1016 – Ajude com o seu voto o Barulho d’água a avançar à segunda etapa de votação do Prêmio Profissionais da Música, em Brasília (DF)

A organização do  Prêmio Profissionais da Música (PPM) abriu no sábado, 20 de janeiro, o processo de votação para indicar quem avançará às etapas seguintes entre os 921 inscritos aptos a concorrer na primeira fase de votação da quarta edição em 54 categorias das modalidades Criação, Produção e Convergência. Pela primeira vez, em quase quatro anos de atividades, o Barulho d’água Música está no páreo como candidato em Convergência/Canais de Divulgação. Caso chegue à final, visitará Brasília (DF) em abril de 2018, cidade na qual os vencedores deste ano serão anunciados. De formato inédito e concebido pelo músico e produtor brasiliense Gustavo Ribeiro de Vasconcellos, o PPM foi idealizado para expor e reconhecer a contribuição de diversos profissionais envolvidos em criação, produção e circulação de obras e produções musicais e audiovisuais. A proposta é colaborar para o desenvolvimento de oportunidades e novos negócios do setor da música, a partir da convergência com outros segmentos. “Assim podemos expandir fronteiras ao promover intercâmbios e disseminar legados ao compartilhar experiências e emoções”, observou Gustavo.

Continue Lendo “1016 – Ajude com o seu voto o Barulho d’água a avançar à segunda etapa de votação do Prêmio Profissionais da Música, em Brasília (DF)”

Anúncios

669 – Chorinho, big band, quinteto de metais, recital e violonista italiano: curta o Musica MCB em outubro. De graça!

pnorama

O Museu da Casa Brasileira (MCB), situado em agradável imóvel situado na avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, no bairro paulistano de Pinheiros, oferece todos os domingos, às 11 horas, o projeto Música no MCB, por meio do qual o público pode curtir sem pagar ingresso apresentações de variados estilos musicais — do caipira ao erudito, passando pelo jazz contemporâneo e pelo samba, por exemplo. Para a primeira atração de outubro, o palco estará reservado neste dia 4 ao grupo Panorama do Choro Paulistano Contemporâneo, criado pelos percussionistas Yves Finzetto e Roberta Valente com o objetivo de registrar e divulgar a expressão atual do choro produzido em Sampa.

Continue Lendo “669 – Chorinho, big band, quinteto de metais, recital e violonista italiano: curta o Musica MCB em outubro. De graça!”

Anai Rosa e Thadeu Romano prestam homenagem ao “Rei do Baião” Luiz Gonzaga

 

10583926_10152563707540446_4130677462537855286_n

Thadeu Romano e Anai Rosa vão se encontrar nesta quinta-feira, 31 de julho, no Espaço 7, situado na cidade de São Carlos, no Interior de São Paulo. Na apresentação que o sanfoneiro e a cantora farão a partir das 20 horas ambos vão homenagear um dos maiores nomes de todos os tempos da música brasileira, o pernambucano de Exu Luiz Gonzaga, nosso eterno “Rei do Baião”.

Gonzaga, que se eternizou pela interpretação entre outros antológicos sucessos de “Asa Branca”, dele e de Humberto Teixeira, morreu há 25 anos, no Recife, no dia 2 de agosto de 1989. Cantando acompanhado de sua sanfona, zabumba ou triângulo, “Lula” levou a alegria das festas juninas, dos forros de pé-de-serra, bem como a pobreza, as tristezas e as injustiças de sua árida terra, o sertão nordestino, ao resto do país, numa época em que a maioria desconhecia ritmos como o baião, o xote e o xaxado.

DSC01978a
Thadeu Romano toca vários ritmos no instrumento preferido por Gonzaga (Foto: Marcelino Lima)

Thadeu Romano vem trilhando com competência o caminho que Gonzaga fez com a sanfona. Além de vários shows e apresentações pelo país e no estado de São Paulo, incluindo o Réveillon de 2011 na Avenida Paulista (Capital), e em casas dos badalados bairros Pinheiros e Vila Madalena, esteve ainda em programas como o “Viola, Minha Viola” e Sr. Brasil. Nestas ocasiões , ele já tocou ao lado de nomes como Roberta Miranda , Yassir Chediak, Swami Júnior e em projetos de tributos a Pixinguinha e Édith Piaf, como o  “Ma Vie em Rose, Pequena Piaf”, com Priscila Lavorato (voz), André Penne (contrabaixo acústico) e Guto Visciano (violão).

Em 2013 esteve em Roma para conhecer suas raízes italianas. Naquela cidade, foi recebido pela tradicional “Famiglia Ottavianelli” (Simoni, Luca e Babbo Ottavianelli), fabricante de acordeons; o instrumento que ele trouxe na viagem de volta já foi tocado, inclusive, por Toninho Ferraguti. Virtuoso, ele executa ritmos que vão do jazz ao chorinho, e também ajuda a abrilhantar o trabalho de músicos de raiz e da vertente regional como Rodrigo Zanc e Wilson Teixeira, com os quais, recentemente, voltou ao palco do programa de Rolando Boldrin para gravações que ainda não foram ao ar.

DSC08962a

Anai Rosa é instrumentista formada pela Unicamp (Foto: Maribel Santos/A Tribuna de Araraquara)

Anai Rosa é instrumentista formada em viola de arco e violino pela Unicamp. De acordo com o Dicionário Cravo Albin, já faturou vários prêmios como “Melhor Intérprete” em diversos festivais nas cidades do interior de São Paulo. Anai Rosa integrou a Orquestra Sinfônica de Campinas, sob regência do maestro Benito Juarez, participou do grupo Soma, que se apresentava em várias cidades do interior de São Paulo e de Minas Gerais, e atuou, também, no grupo Farinha Seca. Ao lado do próprio Thadeu Romano, Swami Jr., Fabio Freire, Zé Pitoco e Henrique Araújo, ela já fez apresentações no SESC de “De Bico de Aço a Rei do Baião”, em outra homenagem ao “Grande Lua”

O Espaço 7 fica na rua 7 de Setembro, 1441, Centro de São Carlos. Para mais informações há o telefone (16)3307-5691