1212 – Dois dos melhores violeiros do país são atrações em Sampa, no domingo, 21

Entre a missa ou o culto, um antes, outro depois da macarronada: Neymar Dias e Valdir Verona tocarão em espaços próximos e em horários que permitem acompanhá-los, de graça ou gastando quase nada, em ótimos programas em companhia da família inteira

A cidade de São Paulo terá no próximo domingo, 21 de julho, concertos de dois dos mais respeitados violeiros do país na atualidade, o paulistano Neymar Dias, pela manhã, e o gaúcho de Caxias do Sul Valdir Verona, à tarde, portanto em horários nos quais será possível acompanhar ambos sem sacrificar a tradicional macarronada em família. Os dois, aliás, são excelentes dicas para juntar todo mundo, incluindo o nenê, o vovô, a vovó e os sobrinhos, como naquela música dos Titãs, longe da famigerada televisão ou, mais modernamente, do tambor cortado ao meio, na laje. E dá tempo, inclusive, de ir à santa missa ou ao culto, ainda no começo da manhã ou no final da noite! 

Continue Lendo “1212 – Dois dos melhores violeiros do país são atrações em Sampa, no domingo, 21”

942 – Vídeos Intergerações Viola Paulista trazem narrativas e performances de violeiros, poetas e luthiers da região de Atibaia e Limeira (SP)

O Barulho d’água Música recebeu do Instituto Câmara Clara (SP) e do Voamundo Cultural exemplares do DVD resultante do projeto Intergerações Viola Paulista, que traz cinco filmes com narrativas e performances de violeiros, violeiras, poetas e luthiers da região de Atibaia e Limeira, ambas cidades do Interior de São Paulo. Em entrevistas ao violeiro Domingos de Salvi (SC), os atores contam, cantam e ponteiam sobre artes do fazer, do tocar e do lembrar durante cinco belos documentários intitulados Viola Encantada, Alma Sonora, Inventorias, Encontro de Mestres e Viola de Reis.

Continue Lendo “942 – Vídeos Intergerações Viola Paulista trazem narrativas e performances de violeiros, poetas e luthiers da região de Atibaia e Limeira (SP)”

773 – Zé Geraldo (MG) canta sucessos da carreira em centro cultural de Poços de Caldas e em fevereiro visitará Rodeiro (MG)

O cantor e compositor Zé Geraldo encerrará a temporada de 2015 neste domingo, 27,  em Poços de Caldas, cidade do Sul de Minas Gerais, onde cantará a partir das 20h30 antigos e novos sucessos da discografia no palco do espaço cultural situado na rua Amazonas 220-334. Os conterrâneos e turistas ouvirão sucessos antigos e novos que integram o repertório do projeto Zé Geraldo Acústico, que entre outros inclui Cidadão, Senhorita, Milho aos Pombos, e Galho Seco. Para mais informações e reserva de ingresso há os telefones  (35) 99955-1648 e (35) 99905-0027.

Zé Geraldo reuniu amigos e fãs em 9 de dezembro para celebrar 71 anos e no dia 17 deu uma força aos estudantes da Escola Estadual Doutor Américo Brasiliense, situada em Santo André (SP), que ocuparam o prédio em protesto contra um plano de cima para baixo que o governo do Estado tinha de reorganização do ensino público por ciclos e idade que resultaria no fechamento de 91 colégios. Depois de passar por Poços de Caldas, ele curtirá um período de férias que se estenderá até 18 de janeiro, quando será atração da unidade Carmo do Sesc paulistano. Os primeiros compromissos da agenda de 2016 incluem cantoria na cidade natal, Rodeiro (MG), e espetáculos com Francis Rosa.

ANISTIA

 

681 – Chico Lobo apresenta-se e promove lançamento de novo álbum e livro em Atibaia (SP)

O cantor e compositor Chico Lobo, um dos mais respeitados violeiros de vertente caipira do país, estará de volta ao estado de São Paulo, desta vez para apresentação em Atibaia com entrada gratuita mediante retirada de ingresso uma hora antes do evento neste domingo, 11, a partir das 10 horas, como convidado da Secretaria de Cultura e Eventos. O palco será montado no Centro de Convenções e Eventos Victor Brecheret. Além do show, Chico Lobo lançará o álbum Cantigas de Violeiro e o livro escrito em parceria com Fábio Sombra Conversa de Violeiro, ambos da gravadora Kaurup. Em agosto, Chico Lobo e Fábio Sombra promoveram noite de autógrafos na Livraria da Vila, m Pinheiros (SP).

Continue Lendo “681 – Chico Lobo apresenta-se e promove lançamento de novo álbum e livro em Atibaia (SP)”

Pamonha com uísque: Robson D’Angelo e Rogério Ribon encontram encruzilhada onde Mississípi e Piracicaba confluem

pe no blues arte 1

Os músicos Robson D’Angelo e Rogério Ribon poderiam ter formado mais uma dupla Robson & Rogério como tantas, com direito à fama no programa do Faustão e de serem os queridinhos da Fátima Bernardes, mas encontraram a encruzilhada na qual os rios Mississípi e Piracicaba se juntam e, na terceira margem desta confluência, onde apearam para beber da límpida água, encontraram Robert Johnson pescando com Tião Carreiro. Raul Seixas afinava uma viola e ao ver os dois rapazes perambulando por ali, convidou-os para fitar um cigarrinho de palha. Durante a prosa, o Maluco Beleza recomendou: para além do ouro dos tolos, busquem uma concepção alternativa de tocar. Não precisa, necessariamente, ser uma metamorfose, ou um ponto extremo fora da curva, mas seria bom algo que passe longe do rame-rame que mantém famílias como macacos adestrados aos domingos no sofá, com seus saquinhos de pipoca e olhos calmos, apesar de tanto mau trato aos ouvidos. D’Angelo e Ribon entenderam o toque, e entre um gole e outro, agora de uma boa destilada na roça, resolveram que botariam o pé na estrada. Unindo paixões ao agradável, conceberam após um ano e meio de pesquisas um projeto que ganhou um irrepreensível repertório no qual pamonha se come tomando uísque caubói.

Continue Lendo “Pamonha com uísque: Robson D’Angelo e Rogério Ribon encontram encruzilhada onde Mississípi e Piracicaba confluem”

Hoje assopramos a primeira velinha do Barulho d’água Música!

eu4cantosboldrin
O grupo do projeto cultural 4 Cantos, formado por Rodrigo Zanc, Cláudio Lacerda, Wilson Teixeira e Luiz Salgado é acompanhado de perto pelo blog, como quando esteve no programa Sr. Brasil, de Rolando Boldrin, um dos mais importantes divulgadores e incentivadores do universo caipira e regional (Foto: Andreia Beillo)

 

Hoje, 3 de junho, o Barulho d’água Música completa um ano de atividades. Neste período, contando com as colaborações de Ana Lúcia Fernandes e Elisa Espíndola (fotógrafas), Andreia Regina Beillo (relações públicas), dicas de consultoria e administração de José Carlos “Babu” Baia, e Thiago Barreto e compartilhamento de conteúdos com a revista eletrônica de cultura Kalango (Osni Dias/Atibaia-SP), produziu 514 matérias alusivas à cobertura de shows, à divulgação de apresentações, de eventos e de projetos, ao lançamento de álbuns, e registro de aniversários de cantores e de compositores, entre outros temas. De forma espontânea e independente, sem recursos, dotações publicitários ou outra fonte de sustentação, os blogueiros participaram de programas como o Sr. Brasil (de Rolando Boldrin, na TV Cultura), Dia a Dia Rural (de Tavinho Ceschi, no canal Terra Viva) e o Instrumental Sesc Brasil (de Patrícia Palumbo, no Sesc Consolação/SP), viajaram por várias cidades do país e promoveram inúmeras reportagens e entrevistas, além de pesquisas, sempre com o intuito de recolher a melhor e mais completa informação.

Desta forma, apesar das dificuldades e do árduo trabalho que muitas vezes consumiram jornadas integrais ao longo dos dias, incluindo sábados, domingos e feriados, constitui-se em um canal de comunicação produto de zelo profissional e de apurado trato jornalístico, já reconhecido, elogiado e respeitado em vários meios, com seguidores e visualizações em países dos cinco continentes, entre os quais o Laos, Cingapura, Tailândia e Vietnã!

O melhor deste período, entretanto, é a cada vez mais copiosa relação de amigos que o Barulho d’água Música conquistou, sem falar na prazerosa sensação de ter contribuído para o resgate e a divulgação, e consequentemente,  a valorização da cultura genuinamente popular; de manifestações que sobrevivem no seio de tradições  e que, embora não recebam a devida atenção dos média ou mesmo dos produtores culturais, autoridades e educadores, compõem ou ajudam a traduzir com mais fidelidade o perfil da brasilidade — ainda que este seja múltiplo e, aparentemente, bastante complexo, posto que deriva ou se forma a partir de várias raízes. Não é uma tarefa fácil e sugere para muitos que talvez seja uma utopia; talvez, seja, vá lá: sabemos, sim, que se assemelha a um sacerdócio (no sentido de exigir certo devotamento e entrega), mas estamos absolutamente à vontade, fazemos o que gostamos, exercemos a labuta com prazer e hoje, nesta data especial, renovamos nosso compromisso de seguirmos em frente por que estamos igualmente convencidos: você e o seu trabalho, na verdade, merecem nossos esforços,e  mais do que reconhecimento, precisam  de longos aplausos, em pé!

Alguns destes inúmeros amigos e apoiadores que colhemos neste período nos enviaram mensagens de congratulações e as compartilhamos abaixo. A todos vocês nosso muito obrigado!

As minhas felicitações ao blog Barulho d’águaesse canal da arte da cantoria e dos cantadores, que se materializa pelo trabalho do nosso querido Marcelino Lima, Andreia Beillo e colaboradores, malungos incansáveis, que  fazem desse espaço uma ‘porteira’ responsável pela difusão da boa e mais sincera música brasileira. Fica aqui a gratidão por ver o meu trabalho publicado, e pela oportunidade de conhecer tanta gente boa, artistas extraordinários, que dispensam o abraço da grande mídia e espalham a sua arte através de parceiros como esse blog, o suficiente para chegar aos ouvidos de muitos e muitos, e muitos ainda virão. Salve a arte dos cantadores, salve a arte dessa corrente maravilhosa e salve o blog Barulho d’água. Vida longa.

Déo Miranda, cantor, compositor e produtor cultural (Mogi das Cruzes/SP)

Barulho d’água brotando da fonte é uma dádiva da natureza trazendo a pureza e sonoridade da vida. Assim é o belo trabalho desenvolvido por esses queridos e atentos difusores das nossas andanças e cantorias por este país. Nas comemorações de 1 ano do blog Barulho d’Água o presente continua sendo nosso… Gracias, Marcelino, Andreia e toda a equipe dedicada e espalhar arte genuína por este terreiro virtual.

Katya Teixeira, cantora, compositora e pesquisadora, coordenadora do Dandô Circuito Dércio Marques de Música (São Paulo/SP)

Quando “ouço” o Barulho d’água, imediatamente penso nas criaturas que, com tanta paixão e cuidado, alimentam seus seguidores com as boas novas do universo cultural brasileiro. Marcelino Lima e Andreia Beillo, juntamente com seus colaboradores, são amigos queridos que merecem seguir firmes e fortes no segmento. Desejo vida longa ao Barulho d’água música.

Rodrigo Zanc, cantador e violeiro (São Carlos/SP)

Eu simplesmente adoro ouvir barulho d’água! Quando soube do blog com esse nome, pensei comigo que seria muita responsabilidade aos blogueiros! Pois o Barulho d’água dos queridos Marcelino Lima e Andria Beillo reverbera o som de um riacho lindo, calmo e de muito boa energia. Aliás, energia é que não os falta  para registrar e divulgar as cantorias de tanta gente boa por esse mundão! Parabéns pelo primeiro aniversário e muito obrigado pelo maravilhoso serviço prestado à nossa cultura. Que essa água continue correndo!

Cláudio Lacerda, cantador e compositor (São Paulo, SP)

Parabéns pelo primeiro ano de existência! Parabéns ao espaço-rio que carrega arte em seu leito. Parabéns ao espaço-mar que espalha puras ondas musicais. Que os próximos anos sejam oceanos; águas que unem e transportam notícias; embarcações de palavras cheias de instrumentos, melodias, canções e vozes.

Consuelo de Paula, cantora, compositora e poetisa (São Paulo/SP, Pratápolis/MG)

Neste dia 3 de junho é aniversário do blog Barulho d’Água Música uma aventura quixotesca comandada pelo jornalista Marcelino de Jesus Lima e sua fiel escudeira Andreia Beillo. O blog, mesmo sem recursos, presta um serviço inestimável às artes oferecendo semanalmente uma vasta agenda cultural. Além disso, o blog tem o mérito de cobrir os eventos in loco, simplesmente pelo respeito que tem com os seus leitores, coisa louvável. Quantas vezes nós, do Grupo Balaio de Doi2, fomos prestigiados com fotos e textos sobre o nosso trabalho. Por isso, do fundo do coração, desejamos que o Barulho d’Água Música prospere cada vez mais e que pessoas e empresas com capacidade de investimento ajudem o blog a ter vida longa.

Paulo Netho e Salatiel Silva, cantores, compositores, poetas e produtores de riso e de alegria (São Paulo/SP)

Garoto Conrtrabaixo

Museu da Casa Brasileira (SP) abre espaço para blues, música caipira e de câmara aos domingos de junho

penobluess1

O Museu da Casa Brasileira, situado em um dos endereços mais badalados de São Paulo, vem se destacando pela ótima programação cultural que oferece ao seu público fiel e pessoas que visitam o local esporadicamente, promovendo atrações dos mais variados segmentos artísticos, sempre sem cobrança de ingresso. Uma das iniciativas mais procuradas são as apresentações musicais e concertos que ocorrem nas manhãs dominicais, sempre às 11 horas. As quatro programadas para o mês de junho já estão definidas e começarão com o show Pé no Blues, protagonizado pela dupla Rogério Ribon (violão de aço e gaita) e Robson D’Angelo (viola caipira). Com um repertório que mesclará o tradicional blues americano de compositores consagrados como Robert Johnson, Muddy Waters e Bo Diddley, com pitadas da música caipira brasileira, o público ouvirá, por exemplo, clássicos como Sweet Home Chicago, de Johnson, e o pagode A coisa tá feia,  uma das obras mais apreciadas de Tião Carreiro e Pardinho.

Continue Lendo “Museu da Casa Brasileira (SP) abre espaço para blues, música caipira e de câmara aos domingos de junho”