1556 – Selo Sesc mantém em catálogo Ascenção, disco póstumo de Serena Assumpção, com 13 faixas dedicadas a orixás do Candomblé

#MPB #Candomblé #Umbanda #CulturaAfro #CulturaPopular

Projeto que levou seis anos para ser finalizado é um grito político e de resistência pela liberdade religiosa, sobrevivência da arte e o reconhecimento dos povos originários brasileiros, à pratica do amor, da ternura e da justiça

O Selo Sesc tem em seu catálogo um dos mais belos e importantes álbuns de temática dedicada às religiões de matrizes africanas, notadamente, o Candomblé. Ascensão, lançado postumamente em 2016, é o único disco de Serena Assumpção, uma das duas filhas de Itamar Assumpção, levada bem antes do combinado em março do no anterior em decorrência de um câncer de mama. Obra delicada e arrebatadora para fazer frente a intolerância religiosa e a elementos presentes na cultura quilombola tão aviltada em tempos recentes sobretudo pela cáfila bolsonarista, Ascensão homenageia cada um dos orixás do panteão do Candomblé em obra delicada e arrebatadora.

Continuar lendo

1445- Conheça Felipe Radicetti (RJ), premiado cantor e compositor autor de declaração de amor aos latinos e homenagem a Eduardo Galeano em America

MPB #MúsicaLatinoAmericana #AméricaDoSul #Uruguai #Peru  #CulturaPopular

Neste trabalho, a canção cumpre um papel ora teatral, emprestando dinâmica a diálogos, construindo imagens, ora atuando como crônica do cotidiano; letras e músicas evocam o processo civilizatório sofrido pela colonização e as lutas por libertação; a história recente desses países ainda convalescentes de cruéis ditaduras militares

As tradicionais audições matinais que promovemos aos sábados aqui em São Roque, Interior de São Paulo, onde fica o Solar do Barulho e a redação do Barulho d’água Música, começaram neste dia 25 de setembro com America (assim mesmo, grafado sem o acento), do cantor e compositor carioca Felipe Radicetti, atualmente residente em Francisco Beltrão (PR). Lançado em 2015, America, 13º álbum autoral de Radicetti, é dedicado ao escritor e jornalista uruguaio Eduardo Galeano e uma declaração de amor à América do Sul e ao seu povo. O ciclo de 13 canções, das quais 11 inéditas no ato da gravação, busca traduzir em poesia e música os laços identitários que nos unem como latino-americanos, num processo de reconhecimento mútuo entre assemelhados na luta e na construção da cidadania sempre em curso na América Latina.

Continuar lendo

1432 – Paulo Sérgio Santos lança pela Kuarup terceiro trabalho solo ao comemorar 45 anos de carreira

#ErnestoNazareth #RadamésGnattali #SeverinoAraújo #Aldir Blanc #K-Ximbinho #Sivuca #Pixinguinha #AbelFerreira #Bach #MúsicaClássica #Baião #MPB #MúsicaInstrumental #Benny Goodman #ChiquinhaGonzaga #Pixinguinha #Luiz Gonzaga #GravadoraKuarup #VillaLobos #Guinga

Peguei a reta passeia por canções próprias, do filho e clássicos de Ernesto Nazareth, Radamés Gnattali, Severino Araújo, Aldir Blanc, K-Ximbinho, Sivuca, Pixinguinha e Abel Ferreira, entre outros

A escrita musical tradicional foi uma das grandes invenções da humanidade. Se não houvesse a escrita musical, como aprenderíamos uma ópera de Wagner com quatro atos e quatro horas ou mais de duração? Mas se alguém acha que vai interpretar algo baseado apenas na habilidade de ler música e utilizá-la de uma forma absolutamente racional, vai se deparar com um grande equívoco. Tocar as notas de uma forma precisa e correta, matemático Newtoniana falando, pode não retratar a obra original em termos de estilo e suingue.

Continuar lendo

1338 – Kleztival ganha álbum com 50 gravações de diversos expoentes da música judaica*

Disco que marca 10 anos do festival revela o melhor do estilo klezmer ao redor do globo e artistas como The Klezmatics (Estados Unidos), Polina Shepherd (Inglaterra), Daniel Kahn (Alemanha), Yair Dalal (Israel), e os brasileiros  Nicole Borger, Zemer e Claudio Levitan

* Com Tambores Comunicações

O Kleztival, Festival Internacional da Música Judaica, realizado em São Paulo há 11 anos, colocou o Brasil na rota dos grandes festivais do gênero e é considerado, atualmente, o maior da América do Sul. O evento se equipara em organização, atrações e grandeza aos correlatos promovidos em Israel, Canadá, Polônia, Inglaterra e Estados Unidos; neste ano, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a edição precisou ser online, entre os dias 17 e 25 de outubro, mas mesmo no novo formato as audiências não frustraram as expectativas do Instituto da Música Judaica Brasil (IMJ-Brasil). A entidade, que tem mesmo muito a comemorar, para celebrar uma década dos concertos, lançara em 2019 o disco triplo Kleztival 10 Anos, que reúne 50 artistas de diversas partes do mundo e revela que a música é feita com raiz na cultura judaica, às vezes de forma tradicional, em outras, mixando-a a gêneros distintos como bossa ou o hip hop, por exemplo.

Continuar lendo

1223 -Ivan Vilela faz concertos em Guarulhos e em São Paulo após lançar álbum com Benjamim Taubkin

Violeiro, um dos mais conceituados do país, tocará no Sesc de Guarulhos e no Instituto Tomie Othake

Professor, pesquisador, compositor e um dos mais destacados violeiros do país, Ivan Vilela, será atração o neste sábado, 24, da unidade Guarulhos do Sesc paulista, onde se apresentará a partir das 18h30, acompanhado por Filipe Massumi, ao violoncelo, e por Ari Colares, à percussão. A distribuição do começará a partir das 17h30, no Centro de Música, para o concerto que deverá ocupar o Auditório (sala 4) e durante o qual o público ouvirá composições e arranjos que se utilizam de elementos das culturas populares brasileiras, mesclando-as com sonoridades das músicas clássica e e popular. Vilela transitará por diferentes paisagens sonoras, explorando texturas e contrapontos, mesclando sutilezas melódicas, nas quais o tonal e o polimodal se fundem num misto de cruzamentos rítmicos.

Além de músicas consagradas dos vários álbuns – como Paisagens, A Força do Boi e Solidão -, destacam-se no programa obras como Sertão e Castelo dos Mouros,  do álbum Encontro, gravado por Vilela em parceria com o pianista Benjamim Taubkin e lançado no começo de agosto, na unidade 24 de maio do Sesc paulistano.

Continuar lendo

1180 – Ana Costa, Dorina e Lu Oliveira lançam álbum em homenagem a Socorro Lira (PB)

Show único de Na Lira da Canção-Entre Versos de Socorro Lira será seguido de sessão de autógrafos na Sala Paulo Moura do Centro da Música Carioca Artur da Távola, na Tijuca 

A audição aos sábados aqui no boteco do Barulho d’água Música, na cidade de São Roque, Interior de São Paulo, começou neste dia 27/4 com Na Lira da Canção-Entre Versos de Socorro Lira, gentilmente nos cedido pelo produtor cultural da Ritmiza Produções Maury Cattermol, ao qual agradecemos. O disco já se encontra disponível em várias plataformas digitais, mas para quem é ou estará na cidade do Rio de Janeiro e arredores na noite de 4 de maio, sábado que vem, fica a dica: o Centro da Música Carioca Artur da Távola, na Tijuca, promoverá na Sala Paulo Moura, a partir das 20 horas, um show de lançamento do álbum, protagonizado pelas cantoras cariocas Ana Costa, Dorina e Lu Oliveira.

Após a apresentação musical, as três cantoras destacadas para o projeto participarão de sessões de autógrafos. O espetáculo idealizado por Cattermol terá direção musical do violonista e arranjador Luiz Flavio Tournillon Alcofra e direção artística da cantora Mariana Baltar.

Continuar lendo

1179 – Fabrício Conde (MG), autor de Fronteiras, representa Brasil em encontro de tiples na Colômbia

As audições que promovemos aos sábados aqui no boteco do Barulho d’água Música, neste 20/4 que é de Aleluia e véspera da Páscoa, começaram com Fronteira, álbum do compositor, escritor e violeiro Fabrício Conde, de Juiz de Fora (MG) lançado em 2015. Conde será um dos destaques entre as atrações e eventos que serão promovidos durante o X Encontro Nacional de Tiple (Encuentro Nacional del Tiple), entre 25 e 28 de abril, em Bogotá, capital da Colômbia, país vizinho ao Brasil, na América do Sul. Conde está confirmado para abrilhantar painéis, oficinas e apresentações, incluindo o concerto da noite de encerramento (veja a programação, conforme divulgada pelos organizadores, ao final desta atualização).

Continuar lendo

1062 – Cantor e compositor João Triska (PR) participa de ritual indígena em videoclipe de Iguassul

Já está disponível no canal Youtube, na página virtual e nas mídias sociais do cantor e compositor João Triska o videoclipe de Iguassul, que o paranaense gravou com a tribo Fulni-ô durante um ritual de pintura corporal. Triska é um dos mais novos talentos do Estado da região Sul e ao perceber a necessidade de compartilhar seu orgulho pela força do povo indígena sintetizou seus sentimentos em uma canção. Iguassul, nome também do seu segundo álbum, promove um reencontro com a cultura e alma indígenas, afirmou, complementando que o processo de criação deriva de pesquisas e leituras sobre a história do Paraná.

Continuar lendo

1021 – Cinco álbuns da rica discografia de Roberto Corrêa (MG/DF) já podem ser ouvidos em plataformas digitais

O som sertanejo antes do dilúvio

“Para fechar o arco interiorano, o mineiro de Campina Verde, Roberto Corrêa (…), ponteia com erudição sua assumida viola caipira no CD independente Uróboro, na pele de um Guimarães Rosa encordoado.”
Tárik de Souza, Jornal do Brasil, 10/10/1995

Cinco dos álbuns autorais de Roberto Corrêa, um dos mais conceituados violeiros da atualidade, agora estão disponíveis e podem ser ouvidos, integralmente, em plataformas digitais. Uróboro (1994); Crisálida (1996); Extremosa-Rosa (2002); Temperança (2009); e Viola de Arame (2012), que o mineiro de Campina Verde radicado em Brasília (DF) chama de “filhos muito queridos” é apenas uma amostra da valiosa discografia de Corrêa, respeitado no meio da cultura popular e erudita como instrumentista, arranjador, compositor, pesquisador e professor. Apenas a produção autoral dele conta, ainda, com mais sete títulos e, além destes doze que incluem os cinco disponíveis na internet, ele assina mais uma dúzia, todos dedicados à pesquisas (Chapada dos Veadeiros, 2008; Cantos de Festa e Fé, 2002, por exemplo) e toca e canta como parceiro em outros onze (Violas de Bronze, com Siba, que saiu em 2009; e Esbrangente, com Paulo Freire e Badia Medeiros, de 2003, estão nesta lista). As participações em coletâneas e obras de outros artistas somam 22 (Mestres do Rasqueado, com a Orquestra do Estado do Mato Grosso, sob direção artística de Leandro Carvalho, no qual atua como solista de viola caipira e viola de cocho, 2010; e Meu Céu, de Zé Mulato & Cassiano, 1997)

 

Continuar lendo

993 – Pela primeira vez em São Paulo, João Triska (PR) apresenta Passo Folk no palco do Teatro Itália

O cantor e compositor João Triska (PR) estará em São Paulo na terça-feira, 15, e em apresentação única a partir das 21 horas trará de Curitiba para o público que frequenta o cinquentenário Teatro Itália um show mesclado por sucessos do cancioneiro popular e de músicas autorais que transitam entre Milonga, Folk, e ritmos regionais. Finalista por duas vezes consecutivas do Prêmio Profissionais da Música (2016 e 2017), em sua primeira visita à Sampa, Triska ocupará o palco do tradicional espaço cultural situado na rua Ipiranga como convidado do projeto Terças Musicadas, coordenado pelos produtores culturais Fran Carlo e Petterson Mello, os mesmos do consagrado Concerto para Pixinguinha, protagonizado por Vânia Bastos e pelo Marcos Paiva Quarteto, vencedor do PPM deste ano na categoria melhor disco de Choro.

Continuar lendo