1471 -Persia disponibiliza single de rock alternativo que dialoga com Schopenhauer e anuncia álbum para 2022*

RockIndependente #RockAlternativo #PopRock #TrilhasDeFilmes #Games

Banda paulistana de rock independente, em suas composições propõe um crossover de melodias etéreas, imprevisíveis, experimentais com pop rock, latinidades, brasilidades, trilhas de filmes e games e todo tipo de arte que inspira

*Com Carola Gonzalez 

A banda paulista Persia disponibilizou desde 12 de novembro, em todas as plataformas digitais o single e clipe de Solitude, composição faz uma homenagem, uma ode, uma poesia para a solidão. “É uma paixão pelo vazio eloquente que é estar acompanhado somente de si, a letra poderia se referir a qualquer outra musa/paixão ou interlocução”, explicou Felipe Matos, compositor e guitarrista da banda. “A ideia foi fazer esse jogo de intenções, pra livres adaptações.” O tema faz referência direta ao O Dilema do Porco-Espinho, metáfora do filósofo alemão Arthur Schopenhauer para falar da convivência entre humanos. A canção é uma versão musicada deste parágrafo.

A faixa é uma mostra do que vem por aí junto com Heroína, álbum que será lançado em 2022. O single traz uma versão especial, lo-fi/pop. No álbum, Solitude é um rock alternativo. Felipe Mattos viu a potência que a canção tem para fazê-la em duas versões: “essa música pedia outra versão que fosse adaptada exclusivamente para ela”. Esta versão da faixa foi produzida, mixada e masterizada por Marcus Maia, em São Paulo. O álbum Heroína foi gravado no BTG Studio, produzido por Léo Ramos e masterizado em Seattle. O videoclipe foi dirigido pelo diretor russo Yaroslav Suraev e contou com a atuação das atrizes russas Kitsune e Tatiana Kuplich. 

Persia é uma banda de São Paulo de rock independente, que em suas composições propõe um crossover de melodias etéreas, imprevisíveis, experimentais com pop rock, latinidades, brasilidades, trilhas de filmes e games e todo tipo de arte que inspira.

Criada por Felipe Matos, a banda surgiu inspirada no fenômeno White Stripes, em que uma guitarra poderosa vem acompanhada de uma bateria. Com esta inspiração, Felipe convidou sempre musicistas mulheres para integrar a formação. Já passaram pela banda Juliana Vieira, Naíra Debértolis, Carol Pisco, Iza Molinari e outras que aparecerão nos singles futuros. Para o músico, dividir a criação com mulheres foi  algo que ele sempre quis fazer “desde que vi a Avril Lavigne tocando, quando eu tinha 12 anos, sempre quis tocar com minas fodas iguais a ela.” 

Em seus seis anos de vida, já tocaram em alguns eventos da 89 A Rádio Rock Expomusic, na qual abriram o show para o Capital Inicial, Ira!, CPM 22.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: