1559 – Maria Marcella (RJ) lança álbum em homenagem aos João Bosco, Donato e Gilberto

#MPB #Literatura #ContosdeFadas #CulturaPopular

Maria Canta João é o segundo epê da jovem intérprete carioca pela gravadora Kuarup e já se encontra nas plataformas digitais

As tradicionais audições aos sábados pela manhã na redação do Barulho d’água Música, aqui no Solar do Barulho, na Estância Turística de São Roque (SP), começaram neste dia 23 de julho com Maria Canta João,  epê da intérprete carioca Maria Marcella que já está disponível desde maio nas plataformas digitais. O belo álbum de seis faixas, lançado pela gravadora Kuarup, revisita parte da obra de João Bosco, João Donato e João Gilberto. Marcella vem conquistando seu merecido espaço no cenário nacional desde a parceria com músicos renomados como Dori Caymmi em Dentro D’Água (2020) e Gilson Peranzzetta no epê anterior, Mudanças do Amor (2021). Marcella, agora, brinca com o conto clássico João e Maria para prestar a reverência aos três grandes Joões da música brasileira, conforme ela declarou.

Maria Canta João mergulha em um universo de canções que abordam temas como a inocência romântica, a vingança, a separação e a culpa, um fio condutor para passar por obras tão extensas e densas. Trabalho dos mais difíceis, com certeza, pois trazer à tona seis pérolas tão marcantes dentro da proposta do projeto e sem deixar alguma delas no fundo não é tarefa para amadores. Fico aqui a imaginar a “saia justa” que ela mesma se pôs, mas sua sensibilidade falou no tom certo e a inspiração a pautou a vir à tona revelando sem perder o fôlego ou arroubos a principal moral da história de João e Maria, fábula que nos leva a refletir desde crianças que as aparências enganam.

Para endossar as escolhas, Marcella convidou o ilustre pianista João Coutinho a interpretar Você Vai Ver, Sorriu Para Mim, Bateu Pra Trás e Então, Que Tal?, mas os arranjos, de uma maneira geral, valorizam ainda mais o epê. As faixas trazem no conjunto Você Vai Ver (Tom Jobim), Sorriu Para Mim (Luiz Cláudio de Castro e Garoto), Quando O Amor Acontece (Abel Ferreira da Silva e João Bosco), Navalha (João Bosco e Francisco Bosco); Bateu Pra Trás (João Donato e Oliveira Neto) e Então, Que Tal? (João Donato e Lysias Enio).

Gosto de interpretar canções que falam de amor em todos os seus aspectos, até os mais sombrios”, afirmou Marcella. “Além de cantora, também sou educadora e trabalho com musicalização infantil há mais de oito anos”, prosseguiu. “Vivenciar o mundo infantil e conviver com contos clássicos, histórias coloridas e felizes, me levaram a interpretar a história de João e Maria de uma forma diferente e mais realista.”

Maria Marcella acredita que a história de João e Maria é um dos clássicos mais sombrios da literatura. Em sua opinião dentro do mesmo conto há o abandono do amor familiar, a solidão e o medo na floresta, o encanto pela casa de doces e a realidade quando se conhece a bruxa. “Todas essas etapas são vivenciadas com medo e desilusão, assim como nos relacionamentos” complementou a cantora.

Leiam mais sobre Maria Marcella aqui no Barulho d’água Música clicando no linque https://barulhodeagua.com/tag/maria-marcella/

Sobre Maria Marcella

Cantora, intérprete e formada em Licenciatura em Música pelo Conservatório Brasileiro de Música – Centro RJ (2017), Maria Marcella lançou seu primeiro álbum, Maresia, pela gravadora Fina Flor, em 2017, hoje disponível em todas as plataformas digitais. Ela também teve experiência em coro no naipe de Soprano (Polifonia Carioca/Bachiana Brasileira/ Coral Brasil Ensemble UFRJ) (2014-2017).

CHORO, MÚSICA NORDESTINA, CAIPIRA E SERTANEJA, MPB...

Especializada em música brasileira de alta qualidade, o acervo da produtora e gravadora Kuarup concentra a maior coleção de Villa-Lobos em catálogo no país, além dos principais e mais importantes trabalhos de choro, música nordestina, caipira e sertaneja, MPB, samba e música instrumental em geral, com artistas como Baden Powell, Renato Teixeira, Ney Matogrosso, Wagner Tiso, Rolando Boldrin, Paulo Moura, Raphael Rabello, Geraldo Azevedo, Vital Farias, Elomar, Pena Branca & Xavantinho e Arthur Moreira Lima, entre outros.

Além desta eclética galeria de cantores e duplas cujos trabalhos já lançados formam o acervo de álbuns, também é possível ao internauta que visita o portal da Kuarup, entre outras atividades no campo da produção cultural, saber pela guia Notícias as novidades que estão chegando para reforçar este precioso catálogo e, ainda, ouvir seleções de músicas disponíveis na plataforma Spotify (playlists) apresentadas por temas e recortes dos mais diversificados, revelando a riqueza de sonoridades e de gêneros que a empresa guarda. Uma das preferidas aqui na redação do Barulho d’água é a Pé No Sertão Kuarup (clique no nome da lista para ouvi-la). O endereço eletrônico que leva ao botão que abre as playlists é https://www.kuarup.com.br/spotify/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.