1611 – Mais um talento de Poços de Caldas (MG), cantor e compositor Pedro Cezar lança Matutando Sonho, primeiro álbum solo

#MPB #PoçosdeCaldas #MinasGerais #Luanda #Angola #Bolívia #Cochabamba

Disco com canções concebidas durante a reclusão imposta pela pandemia de Covid 19 já está nas plataformas digitais e traz parcerias de sul mineiros e de artistas internacionais

Está disponível em todas as plataformas digitais de música o primeiro álbum do cantor e compositor Pedro Cezar, mineiro de Poços de Caldas. Matutando Sonho traz 14 faixas inéditas e apresenta ao público o universo intimista do autor, que ao lançar o disco colhe o doce fruto de um processo de pesquisa iniciado ainda durante o período mais agudo de reclusão e isolamento social impostos pela pandemia de Covid-19. O repertório reúne composições recentes e antigas, recolhidas especialmente para este projeto. Apesar de ser o pontapé de sua carreira solo, Cezar é adepto de trabalhos coletivos e reúne em Matutando Sonhos diversas participações especiais, do Brasil e do Exterior. Das novas parcerias, as faixas Para beber de las estrellas e Bwé de Mambo ainda contam, respectivamente, com a artista boliviana Alexia Loredo e do cantautor angolano Bona Ska. A cantora Tatiana Meirelles, o clarinetista Otávio Quartier e o violonista e compositor Gustavo Infante completam o time de colaborações. Rafael Moreira (baixo), Michel Nascimento (bateria e percussão) e Fábio Leandro (piano e teclados) também foram convidados para a gravação.

Pedro Cezar é mais um talento da área musical que desponta na acolhedora cidade sul mineira, na qual já são famosos entre outros o casal Jucilene Buosi e Wolf Borges e já se destacam entre outros o Duo Rodrigo Mendonça e Flávio Danza, Nego Moura & Os Camarás, Dons Maria e Mununu. De acordo com suas observações no texto de divulgação do álbum primogênito, é um disco de movimento, de andanças, de entender a rua como lugar onde o conhecimento e os encontros se dão e se convergem.

“São minhas lembranças de criança, de família, as ausências e presenças no cotidiano, a saudade e o amor em outras palavras”, apontou. “O aprendizado na cidade grande, a calmaria da vida no interior, o sonho em curso, tudo isso com trilha sonora”, acrescentou. Ainda segundo ele, talvez as canções selecionadas sejam aquelas que possibilitem “mostrar às pessoas um pouquinho do meu mundo sonoro, das minhas observações sobre a vida, detalhes que vão se revelando e que, às vezes, passam despercebidos”. Ao mesmo tempo, são músicas que abrem o caminho para Cezar assumir o protagonismo como intérprete, empunhando o violão enquanto canta, ao lado de músicos e musicistas que julga terem mais qualidade e competência.

Matutando Sonho faz parte do YES, TUPI, selo gerido pela pesquisadora musical Thabata Arruda, que também assina o projeto gráfico e a edição do álbum visual. A ilustração da capa é do artista pernambucano João Lin. O álbum é coproduzido, mixado e masterizado por Deivid Santos e foi gravado nos estúdios DS Estúdio (Poços de Caldas), Michel Nascimento (na cidade do Rio de Janeiro), Cassette Estúdio de Som (Luanda, Angola) e Estúdio Crom (Cochabamba, Bolívia).

Este trabalho é a materialização de um sonho, reflete minha vivência musical e, sobretudo, minha admiração por todas as pessoas que se dedicaram e se dedicam para inventar e manter viva a Música Brasileira”, exclamou Cezar. “Quem sabe eu possa, humildemente, contribuir com esta história.”

Para ver, ouvir e saber mais informações acesse os links

https://ditto.fm/matutando-sonho

https://www.youtube.com/pedrocezar

https://www.pedrocezarmusica.com/matutandosonho

https://youtu.be/MwW9Bwd2d6A

Leia mais sobre a produção musical em Poços de Caldas e outros conteúdos relacionados à cidade sul mineira aqui no Barulho d’água Música ao visitar o link abaixo

https://barulhodeagua.com/tag/pocos-de-caldas-mg/

SANTA AJUDA! Ajude o Barulho d’água Música a se manter ativo: colabore a partir de R$ 20 com nossa campanha pela Catarse em busca de assinantes ou envie um PIX de acordo com suas possibilidades!

https://www.catarse.me/barulhodeaguamusica?ref=ctrse_explore_pgsearch

1502 -Banda Dons Maria (MG) lança Tuas Cores, um grito contra o preconceito e a perseguição aos transexuais e outras minorias*

#MPB #CulturaPopular #PoçosdeCaldas #Tolerância #Diversidade #Respeito

*Com Chiara Carvalho

Álbum com oito faixas está disponível nas plataformas digitais desde 29 de janeiro, um dia que é de luta deste segmentos da população há 14 anos, mas segue ignorado pela sociedade e pelos governos do país

O Dia da Visibilidade Trans no Brasil, comemorado sempre em 29 de janeiro, em 2022 ficou marcado pelo lançamento em todas as plataformas digitais de Tuas Cores, primeiro álbum da banda Dons Maria, formada pelos músicos sul mineiros da cidade de Poços de Caldas Tine TagaGuilherme Reche e João Vitor Junqueira. Juntos, eles dividem as oito faixas autorais selecionadas para este disco de estreia cuja sonoridade se destaca pelo diálogo com a cultura musical brasileira e também tem como referência a obra de artistas mineiros, além dos arranjos e da qualidade da equipe envolvida, responsável por criar canções autorais pautadas em letras elaboradas para suscitar reflexões sobre questões de gênero, diversidade, mulher, política, amor e arte.

Continuar lendo

1437 -Wolf Borges (MG), cantor e compositor, lança oitavo álbum e comemora 40 anos de carreira

#MPB #PoçosdeCaldas #MinasGerais #MúsicaIndependente #CulturaPopular

Wolf Borges, por Simone Guimarães

­O cantor e compositor Wolf Borges (MG) reuniu um time de respeitados músicos para gravar o oitavo álbum de sua carreira, em comemoração aos 40 anos de estrada: Canto Para Manter Viva a Nossa Arte. O título não poderia ser mais sugestivo diante não apenas da pandemia de Covid-19,  flagelo que tomou conta do mundo e vem causando dor, desespero, empobrecimento crônico, o aumento de mazelas sociais e mortes mundo afora, mas também face à destruição gradativa da cultura e da arte que vem sendo posta em prática como política pelo governo de Jair Bolsonaro. O disco de Borges, com 12 faixas, enviado de Poços de Caldas (MG) pelo autor ao Barulho d’água Música, abriu as audições matinais deste sábado, 11/9, aqui no Solar do Barulho, onde está a redação do blogue, em São Roque, interior de São Paulo.

Continuar lendo

Kleiton e Kledir dão sequência ao projeto Composição Ferroviária, de Poços de Caldas (MG)

1755168138524c6ee7626a1

Os irmãos gaúchos que já fizeram parte da banda Almôndegas levarão a Poços de Caldas sucessos como Navega Coração e Paixão (Foto: Beto Scliar/RS)

Os irmãos gaúchos Kleiton e Kledir serão a atração da segunda rodada do projeto Composição Ferroviária, que os músicos Wolf Borges e Jucilene Buosi promovem anualmente em Poços de Caldas (MG). Kleiton e Kledir estarão no palco do pátio da estação ferroviária da cidade em 19 de abril, a partir das 10 horas. Voz & Violões & Violino terá entrada franca e ficará marcado pela recordação de inesquecíveis sucessos como Deu para ti, Vira Virou, Navega Coração, e Paixão, parte do repertório registrado por ambos em mais de 15 discos ao longo da carreira que contem, ainda, trilhas sonoras.

Continuar lendo

Chiclete com pão de queijo: Wolf Borges faz soul falar uai, entre outras inovadoras fusões de sons e de ritmos

wolf bam 3

Jucilene Buosi e Wolf Borges cantam “Boca de Forno” e com os microfones simulam que estão mexendo em um tacho: música foi finalista em festival da EPTV (Fotos: Marcelino Lima)

Continuar lendo