Autodidata mineiro João Galba presta homenagem ao roqueiro Raul Seixas, na Vila Madalena (SP)

galba
Antônio João Galba, um dos talentosos mineiros que enriquecem a cultura regional do país, ainda pequeno já demonstrava paixão pela música, cantando enquanto tangia  gado e aprendendo a ouvir as aves. Autodidata em vários instrumentos de corda, fundou com amigos de Guarda Mor a banda Mina das Minas e na carreira solo assina dois trabalhos bastante elogiados por parceiros e amigos como o conterrâneo Luiz Salgado.

O músico e compositor Antônio João Galba, conhecido entre os amigos e admiradores por Galba, prestará tributo a Raul Seixas, o roqueiro de Salvador (BA) que entrou para a história como Maluco Beleza e autor de canções imortais como Gita, Sociedade Alternativa, Ouro de Tolo e Metamorfose Ambulante. O show “Galba toca Raul” rolará  a partir das 22h30 no Julinho Bar, situado na Vila Madalena — um dos bairros mais boêmios e culturais de Sampa (SP), recentemente sacudido de modo pouco civilizado por foliões irresponsáveis que encheram demais a cara ou ficaram noiados durante o carnaval. Brau Mendonça vai acompanhar Galba com guitarra e baixo, e Drums assumira a batera.

Continue Lendo “Autodidata mineiro João Galba presta homenagem ao roqueiro Raul Seixas, na Vila Madalena (SP)”

Anúncios

Tom Zé apresenta no Sesc Belenzinho (SP) álbum novo que tem Milton e Caetano como parceiros

tom zé 22
Tom Zé é conhecido pela irreverência de suas canções que já renderam vários prêmios nacionais e um lugar de destaque na galeria dos melhores de acordo com a revista gringa Rolling Stones. Neste novo trabalho, ele gravou com Milton Nascimento e Caetano Veloso e vai apresentar as novidades do álbum em três shows marcados para Sampa

 

O Sesc de São Paulo já está vendendo ingresso para os shows que Tom Zé promoverá na unidade Belenzinho, nos dias 5,6, e 7 de fevereiro, nas três datas a partir de 21 horas, com duração de noventa minutos. Para este show, Tom Zé traz o repertório de seu novo disco, Vira Lata na Via Láctea, que conta com a participação de Criolo, O Terno, Milton Nascimento, Silva e Caetano Veloso. O próprio artista é quem faz o convite, conforme texto que deixou em seu perfil no Facebook:

“Algumas canções falam com minha cidade, Irará, com a Praça da Sé- São Paulo, com nosso suburbano planeta, a Terra. Outras falam com vocês. Eu e a banda convidamos quem é e quem não é da Geração Y.

Os shows serão no Sesc Belenzinho, em 5, 6 e 7 de fevereiro, pessoal. O Sesc Belenzinho é um refresco verde-azul, com aquelas piscinas onde o povo mergulha feito criança-golfinho, dando a esperança de que São Paulo tenha água pra todo mundo da cidade.

Vamos lá pros shows? Abraços!”

Tom Zé

Continue Lendo “Tom Zé apresenta no Sesc Belenzinho (SP) álbum novo que tem Milton e Caetano como parceiros”

Hoje é aniversário de Paulo Mourão, violeiro e jornalista residente em Belo Horizonte (MG)

9a3c688fc750b4e9cd8759ca7f32a616
O mineiro Paulo Mourão, hoje em BH,  começou a tocar e a cantar em uma das épocas mais fechadas para a criatividade dos artistas brasileiros. Quarenta anos e cinco discos depois lançou Flores e Feridas, álbum de dez faixas que traz as marcas do blues e do rock em sua vida de estradeiro e ativista político preso pela ditadura militar

Hoje, 25, o músico, compositor e jornalista Paulo Mourão, violeiro mineiro residente em Belo Horizonte, é quem recebe do Barulho d’água Música os “parabéns à você!”

Continue Lendo “Hoje é aniversário de Paulo Mourão, violeiro e jornalista residente em Belo Horizonte (MG)”

Elomar e João Omar trazem a três cidades paulistas o concerto que antecede o lançamento de O Riacho do Gado Brabo

TJTul
Elomar e João Omar levam desde setembro de 2012 a várias capitais o concerto que antecede o lançamento dos próximos álbuns de ambos; o do pai encerrará sua fase de compositor de músicas para dedicar-se apenas às óperas

O cantor e compositor Elomar Figueira Mello e o filho, João Omar, estreiam no dia 30 a miniturnê que farão em três cidades de São Paulo, apresentando em unidades do Sesc o concerto Ensaiando o Riachão do Gado Brabo.

Continue Lendo “Elomar e João Omar trazem a três cidades paulistas o concerto que antecede o lançamento de O Riacho do Gado Brabo”

Luiz Salgado, cantador das belezas e da fé de Minas Gerais, faz aniversário hoje

Entre os aniversariantes de hoje, 14, há um muito querido pelo público e amigos que já cativa com seu talento, simplicidade e bom humor típico de mineiro e para o qual o Barulho d’água Música sempre se esforçará para que seja cada vez mais admirado e alcance o merecido sucesso: Luiz Salgado. Cantador, compositor, violeiro e ultimamente  se revelando mestre das lentes fotográficas, Luiz Salgado é de Araguari,  de Patos de Minas, e embora no caso dele a terra natal seja uma das definidoras de suas qualidades e marcante personalidade, poderia ser, ainda, de Catalão (GO), de Vila Velha (ES), de Ribeirão Preto (SP), de Cícero Dantas (BA), de Cascavel (PR), de Soledade (RS), ou Olinda (PE) já que, vamos combinar, ele é sem tirar, mas sempre pondo algo mais de bom, um típico representante da cultura popular do Brasil.

Continue Lendo “Luiz Salgado, cantador das belezas e da fé de Minas Gerais, faz aniversário hoje”

Barulho d’água Música chega a 41 países visto por cerca de 15 mil pessoas, seis vezes a lotação da Ópera de Sydney

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog está um resumo:

A sala de concertos em Sydney, Opera House, tem lugar para 2.700 pessoas. Este blog foi visto por cerca de 15.000 vezes em 2014.  Se fosse um show na Opera House, levaria cerca de 6 shows lotados para que muitas pessoas pudessem vê-lo.

Clique aqui para ver o relatório completo

Time de guerreiros do Dandô – Circuito de Música Dércio Marques, capitaneado pela cantora Katya Teixeira

10428378_885285378170932_1780646878043622735_o

Olhem ai mais uma vez, povos!

Com um ano e alguns meses de estrada, o Dandô- Circuito de Música Dércio Marques já é vitorioso e agora também detentor do Prêmio Brasil Criativo, recebido pela idealizadora Katya Teixeira, que o recebeu na noite de quarta-feira, 3, no Auditório do Ibirapuera, bairro da Zona Sul de São Paulo (SP). E cada conquista é resultado do esforço de muitas pessoas, entre as quais destacam-se ainda o trabalho de formiguinha no front nada generoso da divulgação na imprensa e nas mídias sociais de Mercedes Cumaru. Uma pequena parte destes colaboradores está listada abaixo, fornecida pela própria Katya Teixeira, mas ainda temos a sorte de ter mais gente envolvida nessa  iniciativa que é bem mais do que uma caravana musical.  

O Barulho d’água Música, por meio de Andreia Beillo e Marcelino Lima estão entre os mencionados e, se assim podemos nos considerar também vencedores, vai o registro de que já valeu a pena só por este motivo termos largado vários afazeres, inclusive os relativos às carreiras profissionais e as vantagens adquiridas das atividades que trocamos por uma arriscada faina de se dedicar a um blog de música caipira e regional, entre outras vertentes, em terras de gugus, faustões e seus medíocres arremedos. 

Mas ainda queremos e temos muito mais conquistas à frente e vamos seguir embalados pela fé e pelas bençãos de São Gonçalo.

Deixamos, ainda, uma causa a ser conquistada: queremos o reconhecimento da grandeza e da importância para a história da cultura popular deste país ao mineiro Dércio Marques, um patrimônio que, seja lá qual for a categoria na qual o mencionarem, tem em nosso ponto de vista a mesma resplandecência de Heitor Villa-Lobos e Luiz Gonzaga, ou Tom Jobim e Dorival Caymmi, por exemplo, em suas respectivas “praias”.

E assim deveria ser, ainda, por exemplo, com nomes como José Fortuna, Cornélio Pires,  João Pacífico, Tião Carreiro, Elpídio dos Santos.  Estamos aqui para não deixá-los ser esquecidos e para que Katya Teixeira, Rolando Boldrin, Inezita Barroso, Levi Ramiro, Paulo Freire (o músico!), Elomar Figueira de Melo e tantos outros genias em atividade recebam as muitas flores que merecem ainda em vida, para lembrar um trecho da bela canção de Guilherme de Brito consagrada tanto pelo autor, como por Nélson Cavaquinho.

Para quem tem um pouco mais de 50 anos e curte a música de nossos povos, mais uma lembrança: o garimpo e compilação nos idos da década dos anos 1970 e parte dos anos 1980 do publicitário e advogado Marcus Pereira, que fez exaustivas pesquisas Brasil a dentro para recolher contribuições musicais de artistas relegados às suas comunidades. Marcus Pereira fundou um selo independente a Discos Marcus Pereira e neste abrigou muitos registros fonográficos de tanta gente boa que, se não fosse por ele, estaria até hoje sem ao menos este facho de luz. Katya Teixeira vem fazendo árdua jornada semelhante, basta ver na lista abaixo quantos nomes ela ajudou a tirar do anonimato, mas que ainda precisam de apoio, carinho e um selo independente como o de Pereira para se afirmarem!

Então, bora Dandar, com as bençãos de São Gonçalo. E de São Dércio Marques! 

Músicos em circulação no Dandô

 

Amauri Falabella
Ana Paula da Silva
André Salomão
Cardo Peixoto
Dimas Soares
Duo Batente de Pau de Casarão
Erick Castanho
Fernando Guimarães
Giancarlo Borba
Grupo Bairro Sur
João Arruda
Kátya Teixeira
Keyle Almeida
Luis Perequê

10258082_757571234298100_6278517673328656638_n
Marcelo Taynara
Nádia Campos
Paulo Matricó
Valdir Verona
Victor Batista
Viola Quebrada
Walgra Maria
Wilson Dias

DSC05191
Wilson Dias (Foto: Marcelino Lima)

 

Anfitriões

Agostino Gomes (Dominus Lutheir)
Ale Carmani
Alexandre Freire
Alfredo Johnson
Aline Bosa
Angélica Costa
Augusto Bobsin
Beto Federal
Cacá Sankari
Cacau Arcoverde
Caixeiras das Nascentes
Carlinhos Ribeiro
Chico Branco
Chico Padilha
Cia Genesis Dança/Teatro e Música
Cristiane Alam
Davi Sartori
Demetrio Xavier
Diego Maciel
Diogo la Rosa
Erison Porto
Fabio Portela
Gilberto Rezende
Helen Novais
Jesuane Salvador
João Laner
José Ricardo
Jotta Léo

DSC05271
Júlio Santin (Foto: Marcelino Lima)

 
Julio Santin
Júnior Gonçalves
Lia Figueiredo
Lucas David
Luciano Tissot
Luiz Salgado
Luiz Trautman
Maracatudo
Meramolin
Mestre Amadeu
Moreno Overa
Nina Neder
Patricia Sayure
Paulo Guerra
Pedro Antonio
Philipe Sales
Quarteto Sambaqui
Regina Porto
Renato Kanop
Roberto Souza
Rosangela Nogueira
Santana
Sinhá Rosária
Tatiana Rocha
Trem das Gerais
Ubiratan Carlos Gomes
Valdir Santos
Veloir Santos
Vicente Gomes
Vivian Rizzon
Wanderson Lima
Willian Goe
Zé Jabur

Uma parte dos guerrilheiros culturais

Adiel Luna
Adilson Ferraz
Adriana Carnevale
Alik Wunder
André Venegas
Andreia Regina Beillo
Angela Quinta
Átila Silveira
Auta Inês
Bebel Cuesta
Bruno Vidalleti Brum
Caio Lopes
Carina Neder Petrini
Charlene Neotti
Cintia Mariele
Clara Giannelli
Claudia Teixeira
Crioula Brasil Produções
Cristiane Soster
Cristiano Nunes
Deborah Belotti
Demildes Lopes
Diana Bezerra
Dinalva Ribeiro
Duglas Bessa
Edson Fontes
Edinilson Brum
Elaine Stramare
Fabiani Felix
Fernanda Bento
Fernando Schneider Ochoa
Guru Martins
Guto Barbosa
Hector Rojas
Iraides Madeira
Iram Lima
Isabella Rovo
Israel Adão Buzatti
Jane Schoninger
Jane Pagliosa
Jefinho Garcia
Jesse Costa
Jô Albuquerque
João Aciornelas
Joao Alexandre Moura Olivera
João Bá
Joel Emídio da Silva
José Eduardo Souza
José Maria de Oliveira
Juarez Fonseca
Juliana de Oliveira
Juliana Yara Araujo
Juliano Sant’Ana dos Santos
Julieta Warman
Kaique Falabella
Katia Ogawa
Larissa Limeira
Law Tissot
Liésio Pereira
Lilian Avila Salgado
Lilian Grisólio
Lina Ester Barbosa Ribeiro Salini
Lucas Oliveira de Moura Arruda
Lucimar Albuquerque
Luis Grisólio
Luis Gustavo dos Santos Dutra
Luiz Manuel Naruna Freitas
Maiara Leite
Maicon Rossi
Mara Muniz Amaral
Marcelino Lima
Márcio Gobatto
Marco Túlio Oliveira Reis
Marcos Halfen
Marcos Rezende
Maria das Graças Salvador
Marisete Bento
Marta Soares
Mauricio Bussab
Mercedes Cumaru
Milton Tavares
Mirael Lima
Natanael Gonçalves
Nicanor Jacinto da Silva
Nilce Gomes
Nilton Vargas Rodrigues
Osvaldo Higa

10818365_1002809796412448_3728998053428215035_o
Oswaldo Rios, Katya Teixeira, Valdir Verona, Mercedes Cumaru

Oswaldo Rios
Pablo Halfen Fernandes
Paulo Cesar Nunes
Picuá Produções
Produção Encantada
Raira Raíra Moraes
Raissy Morais
Rita Muniz
Roberto Martins
Roseli Cristina Jacintho
Rubens Antelmo
Saulo Miranda

Severino Florencio
Silvana Grisólio
Simone Vara
Solar dos Pássaros
Soninha Gomes
Sumayra Oliveira
Suzelita Meirelles
Thanizia Colares
Vera Magagnin
Verônica Fernandez Mattos
Zinho Byl

Caipirapuru

Gráfica 10 pw

Segunda coletânea do álbum Grão de Música é lançada no Teatro Jorge Amado

graõ de música

Em cerimônia marcada para ocorrer no Teatro Jorge Amado, situado em Pituba, Salvador (BA), a empresa soteropolitana Grão de Arroz promoverá na terça-feira, 25 de novembro, entre 18 e 22 horas, eventos que marcarão o lançamento da coletânea II do álbum Grão de Música, em conjunto com o livro Das coisas que aprendi. A programação inclui, ainda, a entrega do Troféu Grão de Arroz, e sarau com Sandra Simões, Juliana Ribeiro, Maviael Melo e Socorro Lira.

O projeto Grão de Música teve início em 2009 por ocasião das comemorações dos 35 anos da  Grão de Arroz, de Salvador (BA). A Grão de Arroz foi fundado for Luiz Antônio Mota Cunha (Lula), à época um jovem visionário que apostava na energia dos alimentos e da natureza para  conquista da boa saúde. Em 2014, a Grão de Arroz celebra 40 anos de existência e atuação no ramo de alimentação natural na capital baiana , hoje com Vera Lúcia Martins dedicando-se à continuação do sonho de seu companheiro Lula, que ela ajudou a construir.

De uma parceria entre a atual administração e a cantora e compositora Socorro Lira, surgiu a primeira coletânea Grão de Música (2009), álbum que reúne artistas de vários estados do Brasil. O segundo volume foi produzido neste ano e a partir de 2015  a publicação será anual. A seleção das músicas e participantes da coletânea é feita por convite da produção e, uma vez aceito, os convidados cedem, gentilmente, os fonogramas que integrarão o disco. A contrapartida é a cota do disco, que não tem fins comerciais. A parte destinada à Grão de Arroz e à produção servirá somente, para fins promocionais e destinada, prioritariamente, a entidades culturais e educacionais, projetos sociais, escolas e rádios comunitárias de Salvador e região metropolitana, além da imprensa, para divulgação.

O Troféu

Troféu

A referida coletânea de 2014 dá início a outorga de um troféu homônimo aos participantes, em evento especial na cidade de Salvador, no segundo semestre de cada ano. A escultura mede 30 cm, é fundida em bronze maciço sobre uma base de mármore e criada pelo artista visual brasileiro, Elifas Andreato, notabilizado pela criação de capas de álbuns de vários cantores e interpretes. As informações sobre o troféu e a coletânea Grão de Música estão disponíveis para download em http://graodemusica.com.br.

????????
Socorro Lira (Foto: Andreia Beillo)

Socorro Lira

Socorro Lira, cantora e compositora, é natural de Brejo do Cruz (PB) e vive em São Paulo. Ganhadora do 23º Prêmio da Música Brasileira, idealizou projetos importantes como o Memória Musical da Paraíba e o Cores do Atlântico (www.coresdoatlantico.com). A discografia de Socorro já conta dez CDs, sete totalmente autorais .

 

 

Faixas que compõe a Coletânea Grão de Música II

01. Retina – Congada | (Consuelo de Paula e Rubens Nogueira) com Consuelo de Paula
02. Bem Dito – Choro | (Sandra Simões) com Sandra Simões
03. Despreconceituosamente – Canção choro (Mateus Aleluia) com Mateus Aleluia
04. Demônio da Batom – Marabaixo (Dante Ozzetti e Joãozinho Gomes) com Patrícia Bastos
05. Roda de Coco – Coco | (Gabi Buarque) com Gabi Buarque
06. Fatia de Pão – Xote | (Maviael Melo e João Sereno) com Maviael Melo e João Sereno
07. Âmago – Canção | (Marco Antonio Guimarães e André Morais) com André Moraes
08. Cabe um Tanto – Samba | (Manoela Rodrigues) com Claudia Cunha
09. Eu Vim das ÁguasSamba | (Juliana Ribeiro) com Juliana Ribeiro
10. Levem Pra Ver Se Eu Consigo – Samba-de-roda | (Bule Bule) com Bule Bule e Antonio Queiroz
11. Na Fronteira do Baião – Baião Agalopado | (Sapiranga e Laura Dantas) com Sapiranga
12. Rasga Chão – Rap | (Rapadura Xique Chico) com Rapadura Xique Chico

Patrcia
13. Gente Grande – Indefinido | (Pietro Leal, Vinicius Nues e Gugu Pinto) com Pirigulino Babilake
14. Joaninha – Infantil | (Luis Perequê) com Katya Teixeira
15. Muito Além – Canção | (Julio Caldas e Capitão) com Julio Caldas
16. A Receita – Canção | (Socorro Lira) com Carlos Pitta Sandra Duailibe
17. Mar Aberto – Canção | (Breno Ruiz e Cristina Saraiva) com Manuela Cavalaro

1002691_865862040101221_4363408968318275868_n