1340 – Versão física do novo disco de Cássio Gava registra parceria inédita com Aldir Blanc

#MPB #MúsicaIndependente #CulturaPopular

Quatro Paredes, quarto álbum do cantor, compositor e arranjador paulistano, produzido como mote ao isolamento social , registra criações desde o inicio da carreira do autor e traz participações de Cida Moreira, Mário Mountaut,  Márcia Salomão, Chico César, Zeca Baleiro e Luiz Tati

Quatro Paredes, quarto álbum do cantor e compositor paulistano Cássio Gava, com 11 faixas, já está disponível nas melhores plataformas digitais, mas vale a pena procurar a versão física em lojas líderes do segmento, pois o cedê ganhou uma trilha bônus que é a mais brilhante joia desta coroa que reúne entre suas turmalinas e turquesas canções compostas pelo autor e com parceiros notáveis desde o início da carreira: Árias Para Folha De Fícus, rubi que tem a participação de Márcia Salomon e letra de Aldir Blanc. Chico César, Zeca Baleiro e Luiz Tatit, entre outros, também aparecem no disco e dão ainda mais nobreza ao trabalho no qual o autor procurou sintetizar a canção como pretexto para o entretenimento a ser recorrido na situação sanitária difícil na qual nos encontramos, referindo-se à pandemia da Covid-19, moléstia que privou as pessoas do convívio social, obrigando-nos ao distanciamento social e ao isolamento doméstico, dentro das quatro paredes de nossas casas, dai o nome do álbum.

Aldir Blanc, por sinal, foi uma das vítimas da infecção pelo novo coronavírus. O cantor e compositor carioca, um dos ourives mais aclamados da nossa joalheria músico cultural, encantou em 4 de maio, após semanas internado em combate à doença. Cássio Gava comentou que fez a música para os quatro poemas da letra e a levara a Blanc em 2012, mas apenas oito anos depois ambos retomarem a conversa para lançá-la. “Eu precisava de uma autorização formal para incluí-la no novo CD e a autorização veio por e-mail no início de abril, apenas um dia antes de o Aldir ser internado por conta da Covid-19”, disse Gava. Árias para Folha de Fícus reúne os poemas escritos por Blanc intitulados Desencontro Marcado; Lamas; Você… e Ave Cerva, “esta última uma engraçada oração à cerveja”, revelou Gava.

Sobre os arranjos de Quatro Paredes, Gava explicou: escreveu-os tanto para a formação popular (baixo, bateria, guitarra, teclado, percussão), quanto erudita (cordas, metais e madeiras). Todos os músicos gravaram no período pré-pandemia; apenas a mixagem exigiu trabalho já na fase de quarentena. Além de Márcia Salomon, outra cantora consagrada que aparece no disco é Cida Moreira, em Faz De Conta. Na página de Gava há clipes para o Que Ficou De Você, com música e letra dele. Ela, música de Gava e letra de Mário Montaut, e Árias Para Folha De Fícus,

Cássio Gava foi ator mirim, entre 1965 e 1971, período durante o qual participou de aproximadamente 30 comerciais para televisão, cinema e revistas em campanhas publicitárias para Perua Kombi, Tostines, Chicletes Adams, Petistil, Lanches Mirabel, Banco Português Brasileiro, Varig, Vulcabrás, Telefunken, Banco Mercantil, Lanjal, Nescau, Sudepe, Revista Pais e Filhos, etc), pelas produtoras Links Film e Magissom; no primeiro “reclame” dos Lanches Mirabel, era ele o garoto-propaganda, em 1969. Em 1970, estrelou a novela Tilim, na TV Record, de autoria de Dulce Santucci, com direção de Wanda Kosmo, e contracenou entre outros atores com Adoniran Barbosa, Célia Helena, Míriam Mehler, Perry Sales, e Nádia Lippi. Autodidata, começou a compor em agosto de 1978 e chegou ao final daquele ano com uma produção de quase 50 canções. Gosta de cantar a vida de seu país, reunindo tanto a especificidade, quanto a universalidade de São Paulo, a metrópole em que vive.

A trajetória de Gava tem sido, com toda a gama de rotas que tomou, intrinsecamente ligada à música; Entre suas principais características, pode-se distinguir seu trânsito fluido entre a música e as diversas áreas relacionadas a ela em diferentes graus, do drama ao balé, das canções populares à música clássica. Sua estreia em disco remonta a 1997. Um Dia Em Minha Solidão, lançado pela gravadora Dabliú/Eldorado, contou com a apresentação de Tom Zé; o clipe da música contemporânea Autômato consta como um dos destaques. 

O segundo trabalho, pela mesma gravadora, é de 2001. Dois teve comentário de Jorge Mautner e Mário Montaut no encarte e trouxe, por exemplo a tropicalista Oração Para Um Deus Distante. Depois, Gava produziu O Quintal Do Vizinho para o público infantil, com comentários de Ana de Hollanda, J.C. Costa Netto e Luiz Tatit, em 2018. Deste álbum resultou a animação de uma das faixas, criada Vira-lata, criada pelo artista Marcos Faria, disponível em https://www.youtube.com/watch?v=0rtsgBUCuN0

Mais sobre Árias para Folha de Fícus

Dois exemplares de O Quintal do Vizinho e de  Quatro Paredes foram gentilmente enviados à redação do Barulho d’água Música pelo próprio Cássio Gava, ao qual somos gratos; estendemos o agradecimento a Casimiro Martins. Quanto à série de poemas Árias para Folha de Fícus, escrita por Aldir Blanc, foi publicada no livro Rua dos Artistas e Arredores em 1978, anos antes de Gava tornar-se próximo do carioca, em 1989, apresentados por um amigo em comum.

“Fui à sua casa na Tijuca e lhe mostrei algumas músicas que havia composto na época. Ele gostou bastante e acabou escrevendo o roteiro para o show de um grupo que eu tinha e se chamava Sras. e Srs.”, recordou Cássio. Outro fato curioso foi a resposta recebida por Cássio quando Aldir ouviu pela primeira vez seu poema musicado. “Liguei para contar que havia lhe enviado a obra finalizada e o Aldir me respondeu que não tinha muita intimidade com o computador, mas pediria ajuda às netas para ouvi-la”, . Em seguida, Cássio recebeu a seguinte resposta:

Cássio, parceiro:

Fiquei, como diria a grande Aracy de Almeida, Encantado – Praça XV (um lotação que havia no Rio, que fazia o trajeto entre o bairro do Encantado e a Praça XV). Chamei minha mulher aos berros pra ouvir e ela também adorou. Agora estou passando para as filhas.

Parabéns e muito obrigado pela parceria.

Abração e felicidades com o CD,

Aldir”

Sempre fui um grande admirador do Aldir Blanc. Esse samba é uma singela homenagem à grande obra dele e ao legado que ele deixa para todos nós e para a música brasileira”, afirmou Cássio.

Além de poder ser ouvida no disco físico Quatro Paredes, Árias para Folha de Fícus foi lançado de forma independente como single pela distribuidora Tratore em 20 de agosto de 2020. O clipe está disponível em https://www.youtube.com/watch?v=NVnp52zxY

(11) 98756-3611 tresapitos@uol.com.br

Propaganda da Superintendência  do Desenvolvimento da Pesca (Sudepe) que saiu na contracapa da revista Cruzeiro, em 1970: Cássio Gava é o segundo da esquerda pra direita, de camiseta listrada, abaixo do logo da Sudepe.

Leia também no Barulho d’água Música:

1333 – Ana Lee mergulha no melhor da MPB com “Labirinto Azul”, terceiro álbum da carreira*

Cantor e compositor de trilhas para teatro, comerciais e cinema, Sérvulo Augusto é aniversariante de 3 de dezembro

815 – Cida Moreira brilha em “Soledade”, anuncia no Itaú Cultural (SP) novo show e que estrelará filme de terror*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s