qual explora a guitarra, ampliando suas possibilidades por meio da experimentação de diferentes técnicas.

Em seu currículo há, ainda, o emprego como diretor do projeto Caminhos Poéticos da Canção (2009), que investigava relações entre poesia, letra e música e reuniu Chico César, Luiz Melodia, Arnaldo Antunes, Fernando Brant, Luiz Tatit e outros, em apresentações e palestras no Centro Cultural Banco do Brasil, da cidade do Rio de Janeiro (RJ) e de Brasília. Fora do palco, mas ainda em artes, em 2016, lançou o livro de poemas Solo para um Homem Só. Bragança atua também como compositor e músico na Argila, produtora que cria trilhas sonoras na área de educação, video-games, cinema e publicidade, e produz novos artistas.

O Teatro Brincante fica na rua Purpurina, 428, no bairro paulistano da zona Oeste Vila Madalena e para mais informações disponibiliza os números de telefone (11) 3816-0575, A entrada para assistir à apresentação está cotada entre R$ 17,50 e R$ 37,00 (reservas antecipadas) e R$ 20,00 e R$ 40,00 (na bilheteria).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s