1313 -Consuelo de Paula e João Arruda protagonizam apresentações virtuais do projeto musical Beira de Folha*

*Com Eliane Verbena

#FiqueEmCasa #MáscaraSalva

#MúsicaIndependente #CulturaPopular #ViolaCaipira #Poesia #BeiraDeFolha

#Respeito #Tolerância #Diversidade #Pluralidade #BLM #Democracia #ImprensaLivre #JornalistasAntifascistas

#ForaBolsonaro

Os cantores, compositores, instrumentistas e parceiros Consuelo de Paula (Pratápolis/MG) e João Arruda (Campinas/SP) também se adaptaram aos tempos de pandemia do coronavírus (Covid-19) e vão protagonizar gratuitamente três apresentações virtuais ao vivo (lives) para começarem a divulgar o projeto musical Beirando as Folhas, que a dupla lançará em agosto como abre-alas para o álbum Beira de Folha. As composições do novo disco de Consuelo e Arruda nasceram de uma troca entre imagens e poemas: ela escreveu as letras a partir de imagens propostas por ele, autor de forma sincrônica e orgânica das melodias.

As apresentações virtuais poderão ser acompanhadas sem ser preciso sair de casa como recomendam as autoridades sanitárias para evitar maior escalada da doença. Para tanto, será preciso, apenas, encaminhar inscrição prévia pelo linque https://www.youtube.com/c/beiradefolha e acessar os programas nos dias e horários informados no cronograma abaixo.

Algumas composições que Consuelo e João trarão a público são inéditas e nos vídeos eles também abordarão particularidades do projeto Beira de Folha, que inclui um encarte em formato de livro, organizado por Alik Wunder, com fotografias e imagens da Série Fitografias da artista visual Marli Wunder. Haverá, ainda, um sítio virtual com conteúdos extras (áudio poemas, música inédita e vídeos com os artistas e imagens da natureza que inspirou toda a obra; alguns vídeos serão exibidos durante as apresentações virtuais). O concerto de lançamento do disco, que será transmitido pela internet, também será disponibilizado no portal.

A afinidade e amizade entre os músicos se concretizou no primeiro encontro. João Arruda convidou Consuelo de Paula para participar do projeto Arreuní, que ele coordena no Centro Cultural Casarão, em Campinas e, no ato, acenaram um para o outro com a possibilidade de realizarem algo em conjunto. Iniciou-se, então, uma troca poética, na qual fotos e vídeos, disponibilizados por Arruda em suas redes sociais, ou enviadas diretamente para Consuelo, inspiraram letras e poemas, imediatamente musicados pelo violeiro. A composição Beira de Folha, que dá nome ao futuro disco, brotou desse encontro e foi semente para o projeto.

Leia mais no Barulho d’água Música sobre João Arruda e Consuelo de Paula ou conteúdos a ambos relacionados clicando nos linques abaixo:

https://barulhodeagua.com/tag/consuelo-de-paula/

https://barulhodeagua.com/tag/joao-arruda/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s