1164 – Com novo show, Oswaldo Montenegro cantará em evento de aniversário de Barueri (SP)

Agenda do cantor de Bandolins inclui apresentações em várias cidades ao lado de Renato Teixeira em outro projeto do Menestrel

Em comemoração ao aniversário de 70 anos de emancipação político-administrativa de Barueri, em 26/3, a Secretária de Cultura e Turismo da cidade situada a 26 quilômetros da cidade de São Paulo, lindeira a Oeste pela rodovia Castello Branco,  organizou uma agenda de eventos para durar todo o mês, com atrações e atividades para toda a família.  Para este domingo, 10/3, está previsto que o cantor e compositor Oswaldo Montenegro deverá apresentar gratuitamente o show O Azul e o Tempo, no Parque Municipal Dom José,  gratuitamente, a partir das 11 horas.

Continue Lendo “1164 – Com novo show, Oswaldo Montenegro cantará em evento de aniversário de Barueri (SP)”

Falamansa arrebata em Las Vegas o 15º Grammy Latino com álbum Amigo Velho

Dezinho, Tato, Alemão e Valdir do Acordeon estão juntos desde o encerramento de um festival realizado em SP, em 1998, e já gravaram dez álbuns; o primeiro ganhou em 2000 Disco de Diamante

O álbum Amigo Velho, do Falamansa, arrebatou o prêmio de melhor álbum de música de raízes brasileiras do 15º. Grammy Latino entregue hoje, 20 de novembro, no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas. O grupo, que faz sucesso em todo o país desde  1998, quando surgiu no Ceará, é integrado por Tato (voz e violão), Alemão (zabumba), Dezinho (triângulo e percussão) e Valdir do Acordeon e além do álbum agora consagrado, já gravou outros nove. O primeiro, Deixa Entrar (2000), vendeu mais de 1 milhão de cópias, o que rendeu ao quarteto a certificação de Disco de Ouro. 

Continue Lendo “Falamansa arrebata em Las Vegas o 15º Grammy Latino com álbum Amigo Velho”

Tavinho Moura volta a gravar e fãs ganham “Minhas Canções Inacabadas”

Amigos e seguidores:
Tavinho Moura é uma das principais referências da música brasileira e um dos expoentes do Clube da Esquina, conhecido tanto pelas suas qualidades como violeiro, quanto como compositor. Após um tempo sem entrar em estúdio, Tavinho Moura voltou à cena musical apresentando o álbum Minhas Canções Inacabadas”, que acaba de ser indicado ao Grammy Latino. Assim, o mineiro de Juiz de Fora estará em novembro, em Las Vegas, concorrendo a mais um valioso prêmio para sua bela carreira, na categoria “Melhor disco de música brasileira de raiz”. Além dele estarão no páreo Alceu Valença, Falamansa, Neymar Dias e Toninho Ferraguti (ver matéria abaixo), Quinteto Violado e Téo Azevedo (matéria dois textos abaixo).

Barulho d'Água Música

DSC03442 Na apresentação de novembro de 2013 Tavinho Moura relembrou ao violão clássicos da carreira ponteada por sucessos como “Paixão e Fé” e “Peixinhos do Mar” (Fotos Marcelino Lima)

Para deleite de muitos admiradores e daqueles que gostam de música de qualidade, o cantor e compositor Tavinho Moura encerrou um período de três anos sem gravar, voltou ao estúdio e lançou neste ano “Minhas Canções Inacabadas”. O mineiro de Juiz de Fora, cidade da Zona da Mata, atendeu ao pedido de Henrique Santana, dono da “Poleiro D’Angola Estúdio e Escola” e brindou o público com 13 faixas, entre as quais “Como Vai Minha Aldeia”, dele e de Márcio Borges, que integra também o “bolachão” homônimo de 1978, e “Confidências do Itabirano”, parceria com Carlos Drummond de Andrade baseada no célebre poema do conterrâneo “Itabira é apenas uma fotografia na parede./Mas como dói!” A amizade com Fernando Brant

Ver o post original 373 mais palavras

Neymar Dias e Toninho Ferragutti tabelam viola e sanfona com maestria e regravam clássicos caipiras

Amigos e seguidores:
Reboglamos esta matéria para comunicar que o belo álbum “Festa na Roça”, de Neymar Dias e Toninho Ferraguti, é um dos seis brasileiros indicados para receber o Grammy Latino deste ano, em Las Vegas, no mês de dezembro. O trabalho concorrerá na categoria “Melhor disco de música brasileira de raiz”, juntamente com Téo Azevedo, Alceu Valença, Falamansa, Quinteto Violado e Tavinho Moura.

Barulho d'Água Música

A releitura de clássicos da música caipira e regional exige cuidados e atenção às composições originais, mas via de regra se a tarefa couber a músicos que têm compromissos com a arte e com preservação das memórias e sentimentos coletivos em detrimento do mercado, raramente deixam de resultar em boas gravações, em álbuns que reafirmam a beleza e a diversidade sonora e de ritmos destas duas vertentes.

Expoentes da viola caipira e do acordeom, Neymar Diase Toninho Ferraguttitabelaram com maestria neste sentido e produziram para o selo Borandá “Festa na Roça”. Lançado no primeiro semestre, o álbum ainda tem status de novidade e é difícil encontrá-lo nas lojas. Quem tiver a sorte sem precisar recorrer à compra on-line, experimentará no ato da audição como pode ser delicioso o ambiente das tradicionais quermesses e outras confraternizações que, nesta época, levam muita gente aos terreiros para compartilhar uma noite…

Ver o post original 413 mais palavras