1354 – Novo disco de Arismar do Espírito Santo (SP) já pode ser ouvido nas plataformas digitais

#MúsicaInstrumental #Jazz #Piano #CachaçaNacional #ValeDoRibeira

As plataformas digitais já oferecem a quem gosta de boa música a versão completa do álbum Cataia, da Folha ao Chá, lançado no final do ano passado por Arismar do Espírito Santo. O multi-instrumentista e compositor paulista de Santos, litoral Sul do Estado, inspirou-se em uma planta nativa cujo nome cientifico é Drimys brasiliensis e que ocorre mais comumente na Mata Atlântica, em especial no Vale do Ribeira, onde também é conhecida por casca d’anta. Além do uso medicinal, das folhas da cataia provem a cachaça conhecida por “uísque caiçara”.

O álbum tem 14 faixas, todas de Arismar, executadas por ele ao piano e ao violão, ao lado de Glauco Solter (baixo) e Mauro Martins (bateria). De acordo com o autor, o álbum pode ser considerado “uma infusão sonora que homenageia o ideário rico em sotaques melódicos e humores do vivencial caiçara de São Paulo e do Paraná, em composições marcadas pelo sotaque musical dos boas praças”.

Arismar do Espírito Santo dispensa apresentações no meio musical. Ele toca bateria, contrabaixo, piano, guitarra e violão de 7 cordas e detém entre outros o Prêmio Sharp de Música de 1993 (categoria melhor álbum instrumental), além de ter cadeira entre os 10 melhores guitarristas/violonistas do Brasil segundo a Revista Guitar Player, em eleição de 1998. “Não sou desta praia, mas também posso tocar rock”, disse certa vez o criador de arranjos harmônicos muitas vezes inusitados que transita “com um pé nas costas” por estilos que vão do samba ao choro e ao jazz.

Sem contar a presença em vários álbuns de amigos, a discografia solo agora renovada por Cataia, da Folha ao Chá, inclui pelo selo Maritaca, da flautista Léa Freire, Arismar do Espírito Santo: 10 anos, Estação Brasil, Foto do Satélite, Alegria nos Dedos, Roupa na Corda, Roda Gingante e Flor de Sal; Uma porção de Marias saiu pela gravadora Biscoito Fino; Essa Maré é da Rob Digital; América da Lua Music; Glow da Universal e Cape Horn, com Toninho Horta, independente. Arismar atua ainda e dirige projetos como Alegria nos Dedos, Cordas à Solta, Alô Bateria, Canção sem Fronteiras e Encontro Brasileiro do Acordeon.

Para não quebrar o clima

De acordo com o sítio virtual Mapa da Cachaça, uma aguardente só pode receber o status de cachaça quando é brasileira, originada da cana-de-açúcar, apresenta graduação alcoólica entre 38° e 48°, sem ervas ou especiarias para turbiná-la. Algumas bebidas destiladas, porém, mesmo contrariando critérios oficiais para merecer a classificação, acabam aceitas popularmente como cachaça. É o caso da pinga acrescida de folhas da cataia, que os apreciadores também consideram como “uísque caiçara”.

Como atributos medicinais, ainda sem a devida comprovação científica, a cataia é recomendada para azia e má digestão, cicatrizar feridas e até para levantar a moral na hora em que o bicho vai pegar, mas a bandeira ameaça ficar a meio mastro e não bombar. O vegetal é generoso em eugenol, substância antisséptica e anestésica que entra em fórmulas de pastas de dente. Além da espécie Drimys brasiliensis, há outra, sensorialmente semelhante e aceita como cataia, a Pimenta pseudocaryophyllus.

A bebida de cataia é famosa no Litoral paranaense e em cidades do Sul de São Paulo que se concentram no Vale do Ribeira. Teria surgido em 1985: o comerciante Rubens Muniz, na Barra do Ararapira, pequena comunidade de pescadores próxima à Ilha do Cardoso (SP), misturou folhas da planta em uma garrafa com cachaça e… voilá! A pinga pronta oferece teor alcoólico entre 20% e 40% e coloração amarelada de sabor agradável que sabe a louro, pimenta do reino, mate e cravo.

Do tupi-guarani “folha que queima”, a cataia pode ser chamada ainda por acataia, pimenta d’água (Pernambuco), capiçoba (Alagoas), capetiçoba, erva-de-bicho e pimenta-do-brejo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s