Barulho d'Água Música

Veículo de divulgação de cantores, duplas, grupos, compositores, projetos, produtores culturais e apresentadores de música independente e de qualidade dos gêneros popular e de raiz. Colabore com nossas atividades: leia, compartilhe e anuncie!


Deixe um comentário

1049 – Aniversário de Sérgio Sampaio (ES) será comemorado com show tributo no Espaço 91 (SP)

Nesta sexta-feira, 13 de abril, o Espaço 91 receberá os músicos Danilo Moura, Victor Mendes, André Rass e Pedro Macedo, integrantes do Sampaio 70, grupo que presta tributo à obra do cantor e compositor capixaba Sérgio Sampaio. A apresentação de cerca de 1h20 está programada para começar às 20h30 na casa de espetáculos situada no bairro da zona Oeste paulistana Pompeia. Moura (voz) e Mendes (voz, violões e guitarra), que integram também o Trio José, começaram em 2013 a protagonizar homenagens ao autor da consagrada música Eu Quero É Botar Meu Bloco Na Rua, sempre nos meses de abril, quando Sampaio nasceu em Cachoeiro do Itapemirim (ES) justamente em 13 de abril, de 1947, um domingo. O projeto da dupla ganhou reforços no ano passado com a entrada de Macedo (contrabaixo) e Rass (percussão). O mesmo show será atração no sábado, 14, para o o público que frequenta o Parque da Cidade Roberto Burle Marx, em São José dos Campos (SP), cidade do Vale do Paraíba.

Continuar lendo

Anúncios


Deixe um comentário

1038 – Showcases do 4º PPM incluem atrações internacionais e um tricampeão; apresentações serão no Shopping Pier (DF)

Eventos musicais precederão a solenidade de entrega do troféu Parada da Música aos vencedores desta edição, marcada para a noite de 21 de abril, no Cota Iate Clube

Por Marcelino Lima

Os organizadores do 4º Prêmio Profissionais da Música (PPM) divulgaram a agenda dos showscases que promoverão entre 16 a 21 de abril e que antecederão a noite de gala do evento, quando serão anunciados os vencedores das 55 categorias que concorrem ao troféu Parada da Música deste ano em três modalidades (Criação, Produção e Convergência), em Brasília (DF). As apresentações estão programadas para a praça principal do Shopping Pier 21 e entre os convidados contam com duas atrações internacionais: as cantoras Alfonsina, do Uruguai, e Layla Khepri, dos Estados Unidos. Layla fará o último show, enquanto a abertura caberá à banda candanga O Tarot (veja quadro com as datas e horários).

Continuar lendo


Deixe um comentário

1029 – Luedji Luna (BA/SP) esgota ingressos para lançar Um Corpo No Mundo, no Sesc Belenzinho*

*Com o blogue Todos os Negros do Mundo

A cantora e compositora Luedji Luna (já tinha ouvido falar dela?) passou por São Paulo na noite de sexta-feira, 2 de março, para uma apresentação única que esgotou a carga de ingresso posta à venda pela unidade Belenzinho do Sesc. O Barulho d’água Música bem que tentou, mas não conseguiu se colocar entre os felizardos da plateia para conferir a apresentação desta baiana radicada em Sampa durante a qual ela lançou seu primeiro disco, Um Corpo No Mundo (2017). Trabalho predominantemente autoral que a tornou ganhadora do Prêmio Caymmi de Música (categoria  Show/Revelação), o álbum reúne onze faixas, entre inéditas e já conhecidas pelos fãs. As composições abordam tanto a herança negra ancestral, quanto temas mais universais, como a urgência do tempo presente, perfil que a própria Luedji classifica  como “sem fronteiras”.

Continuar lendo


Deixe um comentário

1027 – Barulho d’água Música vai ao DF em busca de prêmio inédito; vote até 03/03 e colabore para nossa vitória!

O Barulho d’água Música é finalista do 4º Prêmio Profissionais da Música (PPM), que será entregue aos vencedores de 53 categorias das modalidades Criação, Produção e Convergência em Brasília, na noite de 20 ou na do feriado de Tiradentes, 21 de abril, data também do aniversário da Capital da República. Agora, até às 23h59 de 3 de março, os organizadores do PPM manterão aberta a segunda fase de votação, que permite a participação popular, bastando para tanto fazer um rápido e fácil cadastro em ppm.art.br. A publicação, ponderam, não está em ordem de colocação — ou seja, apenas os coordenadores do PPM 2018 detêm a informação da classificação; em algumas categorias haverá o número mínimo de três finalistas, em outras, quatro, em várias, cinco e, em algumas, até dez em razão dos empates devido ao excesso de inscritos em contraponto com o total de eleitores que participaram da primeira etapa de votação, que teve peso 0,5 e era aberta apenas aos profissionais que se cadastraram e vincularam inscrições

Continuar lendo


1 comentário

1017 – Débora Leite reverencia Clara Nunes no Centro Cultural Cine São José, em São Roque (SP)*

* Com matéria publicada na revista Retrospectiva 2017 do jornal O Democrata

Clara Nunes, uma das mais consagradas cantoras e intérpretes da música brasileira de todos os tempos, será homenageada pela cantora Débora Leite  na noite de 27 de janeiro, a partir das 20h30, no palco do Centro Cultural Cine São José, situado em São Roque, aprazível cidade do Interior paulista a menos de 60 quilômetros da Capital. Clara Guerreira, que partiu bem antes do combinado, com 41 anos incompletos e no auge do sucesso, deixou para o público que a estimava uma obra composta por ritmos como afoxés e sambas, com fartas referências aos orixás e aos elementos da natureza, além de tributos à Portela, de compositores do naipe de Paulo César Pinheiro, João Bosco, Aldir Blanc e Chico Buarque, entre outros “bambas”. Deste cativante repertório, Débora escolheu canções como Conto de Areia e Canto das Três Raças, que apresentará acompanhada por Rodrigo Ferreira, ao violão, e o percussionista Manu Neto.

Continuar lendo


Deixe um comentário

995 – Para além do boto-cor-de-rosa: conheça o Imbaúba, grupo fundado pelo poeta Celdo Braga que canta o universo da Amazônia

“O Brasil não conhece o Brasil”, em uma adaptação do refrão que remete às Querellas do Brasil,  na qual Aldir Blanc e Maurício Tapajós escreveram “O Brazil não conhece o Brasil” para a canção imortalizada por Elis Regina em Transversal do Tempo (1978), é um bordão difícil de contestar em qualquer campo ou assunto artístico-cultural que se ponha em debate na roda. Para ficar apenas no vasto terreiro da música de Pindorama, a se julgar pelas playlists da maioria das emissoras de rádio, ainda vale mais por estes trópicos a frase original de Blanc e Tapajós, aquela com “z”. Em um país que  embora apresente variedade de estilos e de ritmos – que vão do samba ao caipira, do baião ao chamamé, do fandango ao xaxado, do choro ao Clube da Esquina –, tem prevalecido a porcaria movida tanto a jabá, quanto pela preguiça de programadores — se ruins ou sonsos, mesmo, pouca diferença faz. Entretanto, desde que a internet passou a oferecer ferramentas não apenas para divulgar, mas também compartilhar obras e carreiras, os hábitos de consumo e de produção de música vêm mudando, possibilitando a criação de públicos mais críticos, pluralistas e exigentes. E nesta onda blogues e serviços de streaming conseguem democratizar e oferecer (a baixos ou totalmente sem custos) não apenas novidades e lançamentos que a mídia teima em desprezar, sobretudo os alegadamente “independentes”, deixando disponível na rede para serem baixados em tablets, computadores e celulares conteúdos dos mais diversificados, ecléticos e muito, muito bons.

Continuar lendo


Deixe um comentário

994 – Colabore para a gravação de Coração Caminhador, novo álbum autoral de Victor Batista (MG/GO)

Coração Caminhador é o nome que o cantor e compositor mineiro Victor Batista, radicado em Pirenópolis (GO), escolheu para batizar o álbum comemorativo aos 20 anos de trajetória artística o qual pretende trazer à luz com a generosa colaboração de amigos e admiradores, por meio de uma campanha de arrecadação, já disparada pela plataforma Benfeitoria, que estipula recompensas diversas, conforme a quantia doada. As 13 composições e quatro vídeos, inéditos, já estão prontos para serem gravados, trazem novas parcerias e participações especiais. A vaquinha virtual deverá cobrir o processo de finalização, que inclui as etapas de edição, mixagem, masterização e elaboração da arte gráfica do encarte antes do encaminhamento à fábrica para a reprodução de 1000 exemplares. Caso não consiga arrecadar o valor estipulado, um mínimo de R$10.200,00, Victor Batista devolverá o dinheiro aos contribuintes e o projeto será arquivado.

Continuar lendo