1565- Zimbher (DF) lança disco em parceria com Baleiro e homenagem a Laerte Coutinho

#MPB #Teatro #CulturaPopular

O cantor e compositor Zimbher está lançando seu novo álbum, Cordas, Nós e Voz, com participação de Ná Ozzetti e parceria com Zeca Baleiro, projeto no qual o músico se apropriou do conceito de movimentos comum no estilo erudito e no disco descritos como 1° movimento (silente), 2° (ausente) e 3° (premente). Com distribuição pela Tratore, Cordas, Nós e Voz (www.tratore.com.br) tem um conceito que o próprio título já explica e que Zimbher reforçou ao afirmar que “veio a vontade de agregar às ‘cordas’ (instrumentos) o ‘nós’ (pronome e referência às ‘cordas’ da palavra anterior), que também podem significar limites”, Ainda conforme o autor, “assim como ‘voz’ é o som vindo das pregas que vibram com a entrada e saída do ar, mas também o pronome e uma parte da composição musical, é a materialização de quem se é”. Zimbher reforçou: “Somos porque temos voz e, por ela, nos livramos de amarras, de ‘nós’ que nos aprisionam, possibilitando o ‘desenforcar’. Gosto de explorar essas dualidades, esses sentidos outros”.

Continuar lendo

1435 – Só o antidepressivo não está ajudando, mano(a)? Aí: ouça Kleber Albuquerque. E sem moderações: não há contraindicações!

#MPB #MúsicaPsicoativaBrasileira #WesternSpaghetti #BangBangÀItaliana #CulturaPopular

O Barulho d’água Música recebeu da Sete Sóis Produções Artísticas, estabelecida em Atibaia (SP), os álbuns Os Antidepressivos Vão Parar De Funcionar e CONTRAVENENO, os dois mais recentes do cantor, compositor, e artista gráfico Kleber Albuquerque, o segundo gravado em parceria com Rubi. Kleber Albuquerque, que também escreve composições para o teatro, é paulista de Santo André indicado, em 2018, para o 29º. Prêmio da Música Brasileira e vencedor dos prêmios da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA) e Coca-Cola Femsa, Suas canções já foram gravadas por artistas como Fábio Jr., Zeca BaleiroCeumarVanuza, Eliana Printes e Márcia Castro, entre muitos outros.

Continuar lendo

1190 – Fábio Jorge canta, em francês, sucessos da MPB no Teatro Itália (SP)

Público curtirá lançamento de Connexions, álbum no qual o cantor mixa suas duas pátrias, Brasil e França, com versões para o francês de sucessos de Caymmi, Dalto, Edu Lobo, Vinicius de Moraes, Sullivan & Massadas, Carlos Lyra e outros

O cantor e letrista paulistano Fábio Jorge lançará o seu quarto álbum solo, Connexions, no palco do glamouroso Teatro Itália, em São Paulo, na terça-feira, 28, a partir das 21 horas (veja a guia Serviços). O disco foi nos gentilmente enviado por Beto Priviero, amigo do Barulho d’água Música, que ao lado de Moisés Santana coordena a Tambores Comunicações, aos quais somos gratos. No texto de apresentação de Connexions sua assessoria aponta que Fábio Jorge chegou mais longe e explica: o cantor, que há anos, vem aproximando o universo musical brasileiro da canção francesa em discos e em shows, deu uma cara mais personalizada ao trabalho. Connexions reúne sucessos da música brasileira que o próprio Fábio Jorge verteu, do seu jeito, para o francês. Assim, Arrastão (Edu Lobo/Vinicius de Moraes) se tornou Les bateaux sur la mer; Primavera (Lyra/Vinicius) virou Notres PrintempsPessoa (Dalto/Cláudio Rabello) agora é L’éternité, e Estranha Loucura (Sullivan/Massadas), sucesso na voz de Alcione, passou a ser Mon énorme folie, por exemplo.

Continuar lendo