1259 -Evinha lança em Sampa e no Rio de Janeiro álbum cantando a obra de Guilherme Arantes (SP)

Disco intimista de voz e piano traz música inédita e consagrados sucessos do cantor e compositor paulistano

A cantora Evinha fará apresentações nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro para lançar seu disco de estreia na produtora e gravadora Kuarup,  com um projeto homenageando o cantor paulistano Guilherme Arantes, respectivamente em 12 e 16 de novembro (veja a guia Serviços). Comemorando seus 50 anos de carreira solo e em parceria com o pianista e diretor musical francês Gérard Gambus, a dona da mais emblemática voz do Trio Esperança (a eterna intérprete de Cantiga Por Luciana) em Evinha Canta Guilherme Arantes interpreta clássicos do músico paulistano. A ideia de interpretar obras de Guilherme Arantes nasceu durante uma troca de figurinhas musicais, em meados da década dos anos 1980, quando o músico presenteou Evinha com uma canção inédita, Sou O Que Ele Quer. A partir desse momento, a cantora soube que, mais cedo ou mais tarde, lançaria um álbum homenageando Arantes, o qual ela considera excepcional e sobre ele afirma: suas melodias e harmonias são ditas com inteligência, simplicidade e delicadeza. São sentimentos transformados em palavras que colam perfeitamente nas melodias que assina, sem filtro.

O disco, em clima intimista, foi gravado no primeiro semestre deste ano, em Paris, onde Evinha reside anos e resgata o mesmo formato de trabalhos lançados anteriormente pela cantora, trazendo a influência do repertório de clássicos de Guilherme Arantes em sua vida. O álbum destaca alguns sucessos como Brincar de Viver, Amanhã — que foi tema da novela Dancin Days –, a canção Cuidese bem — outro tema de novela, agora em Duas Vidas, o sucesso Deixa Chover — faixa que entrou na trilha sonora de Baila Comigo, Êxtase, Pedacinhos, e Um Dia, um adeus, que foi tema da novela Mandala.

Sobre Evinha

Evinha nasceu cantando o aos oito anos formou com seus irmãos Mário e Regina o lendário Trio Esperança, ícone da Jovem Guarda que lançou sucessos como Festa do Bolinha, Filme Triste, O Passo do Elefantinho, e tantos outros. Em 1969, iniciou carreira solo ganhando 0 4°Festival Internacional da Canção com Cantiga por Luciana. A seguir, lançou sucessos como Casaco Marrom, tema da novela Pigmaleão 70, e Que Bandeira, por exemplo. Em 1978, casou-se com o pianista francês Gerard Gambus, maestro da famosa orquestra de Paul Mauriat, e desde então reside na França. Hoje em dia percorre o mundo junto às irmãs Regina e Mariza com o grupo vocal Trio Esperança já em sua terceira formação.

O repertório do álbum de Evinha com canções de Guilherme Arantes foi selecionado com a ajuda do produtor Thiago Marques Luiz e inclui Cuide-se Bem (1976), Amanhã (1977), Êxtase (1979), Deixa Chover (1981), Pedacinhos (1983), Brincar de Viver (Guilherme Arantes e Jon Lucien, 1983), Um dia, Um Adeus (1987) e Muito Diferente (1989), além de três músicas menos conhecidas: A Cidade e a Neblina (1976), Águas Passadas (1976) e Antes da Chuva Chegar (1976), do primeiro álbum de Arantes, lançado há 43 anos, em 1976.

Nascida com o nome de Eva Corrêa José Maria, a cantora atualmente se chama Eva Gambus. Contudo, para o Brasil que se liga na história da MPB, ela continua sendo simplesmente Evinha, intérprete de discos – como os álbuns Eva (1969), Eva (1970), Cartão Postal (1971) e Evinha (1973) e Uma Voz, um Piano (2016) – que merecem ser ouvidos com atenção tanto pela beleza do canto da artista como pela originalidade do repertório.

O repertório do álbum de Evinha com canções de Guilherme Arantes foi selecionado com a ajuda do produtor Thiago Marques Luiz e inclui três músicas inéditas do paulistano (Foto: Luzo Reis)

Sobre a Kuarup

Especializada em música brasileira de alta qualidade, o seu acervo concentra a maior coleção de Villa-Lobos em catálogo no país, além dos principais e mais importantes trabalhos de choro, música nordestina, caipira e sertaneja, MPB, samba e música instrumental em geral, com artistas como Baden Powell, Renato Teixeira, Ney Matogrosso, Wagner Tiso, Rolando Boldrin, Paulo Moura, Raphael Rabello, Geraldo Azevedo, Vital Farias, Elomar, Pena Branca & Xavantinho e Arthur Moreira Lima, entre outros.

CAMPANHA VIRTUAL

COM O VALOR DE UM CD, VOCÊ AJUDA A MANTER E A MELHORAR O BARULHO D’ÁGUA MÚSICA!

Você sabia que o Barulho d’água Música está promovendo campanha colaborativa para arrecadar fundos visando à compra de um pacote de armazenamento de imagens, áudios e vídeos, que permitirá um número ilimitado de postagens, sem corrermos riscos de perdemos as imagens das postagens mais antigas do blogue?

Temos  1250 publicações ao longo de cinco anos;neste tempo contamos com um pacote limitado (gratuito) de 3GB que já está se esgotando e poderá ficar inacessível a qualquer momento, além de inviabilizar novas atualizações e o bloqueio do domínio.

O blogue Barulho d’Água Música é produzido sem nenhum financiamento oficial, de forma espontânea e gratuita, e é um importante meio de divulgação de músicos, compositores e produtores independentes que não encontram espaço na grande mídia.

Você sabia que sua eventual colaboração para este trabalho prosseguir poderá custar apenas o equivalente ao valor de um CD?

Veja mais detalhes no linque abaixo e desde já obrigado!

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/blogue-barulho-d-agua?utm_campaign=new_contribution&utm_content=728430&utm_medium=email&utm_source=VkTransacional

#ninguémsolteamãodeninguém
#diversidade
#tolerância
#pluralidade
#respeito
#resistência
#amor
#liberdade
#democracia
#PAZ

Teatro Itália (SP)
Avenida Ipiranga, 344, Edifício Itália, República, São Paulo
Valor: R$ 100 (inteira) R$ 50 (meia)
Classificação: 14 anos
Terça-feira, 12 de novembro, 21 horas
Horários de funcionamento da bilheteria: terça a domingo,
das 15h até o início do espetáculo. Nos dias nos quais não houver show, a bilheteria funciona até as 19h.

Vendas  pela internet: http://www.sazarte.com.

Serviço de Valet na porta: R$ 25,00

Local: Teatro Rival Petrobras
Data: 16 de novembro, às 19h30
Endereço: Rua Álvaro Alvim, 33/37, Cinelândia, Centro, Rio de Janeiro
Abertura da casa: 18h
Ingresso: R$ 70,00 (Inteira),R$ 35,00 (meia-entrada)
Venda antecipada pela Eventim – 
http://bit.ly/TeatroRival_Ingressos2GIaEKp

Bilheteria: Terças às sextas-feiras, das 13h às 21h, sábados e feriados das 16h às 21h
Censura: 18 anos
http://www.rivalpetrobras.com.br.
Informações: (21) 2240-9796

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s