1571 – Paranga (SP) lança Redoma, disco com obra instrumental inédita de Elpídio dos Santos*

#MPB #MúsicaInstrumental #SãoLuizdoParaitinga #CulturaPopular #17ºSemanaElpidiodosSantos

Disco com composições das décadas de 1950 e 1960 que serão apresentadas durante a 17ª Semana Elpídio dos Santos traz à luz um tesouro guardado pela família do autor de mais de 1.000 composições

*Com Luciana Gandelini

O Grupo Paranga, de São Luiz do Paraitinga (SP) fará apresentação virtual neste feriado de 7 de setembro, a partir das 17 horas, do álbum Redoma, que reúne músicas instrumentais, como parte das atrações da 17ª Semana Elpídio dos Santos, que é promovida anualmente e está transcorrendo no município da parte paulista do Vale do Paraíba. O Paranga já fez o lançamento do disco físico em 3 de setembro, quando subiram ao palco Negão dos Santos, filho de Elpídio, e João Gaspar, no Coreto que leva o nome do homenageado. Elpídio dos Santos é um dos ícones da música caipira, mas também faz parte do panteão de muitos outros gêneros, o que lhe confere o inegável status de genuíno representante da cultura musical brasileira.

O concerto virtual estará disponível no canal do http://www.youtube.com/parangaoficial. Redoma foi gravado com o objetivo de registrar e preservar dez obras instrumentais inéditas de Elpídio, com produção executiva de Lia Marques e Renata Marques, integrantes do grupo. A direção artística e musical coube a Negão dos Santos, a produção musical a João Gaspar. Redoma conta, ainda, com participações especiais de Gabriel Sater, Mestrinho, Neymar Dias, Toninho Carrasqueira, Salomão Soares, Choro das 3, Thadeu Romano e Léo Couto.

Continuar lendo

679 – Sr. Brasil terá Socorro Lira, Lenine e Céu de Lamparina após Boldrin recitar “Eu e Bebú”

socorro arte

A cantora, compositora e poetisa Socorro Lira (PB) é uma das atrações do programa Sr. Brasil deste domingo, 11, previsto para ir ao ar a partir das 10 horas na TV Cultura. O bloco no qual Socorro Lira aparecerá foi levado ao ar m 2009 por Rolando Boldrin,  que o resgatou para o quadro em que “tira da gaveta” sucessos como Sede de Amor, composição de Carlos Olympio e Antônio Costa que a convidada cantou acompanhada de Cássia Maria e de Valquíria Rosa, ambas como percussionistas, de Thadeu Romano (sanfona) e de Júlio Caldas (violão e viola).

Continuar lendo