1325 – Jornalista e músico paulistano Zuza Homem de Mello sobe ao Plano Maior

#MáscaraSalva #StopCovid19

#MPB #MúsicaIndependente #CulturaPopular

#Respeito #Pluralidade #Diversidade #Tolerância #Liberdade #Generosidade #Gentileza #Ética #Democracia #BLM #RespeitoAosAnimais

#VivaZuzaHomemDeMello

#ForaFrias #ForaSalles #ForaBolsonaro  

O músico, jornalista e escritor Zuza Homem de Mello foi encontrado morto, aos 87 anos, pela família, em sua casa, situada no bairro paulistano de Pinheiros, na manhã deste domingo, 4 de outubro. A causa da passagem dele ao Plano Espiritual foi infarto, sofrido enquanto Zuza dormia. Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), apenas familiares puderam se despedir durante o curto velório. Em comunicado publicado nas redes sociais, a viúva de Zuza, Ercília Lobo, filhos e netos do casal assinaram nota com o seguinte teor:

“Com enorme dor no coração comunico que perdemos nosso querido Zuza. Ele morreu dormindo, de infarto, após termos brindado na noite de ontem todos os projetos bem sucedidos. Em 35 anos de uma vida compartilhada, pude testemunhar o amor desse homem pela vida, pelo seu trabalho e pela música. Zuza nos deixou em paz após viver uma vida plena!”

Biografia publicada pelo portal G1 SP São Paulo que divulga a morte de Zuza, destaca que o paulistano José Eduardo Homem de Mello nasceu em 20 de setembro de 1933, portanto, há menos de um mês comemorara aniversário. Na semana passada, concluíra a biografia de João Gilberto e era especializado em História da Música Popular Brasileira (MPB). O critico atuou como baixista na noite até 1955, quando abandonou o curso de Engenharia para se dedicar à música. No ano seguinte, já como jornalista, passou a assinar colunas sobre música para a Folha da Noite e a Folha da Manhã.

Em 1957, matriculou-se na School of Jazz, em Tanglewood, nos Estados Unidos da América, onde teve aulas com Ray Brown e outros músicos. Entre 1957 e 1958, estudou musicologia na Juilliard School of Music, de Nova York, e de volta ao Brasil, em 1959, ingressou na TV Record, emissora na qual permaneceu por cerca de dez anos. Ao longo desse período, trabalhou como engenheiro de som em programas de MPB e festivais, auxiliando a contratação de astros internacionais.

Entre 1977 e 1988, Zuza concentrou as atividades no rádio e na imprensa, produzindo e apresentando o Programa do Zuza, na Rádio Jovem Pan AM; trabalhou, também, como crítico de música popular no jornal O Estado de S. Paulo, escreveu para as revistas Som 3Nova e outras publicações no Brasil e no exterior. Em 1997, coordenou a Enciclopédia da Música Brasileira, e em 1982, ao lado de Tárik de Souza, planejou e coordenou a terceira edição da coleção didática História da Música Popular Brasileira, da Editora Abril.

A partir de 1958, dedicou-se a palestras e cursos sobre Música Popular Brasileira e jazz no Brasil e no exterior, e, como jurado, destacou-se em alguns dos mais importantes festivais de música no Brasil. Com larga experiência como produtor e diretor musical, dirigiu nos anos 1970 a série de shows O Fino da Música, no Anhembi, casa situada na zona Norte de São Paulo, que apresentava nomes conhecidos como o conjunto regional do CanhotoElis ReginaElizeth Cardoso, e outros que ainda despontavam, como João BoscoIvan Lins e Alcione.

Nos anos 1980, dirigiu os três Festivais de Verão do Guarujá, reunindo os veteranos Jackson do PandeiroPatativa do AssaréLuiz GonzagaJorge Ben JorRaul Seixas, e os ainda novatos DjavanBeto Guedes e Alceu Valença. Mais tarde, produziu a turne de Milton Nascimento no Japão (1988); dirigiu Milton e Gilberto Gil na série de concertos Basf Chrome Music (1989). Nos anos 1990 assumiu a direção geral das três edições do festival que revelou Chico CésarLenineSérgio Santos e Zélia Duncan; para o SESC dirigiu os shows Ramalhete de MelodiasLupicínio às PampasRaros e Inéditos, a série Ouvindo Estrelas (durante dois anos), os dez espetáculos Aberto para Balanço, comemorativos dos cinquenta anos da entidade, e o concerto comemorativo dos cem anos de nascimento de George Gershwin.

Na televisão, Zuza Homem de Mello apresentou a série Jazz Brasil na TV Cultura e na área fonográfica produziu discos de Jacob do BandolimOrlando SilvaFafá Lemos, Carolina Cardoso de Meneses e Elis Regina, atuando na seleção de repertório do CD Canções Paulistas com os Trovadores Urbanos — transformado, em 2007, em DVD. O currículo de Zuza traz ainda a experiência como diretor musical de Baretto entre 2001 e 2004. Em 2005, produziu as vinhetas da rádio BandNews FM e no ano seguinte da BandNews TV. Em 2006, foi curador dos shows de MPB no Café Filosófico da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), em Campinas, sendo coordenador dessa programação a partir do ano seguinte.

Jornalista convidado para os mais importantes festivais mundiais de música MontreuxEdimburgo, Nova York, New Orleans, Barbados, Paris, Midem de Cannes, Tóquio, Montreal e Perugia , Zuza integrou a equipe dos dois Festivais de Jazz de São Paulo (1978 e 1980) e foi curador do elenco do Free Jazz Festival desde sua primeira edição, em 1985, e depois do seu sucessor, Tim Festival. Foi membro e ex-presidente da Associação dos Pesquisadores da MPB.

Em 2018, Zuza chegou a ocupar a cadeira 17 da Academia Paulista de Letras. substituindo o professor de literatura portuguesa Massaud Moisés.

Leia, abaixo, entrevistas de Zuza Homem de Mello à Agência Brasil e a participação dele no programa Roda Viva, da TV Cultura, em 2019  

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-01/seculo-20-foi-o-seculo-da-cancao-diz-zuza-homem-de-mello

Entrevista à Roda Viva (10/06/2019)

Livros publicados por Zuza Homem de Mello

Música popular brasileira cantada e contada (1976)/A canção no tempo (dois volumes, em coautoria com Jairo Severiano (Editora 34, 1997-98)/João Gilberto (Publifolha, Coleção Folha Explica, 2001)/A Era dos Festivais (Editora 34, 2003)/Música nas veias: memórias e ensaios (Editora 34, 2007)/Eis aqui os bossa nova (WMF Martins Fontes ,2008)/Música com Z (Editora 34, 2014)/Copacabana: a trajetória do samba-canção (Editora 34 e Edições Sesc, 2017)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s